Agricultura e Pecuária

Categorias relacionadas:
Páginas: [<<] ... 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 ... [>>]

    • Variância genética de açúcares redutores e matéria seca e suas correlações com características agron

      O objetivo deste trabalho foi estimar os componentes de variância e herdabilidade relativos ao teor de açúcares redutores e à matéria seca, e suas correlações com algumas características agronômicas em batata (Solanum tuberosum L.). Foram utilizados quarenta clones de batata escolhidos aleatoriamente do Programa de Melhoramento Genético da Embrapa-Centro de Pesquisa Agropecuária de Clima Temperado. Os experimentos de campo foram conduzidos no outono e na primavera de 1996, em Pelotas, RS. Os teores de açúcares redutores e de matéria seca foram analisados após o armazenamento dos tubérculos em câmara fria (5±1ºC). As variâncias genéticas relativas a açúcares redutores e a matéria seca foram moderadas, e as variâncias dos erros, altas, proporcionando valores de herdabilidade relativamente baixos. O teor de açúcares redutores foi positivamente correlacionado com a maioria das características agronômicas, e negativamente correlacionado com o teor de matéria seca. As correlações entre a matéria seca e as características agronômicas foram baixas e não-significativas. Solanum tuberosum, herdabilidade, processamento, genética quantitativa.

      (Adicionado: 4ªf Set 12 2007 | Visitas: 137 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Vibração em tratores agrícolas: caracterização das faixas de frequência no assento do operador

      Este trabalho foi realizado na Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá (FEG-UNESP), SP, no laboratório de vibração e acústica e numa área experimental localizada no município de Guaratinguetá, com os seguintes objetivos: a) caracterizar a faixa de freqüência que apresenta os maiores picos de vibração vertical no assento do operador do trator; e b) analisar o conforto do operador comparando os níveis de vibração obtidos, com as principais normas vigentes. Foram utilizados um trator de pneus de 55,2 kW (75 cv) e uma grade destorroadora-niveladora "off-set" de 28 discos. O sistema de aquisição de dados foi constituído por sensores de vibração; condicionadores, amplificadores e um conversor analógico-digital instalados em um microcomputador e embarcados no trator ensaiado. Posteriormente os dados foram tratados pelo programa ORIGIN 50. Com base nos resultados obtidos, concluiu-se que: a faixa de freqüência que apresentou os maiores picos de vibração vertical foi entre 2 e 4 Hz e os valores de aceleração ponderada global encontraram-se bem acima dos limites definidos pela norma ISO 2631 para um período de 8 horas de trabalho. Ergonomia, trator e vibração.

      (Adicionado: 4ªf Set 12 2007 | Visitas: 130 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Freqüência de suplementação da dieta de novilhos em recria

      Avaliou-se o efeito da freqüência de suplementação da dieta no desempenho de novilhos Nelore, em recria, mantidos no pasto, na região Amazônica. Foram utilizados 56 novilhos castrados com peso inicial de 228 kg, com 10 meses de idade, suplementados diariamente, duas ou três vezes por semana. Todos os suplementos foram à base de milho e farelo de soja com 24% de proteína bruta e fornecidos em quantidades equivalentes de 0,4 kg/d. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, em parcelas subdivididas; as médias comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade. Não houve influência das diferentes freqüências de suplementação sobre o ganho de peso dos animais. O ganho médio diário foi de 0,60 kg/dia. A suplementação por três vezes por semana pode ser utilizada como ferramenta para uma maior maximização da mão-de-obra, proporcionando uma redução do custo de produção. Braquiária, farelo de soja, ganho de peso, milho, suplemento protéico.

      (Adicionado: 3ªf Set 11 2007 | Visitas: 138 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Modelos linear e não linear em análises genéticas para sobrevivência de crias de ovinos da raça Sant

      Registros de sobrevivência do nascimento ao desmame de 3846 crias de ovinos da raça Santa Inês foram analisados por modelos de reprodutor linear e não linear (modelo de limiar), para estimar componentes de variância e herdabilidade. Os modelos usados para sobrevivência, analisada como característica da cria, incluíram os efeitos fixos de sexo, da combinação tipo de nascimento-criação da cria e da idade da ovelha ao parto, efeito da covariável peso da cria ao nascer e efeitos aleatórios de reprodutor, da classe rebanho-ano-estação e do resíduo. Componentes de variância para o modelo linear foram estimados pelo método da máxima verossimilhança restrita (REML) e para o modelo não linear por uma aproximação da máxima verossimilhança marginal (MML), pelo programa CMMAT2. O coeficiente de herdabilidade (h2) estimado pelo modelo de limiar foi de 0,29, e pelo modelo linear, 0,14. A correlação de ordem de Spearman entre as capacidades de transmissão dos reprodutores, com base nos dois modelos foi de 0,96. As estimativas de h2 obtidas indicam a possibilidade de se obter, por seleção, ganho genético para sobrevivência. Caprino, sobrevivência, herdabilidade, modelo reprodutor, modelo de limiar.

      (Adicionado: 3ªf Set 11 2007 | Visitas: 148 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Uso de sangue arterial e venoso no exame do equilíbrio ácido-básico de novilhos normais ou com acido

      Doze novilhos foram utilizados para comparar os resultados hemogasométricos de sangue arterial e venoso. Esses animais foram divididos em três grupos idênticos, recebendo: 1- dieta balanceada, proporcionando ganho de peso de 600g/d; 2- dieta de mantença em proteína e energia e 3- dieta com teores 20% abaixo da mantença. Amostras de sangue arterial (artéria auricular caudal) e venoso (veia jugular) foram colhidas por 11 quinzenas consecutivas, num total de 132 amostras. Ao término do experimento, os animais dos grupos 2 e principalmente 3 apresentaram acidose metabólica moderada. Maiores valores de pH e de pO2 foram constatados no sangue arterial enquanto os teores de bicarbonato, TCO2, BE e pCO2 foram superiores no sangue venoso. Existiram altas correlações entre os valores do sangue arterial e venoso para o pH (r = 0,81), bicarbonato e TCO2 (r = 0,94), sendo esta correlação média, mas significativa, no caso da pCO2 (r = 0,56) e inexistente na pO2 (r= -0,06). Quanto maiores foram os valores de pCO2 maiores foram os teores de bicarbonato (r = 0,54) e TCO2 (r =0,56). Apesar das discrepâncias de pH, das concentrações de bicarbonato, TCO2, e mesmo de pCO2 obtidos no sangue venoso e arterial, é possível estimar, adequadamente, a partir do primeiro esses valores nas amostras arteriais em novilhos normais e com moderado grau de acidose metabólica. Nos casos de alterações respiratórias, amostras de sangue arterial devem ser colhidas para determinação de pO2. A colheita de sangue venoso foi mais facilmente realizada que do sangue arterial. Hemogasometria, pH, pO2, pCO2, TCO2, BE, bicarbonato, bovino.

      (Adicionado: 3ªf Set 11 2007 | Visitas: 163 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Utilização da tomografia computadorizada para determinação da densidade do solo na região da semente

      Este trabalho teve como objetivo estudar a relação solo–semente na região da semeadura em semeadura direta, com diferentes teores de água do solo, tipos de mecanismos de abertura do sulco e elementos compactadores, em um Latossolo Vermelho Amarelo (LVA) com a cultura do milho. Para a realização das tomografias, foram utilizadas amostras indeformadas contidas em um cilindro plástico de 80 x 40 mm. Com base nos resultados obtidos, pode-se concluir que: os tratamentos estudados não interferiram significativamente nos valores de índice de velocidade de emergência e densidade mínima medida pelo tomógrafo; o mecanismo de abertura do sulco tipo disco duplo proporcionou maiores valores de densidades média e máxima medidas com o tomógrafo. Semeadora, compactação, tomografia.

      (Adicionado: 3ªf Set 11 2007 | Visitas: 143 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Desenvolvimento e avaliação do desempenho de um protótipo cortador/enleirador na colheita de feijão

      O principal objetivo desta pesquisa foi desenvolver um protótipo de uma máquina para o corte/enleiramento do feijão, adaptável às condições irregulares dos solos. O protótipo foi projetado e construído para ser utilizado na parte dianteira do trator com acionamento hidráulico para transporte, tendo como ferramenta de corte dois discos recortados, fixados em um conjunto composto também de rodas controladoras de profundidade, sustentados por conjuntos de braços pantográficos. Os parâmetros analisados para avaliação do desempenho do protótipo foram: porcentagens de plantas não cortadas/arrancadas -com uma porcentagem média de 1,31% para área A1 e 0,08% para área A2; perdas por danos -com uma porcentagem média de 0,97% para área A2. A potência máxima demandada pelo equipamento foi aproximadamente 1,31 kW e capacidade de campo teórica equivalente a 20,54 horas-homem para maior velocidade de 6,30 km/h.

      (Adicionado: 6ªf Set 07 2007 | Visitas: 156 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Determinação da potência disponível na barra de tração de tratores agrícolas

      Desenvolvimento de uma planilha eletrônica para a determinação da potência disponível na barra de tração de tratores agrícolas. Neste trabalho, desenvolveu-se uma planilha eletrônica, implementada a partir de um algoritmo desenvolvido em Visual Basic, para determinação da potência disponível na barra de tração. Adotou-se um procedimento que permite determinar da força de tração, velocidade, potência disponível na barra de tração, consumo horário, consumo específico, patinagem e coeficiente de tração do trator ensaiado. Possibilita, ainda, o cálculo da potência disponível na barra de tração, considerando regra baseada no "Fator 0,86", proposta por Wendel Bowers, equação de rendimento de tração e a norma ASAE D497 – 4. Essa planilha pode ser considerada como uma ferramenta eficiente e rápida para análises relativas à potência disponível na barra de tração de um trator.

      (Adicionado: 6ªf Set 07 2007 | Visitas: 153 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Efeitos do período de serviço corrente e anterior e do período seco sobre a produção de leite de vac

      Este trabalho teve como objetivos estudar os efeitos do período de serviço corrente (PSC) e anterior (PSA) e do período seco anterior (PSECO) sobre a produção de leite de vacas da raça Gir e avaliar a necessidade da elaboração de fatores de ajustes para estes, visando a melhorar a acurácia da avaliação genética. Foram utilizados dados correspondentes às informações de desempenho de animais cujos criadores participam do programa de teste de touros em trabalho executado pela EMBRAPA e ABCGIL. O arquivo de período de serviço corrente e anterior continha 4054 lactações e o arquivo para período seco anterior, 10598 lactações. Os rebanhos foram classificados em dois níveis de manejo, acima e abaixo da média aritmética da produção de leite até 305 dias, 2505,13 kg, dos animais paridos até os 64 meses de idade, para período de serviço e de 2413,30 kg para período seco. Verificou-se que não houve necessidade de ajuste para o período seco (P>0,05). Os períodos de serviço corrente e anterior influenciaram (P<0,01) a produção de leite, em uma relação positiva. Os pontos de máxima produção ocorreram com PSC de 230,9 e PSA de 222,9 dias e uma produção de 2440 e 2327 kg, respectivamente. A partir destes pontos estabelece-se um patamar de produção de leite, no qual aumentos tanto no PSC como no PSA não mostraram incrementos significativos na produção de leite. Foram gerados fatores multiplicativos de ajuste para período de serviço corrente e anterior para correção das produções de leite até 305 dias.

      (Adicionado: 6ªf Set 07 2007 | Visitas: 147 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Raça Sindi: uma opção na produção de leitepara o semi-árido brasileiro

      A raça Sindi, originária dos trópicos paquistaneses, historicamente foi introduzida no Brasil nos anos 30 do século passado, mas foi em 1952 que ocorreu a mais significativa introdução de animais desta raça por meio da importação de 31 fêmeas e machos pelo abnegado Dr. Felisberto de Camargo, naquela época diretor do Instituto Agronômico do Norte, situado em Belém do Pará.

      (Adicionado: 6ªf Set 07 2007 | Visitas: 154 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Ração concentrada para bovinos

      Ração concentrada para bovinos -sistemas em uso e nova perspectiva baseada na cinética de saturação enzimática de Michaelis-Menten e Lineweaver-Burk. Os padrões alimentares têm sido utilizados por quase dois séculos nos cálculos de rações para os animais domésticos (FLATT, 1988). Entretanto, o novo sistema de recomendações nutricionais para bovinos de corte dos EUA (NRC, 1996) e o sistema Cornell -CNCPS 3.0 (RUSSELL et al., 1992; SNIFFEN et al., 1992; FOX et al., 1992) apresentam programas de cálculo de rações para uso em microcomputadores, que só permitem formular rações para atender os requerimentos nutricionais de energia e proteína. O sistema Britânico (AFRC, 1993) não dispõe de programas para formulação de rações e somente em 2001 (NRC, 2001) e em 2003 (CNCPS 5.0) foram divulgados programas para formular rações para atender às exigências de energia, proteína, minerais e vitaminas dos bovinos. Os sistemas de avaliação de alimentos e exigências nutricionais de bovinos de leite e de corte (AFRC, 1993; NRC, 1996; NRC, 2001; e Sistema Cornell – CNCPS) foram desenvolvidos em países de clima temperado, como os Estados Unidos e Inglaterra, com animais, alimentos e sistemas de produção diferentes daqueles aqui encontrados. Nos Estados Unidos, a produção de leite é obtida basicamente com vacas Holandesas puras, confinadas e consumindo silagem de milho e ração concentrada. A produção de gado de corte ocorre com bovinos Bos taurus, puros ou mestiços, a pasto e com grande participação de terminação em confinamento. No Brasil, a situação é totalmente diferente, conforme apresentado a seguir.

      (Adicionado: 6ªf Set 07 2007 | Visitas: 157 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Variação da qualidade de folhas em cultivares de capim-elefante e híbridos

      Variação da qualidade de folhas em cultivares de capim-elefante e híbridos de capim-elefante x milheto, em função da idade da planta. Foi estudada a variação da qualidade de Os valores de MS, FDN e FDA aumentaram com a idafolhas de capim-elefante em função da idade da planta. de da planta, enquanto a percentagem de PB sofreu re-Utilizaram-se 11 cultivares de capim-elefante e híbridos dução. O híbrido interespecífico Merker x 23 A destade capim-elefante x milheto para avaliar a variação dos cou-se por ter apresentado elevado teor de PB e menor teores de matéria seca (MS), proteína bruta (PB), fibra concentração de FDN e FDA, demonstrando o potencial em detergente neutro (FDN) e fibra em detergente áci-do germoplasma de Pennisetum glaucum para o melhodo (FDA), em folhas de plantas com idades de 30, 45, ramento da qualidade forrageira do capim-elefante. 60, 75 e 90 dias. Observou-se diferença significativa Pela análise de agrupamento, estimou-se a variabilidaentre as cultivares para todos os caracteres avaliados. de genética entre as cultivares estudadas.

      (Adicionado: 6ªf Set 07 2007 | Visitas: 162 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Avaliação de mecanismos rompedores e compactadores em semeadura direta

      Um dos problemas encontrados no sistema de plantio direto é a escolha dos mecanismos rompedores do solo de semeadoras-adubadoras. O microambiente próximo à semente é influenciado, diretamente, pelo tipo de mecanismo de abertura do sulco no solo. Este trabalho objetivou estudar o efeito do teor de água do solo, tipos de mecanismos de abertura do sulco e elementos compactadores no desenvolvimento inicial da cultura do milho, em um Latossolo Vermelho Argiloso. O experimento foi montado em esquema de parcelas subsubdivididas, em que as parcelas foram constituídas de três teores de água do solo (0,22; 0,28; e 0,34 kg kg-1), as subparcelas de dois mecanismos de abertura do sulco (haste sulcadora tipo facão e disco duplo) e as subsubparcelas de dois tipos de elementos compactadores (borracha e metálica), com três repetições, no delineamento em blocos casualizados. De acordo com os resultados obtidos, pode-se concluir que os tratamentos estudados não interferiram no índice de velocidade de emergência; o mecanismo de abertura do sulco tipo disco duplo proporcionou maiores valores de profundidade de plantio, nos maiores teores de água e menor percentagem de emergência, e o uso do elemento compactador de borracha proporcionou maior profundidade de plantio, sendo que, mesmo apresentando maior peso aplicado sobre o solo, causou menor pressão aplicada sobre a semente, em virtude de possuir maior área de contato com o solo. Mecanização agrícola, sulcadores, milho.

      (Adicionado: 5ªf Set 06 2007 | Visitas: 136 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Avaliação dos níveis de ruído emitidos por diferentes conjuntos mecanizados

      A determinação dos níveis de ruído foi realizada com o objetivo de se avaliar os riscos a que estão sujeitos os operadores de máquinas agrícolas. Utilizou-se durante o ensaio um trator sem cabine tracionando arado de discos, grade de discos, distribuidor de calcário, semeadoraadubadora, pulverizador de barras e uma colhedora de grãos automotriz sem cabine. Para os conjuntos trator-distribuidor de calcário, trator-semeadora-adubadora e tratorpulverizador, avaliou-se a influência da velocidade de trabalho sobre o nível de ruído, já para o arado e grade de discos, avaliou-se a influência da velocidade e profundidade de trabalho. A colhedora foi avaliada considerando o lado e a velocidade de operação. Os dados foram interpretados por meio de análise de variância, utilizando-se o teste de Tukey a 5% de probabilidade. O trator e a colhedora emitiram níveis de ruído acima do limite, estabelecido pela NR-15, de 85 dBA para oito horas de exposição diária. Os maiores valores foram encontrados na operação de aração e gradagem, indicando a influência da força de tração sobre o ruído. As demais operações emitiram níveis de ruído menores que os citados anteriormente, porém todas as médias foram superiores ao permitido pela NR-15, para oito horas diárias. Máquinas agrícolas, ergonomia, ruído.

      (Adicionado: 5ªf Set 06 2007 | Visitas: 143 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Avaliação operacional de um equipamento conjugado no preparo vertical com relação à desagregação do

      Este trabalho foi realizado na Universidade Federal de Viçosa. O principal objetivo foi avaliar a desagregação do solo, bem como a incorporação de resíduos por um implemento de preparo conjugado num solo classificado como Podzólico Vermelho-Amarelo. Os parâmetros avaliados foram: cobertura vegetal, diâmetro médio geométrico e módulo de finura dos agregados. O delineamento experimental usado foi blocos inteiramente casualizados, em esquema fatorial com três velocidades e quatro profundidades, perfazendo um total de 12 tratamentos e 48 parcelas experimentais. A variável cobertura vegetal foi estatisticamente significativa para a interação estudada e os parâmetros diâmetro médio geométrico e módulo de finura dos agregados do solo não variaram estatisticamente para a interação estudada. Preparo do solo, cobertura vegetal, preparo mínimo.

      (Adicionado: 5ªf Set 06 2007 | Visitas: 139 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
15 Anteriores Próximos 15