Agricultura e Pecuária

Categorias relacionadas:
Páginas: [<<] ... 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 ... [>>]

    • Determinação dos níveis de compactação do solo causados pelo tráfego de um "forwarder" em um latosso

      A mecanização tem-se constituído,. na atualidade, num poderoso instrumento para suprimento das necessidades da indústria agro-florestal, estando presente nos processos de produção, exploração e transporte florestal. Esta utilização intensiva de máquinas pode, entretanto, acarretar danos ao solo, principalmente em termos de compactação, podendo refletir negativamente na produtividade. Tendo em vista a escassez de informações sobre a compactação do solo causada pelas máquinas florestais, este trabalho teve como principal objetivo a avaliação dos níveis de compactação do solo causado pelo tráfego do "Forwarder". As variáveis físicas do solo analisadas foram: a densidade e a resistência à penetração sendo as amostras de solo retiradas em 5 pontos igualmente espaçados ao longo das trilhas, em 3 níveis de profundidades (0-15 cm, 15-30 cm e 30-50 cm). A análise estatística dos resultados de cada variável foi efetuada utilizando a análise de variância para parcelas subdivididas, onde foram testados o efeito da máquina, o efeito da profundidade e o efeito da interação entre a máquina e a profundidade. A análise dos resultados obtidos permitiram verificar que o "Forwarder" provocou uma pequena compactação do solo, ou seja: incrementos de 0,02g.cm-3 na densidade e 1,07 MPa na resistência à penetração do solo. Os valores máximos da densidade do solo e resistência à penetração, depois da última passada da máquina, foram, respectivamente, 1,34g/cm3 e 3,19 MPa. Compactação, máquinas florestais, densidade e resistência à penetração.

      (Adicionado: 5ªf Set 06 2007 | Visitas: 166 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Estimação de parâmetros genéticos para características de crescimento de ovinos Santa Inês utilizand

      Utilizaram-se registros de pesos do nascimento aos 196 dias de idade de 927 cordeiros, filhos de 45 reprodutores e 323 matrizes de ovinos da raça Santa Inês, controlados de 1983 a 2000, com o objetivo de avaliar três modelos que consideraram ou não o efeito genético materno e a (co)variância entre os efeitos genéticos direto e materno, para estimar componentes de variância e parâmetros genéticos por meio de modelos uni e bicaracterísticas. Os componentes de (co)variâncias e os parâmetros genéticos direto e materno para os pesos foram estimados pelo método da máxima verossimilhança restrita, sob modelo animal. De acordo com o teste de razão de verossimilhança, o modelo que incluiu o efeito aditivo direto mais o efeito materno foi o indicado para todas as características estudadas. A não-inclusão do efeito materno no modelo de análise superestimou as variâncias e as herdabilidades para o efeito direto (0,56 a 0,23). A importância do efeito materno diminuiu ao longo da trajetória de crescimento, à medida que a idade dos cordeiros aumentava. As variâncias e as herdabilidades estimadas por meio dos modelos bicaracterísticas para os efeitos genéticos diretos foram superiores às obtidas pelos modelos unicaracterísticas. As correlações genéticas entre as características foram altas e positivas. O efeito materno foi importante para todas as características estudadas, devendo, portanto, ser considerado nos estudos de crescimento. Os modelos bicaracterísticas possibilitaram resgatar parte da variância aditiva direta, levando a estimativas maiores de herdabilidade. Correlações genéticas, efeito materno, herdabilidade, modelo animal, ovinos deslanados

      (Adicionado: 5ªf Set 06 2007 | Visitas: 174 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Estimativas de parâmetros fenotípicos e ambientes das produções de leite no dia do controle e em 305

      Dados de 32.779 controles mensais, de 3.605 lactações em 305 dias (PL305), de 2.082 vacas Gir, filhas de 281 touros, com partos ocorridos de 1987 a 1999, em 11 rebanhos, foram usados com o objetivo de verificar os fatores que afetam a produção de leite no dia do controle (PLDC) em avaliações na raça Gir. Foram realizadas análises univariadas das PLDC1 a PLDC10 e da PL305 pelo método de máxima verossimilhança restrita, sob modelo animal, incluindo as três primeiras lactações como medidas repetidas de um mesmo animal, diferenciado conforme o rebanho, o ano e a estação do parto (PL305) ou do controle (PLDC1 a PLDC10), a idade da vaca ao parto, a ordem do parto e do intervalo parto-primeiro controle (ipc) na PLDC1. Bovino de leite, controle leiteiro, melhoramento animal.

      (Adicionado: 5ªf Set 06 2007 | Visitas: 133 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Influência de mecanismos rompedores e velocidades de trabalho no desempenho de uma semeadora-adubado

      O objetivo deste trabalho foi determinar a influência de mecanismos rompedores e velocidades de trabalho no desempenho de uma semeadora-adubadora de plantio direto do feijão. A caracterização física do solo foi feita determinando-se a resistência do solo à penetração, a densidade e o teor de água do solo. Para avaliação da influência da velocidade de trabalho e do mecanismo de abertura do sulco no desempenho operacional da semeadora, os seguintes parâmetros foram analisados: patinagem do rodado do trator, consumo de combustível, uniformidade de distribuição longitudinal de sementes, profundidade de semeadura e percentagem e índice de velocidade de emergência de plântulas. De acordo com os resultados obtidos, conclui-se que: o mecanismo sulcador tipo disco duplo apresentou maior valor médio de patinagem da roda motriz do trator, maior profundidade média de semeadura e maior consumo horário de combustível; o incremento da velocidade aumentou o valor médio de patinagem da roda motriz do trator e não influenciou a profundidade de semeadura e nem o índice de velocidade de emergência; o mecanismo sulcador tipo facão apresentou maior percentagem e índice de velocidade de emergência de plântulas. Feijão, plantio direto, semeadora-adubadora.

      (Adicionado: 5ªf Set 06 2007 | Visitas: 135 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Mortes súbitas em bovinos associadas à carência de cobre

      Foi estudado um surto de morte súbita em bovinos no sul do Rio Grande do Sul. Nos animais necropsiados não foram observadas lesões macroscópicas ou microscópicas significativas. Para testar se as mortes súbitas teriam sido causadas por plantas tóxicas, 13 espécies de plantas foram coletadas e administradas a coelhos num total de 440 a 600 g/ kg de peso vivo num período de 7 dias. Os resultados foram negativos. Os teores de cobre no fígado dos bovinos foram muito baixos (3,6±1,6 ppm-base seca) sugerindo que as mortes foram causadas por deficiência de cobre. Cinco amostras de pasto, coletadas no local do surto, apresentaram teores normais de Cu (8,4±0,8 ppm-bs) e S (0,2%±0,03%-bs), mas altos teores de Fe (522±122 ppm-bs). Um grupo de 10 novilhas foi suplementado com Cu subcutâneo. Este grupo e um grupo controle foram mantidos em área similar à da ocorrência do surto. Teores séricos de Cu, S, Fe, Mo e ceruloplasmina foram determinados bimensalmente durante um ano de experimento. Os teores médios de Cu (1,76±1,06 a 10,34±3,1 µmol/l no grupo controle e 3,86±1,53 a 10,61±1,34 µmol/l para o grupo suplementado) e ceruloplamina (6,59±3,93 a 18,61±4,14 mg/l para o grupo controle e 10,35±5,48 a 32,49±6,05 mg/l para o grupo suplementado) foram significativamente maiores no grupo suplementado (P=0,0046 para o Cu e P=0,0001 para a ceruloplasmina), mas a maioria das amostras tiveram teores abaixo do normal em ambos os grupos. Houve uma correlação entre os teores de Cu e os de ceruloplasmina (r=0,67, P=0,05). Em ambos os grupos os teores séricos de Fe (40,09±5,22 a 78,48±28,23 µmol/l) estiveram acima dos teores normais. Amostras de forragens foram coletadas bimensalmente em sete pontos do campo onde ocorreu o surto para determinação de Cu, Mo, S, Fe e proteína. Termos de indexação: Bovinos, deficiência de cobre, morte. súbita, ferro, molibdênio, enxofre.

      (Adicionado: 5ªf Set 06 2007 | Visitas: 131 | Colocação: 8.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Peroxidases e fenóis totais em tecidos de porta-enxertos de Prunus sp. nos períodos de crescimento v

      A atividade de peroxidases e a concentração de fenóis apresentam uma grande importância na união entre o enxerto e o porta-enxerto, podendo, desta forma, influenciar as respostas de estresse da incompatibilidade no processo de enxertia. O presente trabalho objetivou quantificar a atividade das peroxidases e dos fenóis totais em cultivares de Prunus sp. Amostras de casca e de lenho foram processadas e quantificadas por espectrofotometria, a partir dos porta-enxertos de pessegueiros GF 677, Okinawa, Capdeboscq e Aldrighi e de ameixeiras Mirabolano e Marianna comum, cultivados nos viveiros do Departamento de Fitotecnia da FAEM/UFPel. Concluiu-se que a atividade das peroxidases e dos fenóis totais varia entre porta-enxertos, período de crescimento e tipo de tecido; a maior atividade das peroxidases e dos fenóis totais ocorre nos porta-enxertos Mirabolano e Marianna; a atividade das peroxidases e dos fenóis totais é maior na casca do que no lenho; no período de dormência, ocorre maior atividade das peroxidases e menor quantidade de fenóis totais, sendo o inverso no período vegetativo. Pessegueiro, ameixeira, metabolismo.

      (Adicionado: 5ªf Set 06 2007 | Visitas: 140 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Peso à cobrição e ganho de peso durante a gestação de cabras nativas, exóticas e mestiças no semi-ár

      Avaliaram-se os efeitos de mês, ano, ordem de parto e tipo de parto sobre o peso à cobrição (PC) e o ganho de peso durante a gestação (GP), respectivamente, de 753 e 527 cabras nativas Canindés, 463 e 333 cabras exóticas Anglo-nubianas, 374 e 296 Alpinas, 151 e 87 de mestiças ½ Alpina (A) ½ Sem Raça Definida (SRD), 92 e 73 ¾ Alpina (A) ¼ SRD, criadas na Estação Experimental de Pendência - EMEPA-PB, Soledade-PB, na microrregião semi-árida da Paraíba, em regime semi-intensivo, no período de 1980 a 1994. O mês foi significativo sobre os pesos à cobrição das matrizes Canindés, Anglo-nubianas, ½ A ½ SRD e ¾ A ¼ SRD. O ano influenciou o PC de todos os grupos genéticos. O efeito do ano sobre o GP foi significativo para as cabras Canindés, Anglo-nubianas, ½ A ½ SRD e Alpinas. O peso à cobrição elevou-se com o aumento da ordem de parto e o GP foi mais evidente entre as cabras de primeiro parto. O tipo de parto foi significativo sobre o GP das matrizes nubianas, ¾ A ¼ SRD e Alpina, que tiveram maiores ganhos quando pariram apenas um cabrito. A raça influenciou o PC e o GP de todas as matrizes. A raça nativa foi a mais leve e com o melhor ganho de peso; as exóticas, as mais pesadas e com GP inferiores aos da raça Canindé e da mestiça ½ A ½ SRD; e a mestiça ¾ A ¼ SRD, a raça com peso corporal (PC) e GP semelhantes às exóticas. Concluiu-se que a composição genética dos animais e os fatores ambientais, como mês, ano, ordem e tipo de parto, refletiram sobre o peso à cobrição e o ganho de peso durante a gestação das matrizes estudadas. Caprinos, ganho de peso, gestação, peso à cobrição.

      (Adicionado: 5ªf Set 06 2007 | Visitas: 135 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Avaliação de fatores ergonômicos em postos de trabalho de motoristas de caminhões

      Considerando que, no meio agrícola, o caminhão é um dos veículos mais utilizados, destacando-se no transporte de máquinas, animais, madeira e produtos agrícolas e devido à escassez de estudos mais aprofundados, este trabalho teve como objetivo principal avaliar as condições ergonômicas dos postos de trabalho de motoristas de caminhões, utilizados no meio agrícola. Foi realizado em uma empresa de transporte do município de Ubá, Minas Gerais, a qual é composta de 100% da população de 63 motoristas e caminhões das marcas Mercedes Bens e Scania. Foi realizado o levantamento do perfil dos motoristas, as condições de trabalho, saúde, treinamento, higiene, segurança no trabalho, níveis de ruído, antropometria bem como, visibilidade, luminosidade e as forças para compressão e tração exercida na alavanca de cambio, compressão dos pedais do acelerador, freio e embreagem e, giro do volante. Os resultados, demonstram que o trabalho dos motoristas é realizado sob condições adversas à segurança e à saúde. O tempo de profissão é relativamente longo, a faixa etária é muito variável, além de ser uma profissão cansativa, causando dores no pescoço, ombros costas e joelhos. Há grande risco de acidentes e os níveis de ruído estão abaixo do permitido pela legislação trabalhista, 85 dB (A). O esforço físico no acionamento dos freios está cima do que determinam DUPUIS e ISO 3748. Transporte agrícola, ergonomia, segurança no trabalho.

      (Adicionado: 4ªf Set 05 2007 | Visitas: 157 | Colocação: 6.00 | Votos: 3) Avaliar
    • Efeito do genótipo e do sexo sobre a composição química e o perfil de ácidos graxos da carne de cord

      Este estudo foi realizado com o objetivo de avaliar os efeitos do sexo e do genótipo sobre a composição centesimal e o perfil de ácidos graxos do músculo Semimembranosus (SM) de ovinos submetidos às mesmas condições de confinamento. Foram utilizados 12 cordeiros, quatro machos inteiros e quatro fêmeas da raça Santa Inês (SI) e quatro machos inteiros mestiços ½ Santa Inês x ½ Dorper (SI-D). A raça e o sexo não influenciaram a composição centesimal da carne dos cordeiros. No entanto, as concentrações de fósforo e cálcio diferiram significativamente quando considerados estes dois fatores. Os ácidos graxos encontrados em maior quantidade na fração lipídica da carne dos animais foram o oléico, o palmítico e o esteárico. Houve efeito do sexo sobre o perfil dos ácidos graxos monoinsaturados na carne dos animais Santa Inês. O perfil de ácidos graxos de mestiços machos SI-D comprovou melhor valor nutricional da carne, pelo maior percentual de ácidos graxos poliinsaturados, pela maior relação AGPI/AGS e pela menor relação w6:w3. Ácidos graxos, Dorper, composição centesimal, raças, Santa Inês, sexo.

      (Adicionado: 4ªf Set 05 2007 | Visitas: 164 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Eficácia do fomesafen aplicado via água de irrigação por aspersão no controle de Bidens pilosa

      Foi conduzido um experimento de julho a setembro de 2003, a fim de avaliar a eficácia do fomesafen aplicado via de água de irrigação por aspersão (herbigação) no controle de B. pilosa. Os tratamentos foram dispostos no esquema fatorial 4 x 3 x 2 + 3, ou seja, quatro doses do fomesafen (60, 120, 180 e 240 g ha-1), três estádios de desenvolvimento de B. pilosa (1, 7 e 14 dias após a emergência -DAE), dois métodos de aplicação (pulverização e herbigação) e três testemunhas (uma para cada estádio de desenvolvimento). Foi empregado o delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições. Cada unidade experimental constou de um vaso com capacidade para 4,0 L de solo; foram distribuídas 50 sementes pré-germinadas por vaso. Na herbigação, empregou-se um sistema de irrigação por aspersão, sendo aplicada uma lâmina média de água de 4,72 mm. Na pulverização, o volume de calda aplicado foi equivalente a 200 L ha–1 . Houve melhor controle da planta daninha com pulverização que com herbigação. Este último método proporcionou bom a excelente controle da B. pilosa com 1 e 7 DAE quando foi empregada dose de 240 g ha-1 . O fomesafen não foi eficiente com 14 DAE, independentemente do método de aplicação. Herbigação, tecnologia de aplicação, planta daninha.

      (Adicionado: 4ªf Set 05 2007 | Visitas: 153 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Mastite clínica em vacas leiteiras suplementadas com selênio e vitamina E

      O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do selênio e da vitamina E sobre a prevalência de mastite clínica em vacas da raça Holandesa. Oitenta vacas foram distribuídas em quatro tratamentos: controle e suplementação com 2,5 mg selênio dia-1 , com 1.000 UI vitamina E dia-1 e com 2,5 mg selênio + 1.000 UI vitamina E dia-1 . A suplementação foi iniciada 30 dias antes da provável data de parição, prolongando-se até o parto. Amostras do volumoso e do concentrado foram colhidas, quinzenalmente, para análise bromatológica completa e levantamento dos níveis de selênio. O sangue foi colhido antes do início da suplementação, no parto, 30 e 60 dias após o parto, para determinação dos níveis de selênio. O teste de Tamis e a análise clínica do úbere foram realizados semanalmente, para detecção de mastite até a décima segunda semana de lactação. Um mês após a suplementação, as vacas que receberam selênio apresentaram níveis séricos superiores (p<0,05) ao grupo controle. A vitamina E e o selênio não afetaram a prevalência de mastite clínica, nas doze primeiras semanas de lactação, e não foi encontrada interação entre os dois elementos. Antioxidante, pré-parto, qualidade do leite, suplementação oral.

      (Adicionado: 4ªf Set 05 2007 | Visitas: 154 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Análise da distribuição volumétrica de bicos de pulverização tipo leque de distribuição uniforme

      O objetivo deste trabalho foi avaliar os parâmetros de pulverização, proporcionados por uma série de bicos hidráulicos, classificados como sendo de jato plano e distribuição uniforme (80-EF-015, 80EF-02 e 80-EF-03) e recomendados para uso individual. Cinco bicos de cada série foram avaliados, individualmente, quanto à repetitividade de vazão, uniformidade de distribuição volumétrica do líquido e a faixa de deposição proporcionada, utilizando-se uma barra de pulverização fixada a 0,3; 0,4 e 0,5 m de altura e pressões de 100, 200, 300 e 400 kPa. A repetitividade da vazão dos bicos foi satisfatória, para todos os tratamentos, sendo que o desvio esteve abaixo de 10%. A melhor uniformidade de distribuição do líquido foi observada às pressões de 200 e 300 kPa e alturas entre 0,4 e 0,5 m. No entanto, todos os bicos apresentaram um coeficiente de variação da distribuição volumétrica superior ao máximo desejável. A faixa de deposição variou entre 0,4 m (proporcionada pelo bico 80-EF-02 posicionado a 0,30 m de altura) e 1,07 m proporcionada pelo bico 80-EF-03 posicionado a 0,5 m de altura. Distribuição uniforme, herbicida, aplicação em faixa.

      (Adicionado: 6ªf Ago 31 2007 | Visitas: 128 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Avaliação do contato solo-semente em um solo argiloso sob plantio direto, com diferentes teores de á

      Considerando que um dos pontos importantes no plantio é o contato do solo com a semente, avaliou-se esta relação por métodos físicos e micromorfológicos, em sistema de plantio direto,em Argi olo Vermelho-Amarelo cultivado com milho. Os tratamentos consistiram de quatro teoresde água no momento do plantio, em quatro repetições. Após o plantio, foi avaliada a distribuição longitudinal de sementes, enquanto amostras indeformadas de solo foram coletadas para a caracterização micromorfológica do contato solo-semente. Determinaram-se a velocidade de emergência no campo, o Diâmetro Médio Ponderado (DMP) e a porcentagem de partículas<2mm. Após a impregnação do solo com resina, foram feitos cortes suce ivos de 1 cm até encontrar a semente, sendo fotografados, tendo a porosidade na região da semente quantificada pelo programa Quantiporo (DPS-UFV). Não houve diferenças significativas entre os valores de diâmetro médio ponderado e a porcentagem de partículas < 2mm. Os valores de diâmetro médio ponderado aumentaram com a elevação no teor de água. A porcentagem de partículas < 2mm reduziucomo aumento no teor de água. O contato solo-semente através da análise micromorfológicamostrou que os teores de água afetaram os valores da macroporosidade, apresentando menor macroporosidade no maior teor de água. Semeadora-adubadora, contato solo-semente, micromorfologia.

      (Adicionado: 6ªf Ago 31 2007 | Visitas: 150 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Avaliação do desempenho de duas semeadoras-adubadoras de plantio direto em diferentes teores de água

      Com o objetivo de avaliar a influência do teor de água no solo sobre a qualidade erendimento do trabalho, foram testadas duas semeadoras-adubadoras de plantio direto em um Argi olo Vermelho-Amarelo, empregadas na cultura do milho. As duas máquinas foram avaliadaspara quatro teores de água do solo, na ocasião do plantio, utilizando-se oito tratamentos com quatrorepetições, totalizando 32 parcelas experimentais. Os parâmetros indicadores do desempenho do tratorsemeadora foram o consumo de combustível e patinagem. Após o plantio, foi avaliada a distribuição de sementes. Foi, também, determinada a velocidade de emergência no campo. Os resultados obtidos para cada máquina foram analisados, estatisticamente, com o objetivo de caracterizar a influência do teor de água do solo sobre a qualidade e o rendimento de trabalho dasmáquinas.Não foram observadas diferenças significativas no desempenho do conjunto trator-semeadora para os parâmetros consumo de combustível e patinagem do trator e da semeadora-adubadora.Ainteração máquina-umidade foi significativa quanto à distribuição de sementes no campo e o índice de velocidade de emergência, devido, principalmente, ao fato de a semeadora-adubadora Rotacaster apresentar um sistema de distribuição de sementes de baixa precisão e cobertura deficiente. Desempenho, semeadora-adubadora, plantio direto.

      (Adicionado: 6ªf Ago 31 2007 | Visitas: 143 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Avaliação do desempenho do desintegrador/picador/moedor (dpm) na moagem do milho

      A maioria dos alimentos que compõem a ração dos animais em uma propriedade agrícola deve ser desintegrada, picada ou moída, utilizando-se, para isso, equipamentos próprios, entre eles os denominados Desintegradores/Picadores/Moedores (DPMs). O objetivo que se teve com a realização deste trabalho foi o de se fazer uma avaliação comparativa do desempenho de cinco marcas comerciais desses equipamentos. Para que isso fosse possível, avaliaram-se a demanda de potência, a capacidade de processamento, o consumo específico de energia, a distribuição granulométrica do produto moído pelo DPM e o nível de ruído no posto de trabalho. Observou-se baixa capacidade de processamento e alto consumo específico de energia quando o equipamento operou com a peneira de 0,8 mm, recomendada pelos fabricantes para a produção de fubá, sendo sugerida sua substituição pela de 3 mm. O nível de ruído medido durante os ensaios, em todas as máquinas, esteve bem acima do limite de 85 dB(A), recomendado pelo Ministério do Trabalho do Brasil. Desintegrador, distribuição granulométrica, ruído.

      (Adicionado: 6ªf Ago 31 2007 | Visitas: 145 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
15 Anteriores Próximos 15