Agricultura e Pecuária

Categorias relacionadas:
Páginas: [<<] ... 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 ... [>>]

    • Compactação de um latossolo causada pelo tráfego do "track Skidder"

      Este trabalho teve como objetivo principal a avaliação dos níveis de compactação do solo, causados pelo tráfego do trator de arraste de madeira (Track Skidder), tendo em vista que o tráfego intenso de máquinas promove a compactação do solo, reduzindo a produtividade da floresta e aumentando os níveis de erosão. As variáveis físicas do solo, densidade e resistência do solo à penetração foram analisadas, sendo as amostras de solo retiradas em 4 pontos, igualmente espaçados, ao longo das trilhas de trafego e sem tráfego (testemunha), em três níveis de profundidade (0 – 15 cm, 15 – 30 e 30 – 50 cm). Para a análise estatística dos resultados, foi utilizada a análise de variância e os dados submetidos ao teste Dunnet, a 5 % de probalidade. Os resultados obtidos permitiram constatar que o Track Skidder, na profundidade 0 – 15 cm, compactou o solo quando trafegou duas vezes carregado, com valores para densidade de 1,27 g cm-3. Compactação, máquinas e produtividade da floresta.

      (Adicionado: 6ªf Ago 31 2007 | Visitas: 147 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Comparação do crescimento e do desgaste do casco em bovinos taurinos e zebuínos

      No presente trabalho, mediram-se o crescimento e o desgaste do casco dos quatro dígitos laterais, em duas posições (dorsal e lateral), em quatro garrotes da raça Jersey e quatro da raça Gir, mantidos em "tie-stall", sobre piso de cimento recoberto por alta camada de maravalha. O trabalho transcorreu no período de novembro de 1997 a abril de 1998. As medidas de crescimento e desgaste do casco foram obtidas empregando-se a técnica clássica descrita por Hahn et al. (1986). Não ocorreram diferenças significativas no crescimento e no desgaste dos cascos entre as raças estudadas, assim como entre as unhas dos cascos dos membros anteriores e posteriores. Em ambas as raças, foram constatados maiores desgaste e crescimento da região lateral (lado abaxial) do casco, em relação à região dorsal, indicando que grande parte do contato e sustentação do corpo ocorre na área lateral do casco. A apara funcional acelera o crescimento do casco, porém não altera a taxa de desgaste. Bovino, casco, crescimento, desgaste, medidas.

      (Adicionado: 6ªf Ago 31 2007 | Visitas: 137 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Composição corporal de macroelementos minerais em bovinos e bubalinos em confinamento

      A pesquisa foi conduzida na Universidade Federal de Viçosa(MG), no período entre dezembro de 1994 e julho de 1995 Objetivou-se com a pesquisa estimar o conteúdo corporal de macroelementos minerais de bovinos Nelore, mestiços europeu-zebu e bubalinos, abatidos em diferentes estádios de maturidade. Foram utilizados 35 bovinos machos não-castrados sendo 12 Nelore (NEL), 12 F1 Holandês-Nelore (HN), 11 bimestiços 1/4 Fleckvieh-5/16 Angus-7/16 Nelore (BM) e 11 bubalinos mestiços Mediterrâneo (BUF), com pesos vivos médios iniciais de 294; 404; 358; e 353 Kg, respectivamente, e idade média de 24 meses. Os animais de cada grupo genético foram, aleatoriamente, divididos em três grupos experimentais, abate inicial ou referência (AB) e dois grupos de alimentação "ad libitum" (AL1 e AL2). No grupo AB foram alocados quatro animais NEL, quatro HN, três BM e três BUF e nos grupos AL1 e AL2 quatro animais, de cada grupo genético. Após o período de adaptação de 60 dias, onde os animais receberam o mesmo tratamento, aqueles do grupo AB foram abatidos. Composição corporal, bovinos, bubalinos não castrados, exigências, macroelementos minerais.

      (Adicionado: 6ªf Ago 31 2007 | Visitas: 135 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Composição corporal e exigências nutricionais de magnésio, potássio e sódio de cordeiros Santa Inês

      O presente trabalho foi conduzido no setor de Ovinocultura do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras–MG, com o objetivo de determinar a composição corporal e estimar as exigências nutricionais dos macroelementos minerais Magnésio (Mg), Sódio (Na) e Potássio (K), para ganho de cordeiros em crescimento. Foram utilizados 48 cordeiros machos inteiros, sendo 12 Santa Inês X Santa Inês (SI X SI), 12 Bergamácia X Santa Inês (BE X SI), 12 Ile de France X Santa Inês (IF X SI) e 12 Texel X Santa Inês (TE X SI). Três animais de cada grupo genético foram abatidos no início do experimento para determinação das quantidades de Mg, Na e K retidos em seus corpos, servindo como animais-referência para a técnica do abate comparativo. Os animais remanescentes de cada grupo genético foram confinados até atingirem os pesos prédeterminados para o abate de 25, 35 e 45 kg de peso vivo. A composição corporal em Mg, Na e K foi estimada por meio de equações de predição, obtidas pela regressão do logaritmo da quantidade dos minerais presentes no corpo vazio em função do logaritmo do peso do corpo vazio (PCV). As exigências líquidas de Mg, Na e K para o ganho em peso foram estimadas a partir da derivação das equações de predição da composição corporal. Composição corporal, magnésio, ovino, potássio, requerimento, sódio.

      (Adicionado: 6ªf Ago 31 2007 | Visitas: 139 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Degradação ruminal da matéria seca e proteína bruta, de alimentos concentrados utilizados como suple

      Com o objetivo de avaliar a degradabilidade ruminal da matéria seca (MS) e da proteína bruta (PB) de diferentes alimentos concentrados utilizados na alimentação de bovinos, pela técnica in situ, foram utilizados três novilhos Nelores, inteiros, com 24 meses e peso aproximado de 350 Kg, fistulados no rúmen. As amostras referentes aos alimentos foram pesadas e colocadas no interior de sacos de náilon (6,5 x 4,0 cm de área livre), com porosidade conhecida de 50 micras, na quantidade de 1,0 grama de MS; esses foram incubados em ordem decrescente no rúmen nos tempos de 48, 36, 24, 12, 6, 3 e 0 horas. Alimentos concentrados, degradação ruminal, sacos de náilon, técnica "in situ".

      (Adicionado: 6ªf Ago 31 2007 | Visitas: 146 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Desempenho de dois tipos de cortadoras-arrancadoras de feijão

      O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho de duas cortadoras-arrancadoras de feijão, sendo a primeira com discos recortados e a segunda com lâminas de corte. Os ensaios foram realizados na Fazenda São João, no município de Coimbra, MG. Avaliou-se as plantas não arrancadas, as perdas por danos, o consumo de combustível e a capacidade de campo teórica durante a colheita em lavoura de feijão do cultivar Ouro Negro, tipo III. O trator utilizado para tração da arrancadora foi o VALMET 68 Cafeeiro, com 43 kW de potência no motor, bitola de 1.120 mm e velocidades de 0,78 m.s-1 e 1,25 m.s-1. Os dados obtidos foram analisados, considerando-se o delineamento experimental em blocos ao acaso, no esquema de parcelas subdivididas, tendo na parcela os equipamentos e na subparcela as velocidades do trator, com seis repetições. Projetos e construção, cultura do feijão, mecanização agrícola.

      (Adicionado: 6ªf Ago 31 2007 | Visitas: 136 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Desempenho de novilhos nelore e seus mestiços com Santa Gertrudis e simental, recebendo cinco níveis

      Este trabalho teve como objetivo avaliar o desempenho e a eficiência suplementar de novilhos Nelore e seus mestiços com Santa Gertrudis e Simental, mantidos em pasto de Brachiaria brizantha durante a recria e recebendo diferentes níveis de suplementação, entre os meses de março e novembro de 2003. Foram utilizados novilhos de três grupos genéticos, com idade média de 10 meses, e peso de 226 Kg; em delineamento inteiramente casualizado. Os tratamentos utilizados foram baseados no fornecimento de suplementos nas quantidades de 0,125%, 0,25%, 0,50% e 1,0% do peso vivo, e controle (Sal Mineral). Todos os tratamentos tiveram como base. Amazônia, eficiência do suplemento, Nelore, raças, Nelore x Santa Gertrudis, Nelore x Simental.

      (Adicionado: 6ªf Ago 31 2007 | Visitas: 141 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Determinação da estabilidade lateral de um conjunto tratorrecolhedora de feijão para o trabalho de c

      A estabilidade lateral de uma recolhedora-trilhadora de feijão, da Indústria Nuxmaquinagrícola, modelo RXT 350, foi calculada para operar em condições de campo, tracionada por um trator da marca Massey Ferguson, modelo 265 4X2 TDA. O trabalho foi conduzido no Laboratório de Mecanização do Departamento de Engenharia Agrícola da Universidade Federal de Viçosa e em áreas selecionadas no município de Viçosa. A metodologia utilizada para determinação das coordenadas do centro de gravidade foi denominada método da dupla pesagem. Para a recolhedora, foi determinada uma inclinação-limite dinâmica de 21,38º, equivalente a 39% de declividade. Para o trator, entretanto, o valor determinado foi de 17,50º, equivalente a 31% de declividade. Foram obtidos resultados satisfatórios para capacidade operacional, consumo específico e capacidade de recolhimento da máquina, os quais foram coerentes com a faixa estipulada pelo fabricante para declividades de até 30%. Recolhedora-trilhadora de feijão; estabilidade; centro de gravidade.

      (Adicionado: 6ªf Ago 31 2007 | Visitas: 140 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Diversidade genética entre acessos de mandioca avaliados a partir de caracteres morfo-agronômicos

      A avaliação de acessos locais representa uma etapa importante do programa de melhoramento da mandioca, com vistas à identificação e recomendação de materiais superiores. Serve também para quantificar a diversidade genética entre progenitores visando futuros cruzamentos, sendo a análise multivariada um instrumento bastante utilizado pelos melhoristas para estimar a diversidade genética. O objetivo deste trabalho foi identificar acessos de mandioca produtivos e divergentes que possam ser utilizados em programa de melhoramento envolvendo cruzamentos. Doze caracteres morfo-agronômicos foram utilizados para a obtenção do cálculo da divergência genética por meio da análise de agrupamento em que a medida de dissimilaridade utilizada foi a distância euclidiana média padronizada e o método de agrupamento de otimização de Tocher, envolvendo 45 acessos de mandioca, coletados no Estado do Amapá e avaliados em dois anos. Constatou-se que os acessos foram mais contrastantes tendo como referência os caracteres altura da planta e ramificação com 94,67% da variação. Manihot esculenta, Análise Multivariada, Distância Genética, Germoplasma.

      (Adicionado: 6ªf Ago 31 2007 | Visitas: 137 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Efeito da desmama precoce sobre o desenvolvimento de bezerros e sobree campo nativo

      Eficiencia reprodutiva das matrizes. Crescimento dos bezerros. Crescimento e idade ao 19 parto das novilhas. O intervalo entre partos é, pelo seu caráter abrangente, uma medida que fornece boa indicação do desempenho reprodutivo de um rebanho. Este intervalo, para a maioria das fazendas de criação de gado de corte no Brasil Central, tem sido mais longo do que seria desejável. O que geralmente acontece a uma vaca ter duas paricões em um período de três anos, com intervalo médio entre partos de 500 dias. A media dos intervalos entre partos publicados por pesquisadores de gado Zebu no Brasil tem sido de 520 dias enquanto que, na Índia, esta média cai para próximo de 470 dias. Estes intervalos, indesejavelmente longos, têm preocupado os Zootecnistas do mundo inteiro. Assim, tem sido relatadas as mais diferentes pesquisas, envolvendo nutrição pré e pós-parto de vacas, desmama interrompida de bezerros e outras, com o intuito de diminuir os intervalos entre partos.

      (Adicionado: 6ªf Ago 31 2007 | Visitas: 135 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Estudo da curva de crescimento de ovinos Santa Inês

      Utilizaram-se 7.271 registros de pesos do nascimento aos 196 dias de idade de 952 crias de ovinos Santa Inês, controlados de 1983 a 2000, com os objetivos de verificar, entre os modelos Brody, Von Bertalanffy, Logístico, Gompertz e Richards, aquele que melhor descreve a curva média de crescimento e avaliar a influência de efeitos de ambiente sobre os parâmetros estimados. Os parâmetros foram estimados usando-se o procedimento NLIN do SAS. Para verificar se uma única curva seria adequada para descrever o crescimento de machos e fêmeas, nascidos de partos simples ou duplo, aplicou-se um teste de igualdade de parâmetros de modelos não-lineares. Os cinco modelos ajustaram bem os dados de crescimento, entretanto, maior variação dos resíduos foi verificada para os modelos Brody e Logístico. Com base nos desvios médios absolutos dos resíduos, constatou-se que o modelo Gompertz apresentou ajuste médio ligeiramente superior aos modelos Von Bertalanffy e Richards. Machos e fêmeas, nascidos de partos simples e duplo, apresentaram padrões de crescimento divergentes. Os efeitos de grupos contemporâneos, tipo de nascimento e sexo foram importantes fontes de variação para os parâmetros A e K. A correlação estimada entre os parâmetros A e K foi negativa. Melhorias no manejo alimentar devem ser incrementadas, principalmente quanto ao armazenamento de forragem, visando diminuir os efeitos indiretos do clima, o que poderá refletir em menor variação na forma da curva de crescimento. Efeitos de ambiente, igualdade de parâmetros, modelo não-linear, ovinos deslanados.

      (Adicionado: 6ªf Ago 31 2007 | Visitas: 164 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Estudo do crescimento alométrico dos cortes de carcaça de cordeiros das raças Santa Inês e Bergamáci

      O trabalho foi conduzido no Setor de Ovinocultura do Departamento de Zootecnia da UFLA, em Lavras, com objetivo de verificar o crescimento diferencial dos cortes da carcaça (perna, lombo, costeleta, costela/fralda e paleta), em relação ao peso do corpo vazio de cordeiros Santa Inês e Bergamácia. Foram utilizados 36 cordeiros machos inteiros, sendo 24 Santa Inês e 12 Bergamácia, abatidos ao atingirem 15, 25, 35 e 45 kg de peso vivo. Os cordeiros foram submetidos a regime de confinamento e mantidos em gaiolas individuais, onde receberam alimentação ad libitum até o momento do sacríficio. Alometria, Bergamácia, cortes da carcaça, crescimento, Santa Inês.

      (Adicionado: 6ªf Ago 31 2007 | Visitas: 129 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Expressão da enzima ácido 1-carboxílico-1-amino ciclopropano oxidase em tomate (Lycopersicon esculen

      Estudou-se a produção de etileno, a expressão da enzima ACC (ácido 1-carboxílico-1-amino ciclopropano) oxidase e as características físico-química de frutos de tomate, cultivar Kadá, não transformados e transformados geneticamente com o clone de ADN pMEL 1, em orientação antisenso. Em tomates não transformados houve um aumento da produção de etileno de 2 nl.h-1.g-1 para 22 nl de etileno.h-1.g-1. Quando os frutos passaram do estágio verde-maduro para vermelho. Já, em frutos provenientes de plantas transformadas, a produção de etileno não ultrapassou os 0,5 nl.h-1.g-1, qualquer que fosse o estágio de maturação. A baixa produção de etileno dos frutos deste genótipo se fez acompanhada da inibição da síntese da ACC oxidase, evidenciada pela técnica de "western blot", utilizando anticorpos policlonais específicos contra esta enzima. Apesar das marcantes diferenças fisiológicas, o ciclo de maturação e a composição físico-química básica dos frutos não apresentaram variações significativas. Etileno, ACC oxidase, Tomate, Anticorpos.

      (Adicionado: 6ªf Ago 31 2007 | Visitas: 155 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Qualidade da carne de cordeiros Santa Inês terminados com diferentes dietas

      Foram avaliados os aspectos qualitativos da carne de cordeiros Santa Inês submetidos, na fase de terminação, a sistemas de alimentação diferenciados. Foram analisadas 24 pernas de cordeiros não-castrados, com idade de abate entre seis e dez meses, distribuídos eqüitativamente segundo as dietas recebidas: T1 = feno de capim-d'água + concentrado, T2 = feno de restolho de abacaxi + concentrado, T3 = palma + mistura, T4 = silagem de milho + concentrado. A utilização de quatro tipos de alimentos volumosos exerceu influência significativa sobre os teores de composição centesimal, cálcio, fósforo, colesterol, fosfolipídios, ácidos graxos saturados e poliinsaturados e nos parâmetros sensoriais da carne de ovinos Santa Inês. Os cordeiros alimentados com volumosos energéticos (T1, T2 e T4) apresentaram carnes com maiores concentrações lipídicas em (6,93; 8,09 e 8,38%, respectivamente), melhor qualidade sensorial e maiores percentuais de ácidos graxos monoinsaturados (C18:1, C16:1, com médias de 41,38; 46,40; 43,15 e 3,44; 3,34; e 2,76%, respectivamente). O uso de palma forrageira (T3) na alimentação dos cordeiros resultou em uma carne com teores de umidade, proteínas, fósforo, cálcio, colesterol e ácidos graxos saturados significativamente maiores em relação aos demais volumosos (T1, T2 e T4), porém com qualidade sensorial inferior. Análises químicas, carne ovina, dietas, palma, silagem de milho.

      (Adicionado: 6ªf Ago 31 2007 | Visitas: 139 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Uniformidade de distribuição de líquido por bicos de pulverização hidráulicos de jato plano e de jat

      Os bicos de pulverização são os componentes mais importantes dos pulverizadores hidráulicos para aplicação de agrotóxicos. Este trabalho teve como objetivo avaliar o desempenho operacional de bicos de pulverização hidráulicos de jato plano standard e de jato cônico vazio, com diferentes vazões nominais, na distribuição volumétrica. Em ambiente controlado, avaliou-se a uniformidade de distribuição do líquido a 40, 50 e 60 cm de altura da barra porta-bicos, nas faixas de pressão de 200 a 400 kPa para os bicos de jato plano e de 400 a 600 kPa para os bicos de jato cônico vazio. A uniformidade de distribuição volumétrica superficial dos bicos avaliados foi influenciada pela vazão nominal, pela pressão do líquido e pela altura da barra porta-bicos. Os bicos de jato plano apresentaram boa uniformidade de distribuição, enquanto os bicos de jato cônico apresentaram distribuição volumétrica bastante variável, principalmente em função da vazão nominal. Tecnologia de aplicação, agrotóxicos, pulverizadores.

      (Adicionado: 6ªf Ago 31 2007 | Visitas: 161 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
15 Anteriores Próximos 15