Agricultura e Pecuária

Categorias relacionadas:
Páginas: [<<] 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 ... [>>]

    • Viabilidade econômica do cultivo de carpa comum (Cyprinus carpio Linnaeus, 1758)

      Viabilidade econômica do cultivo de carpa comum (Cyprinus carpio Linnaeus, 1758) em monocultivo em densidades diferentes. Objetivou-se com esta pesquisa estudar o efeito econômico do povoamento de alevinos I de carpa comum (Cyprinus carpio LINNAEUS, 1758) com densidade diferenciada e com alimentação artificial e adubação química. O delineamento foi inteiramente casualizado com três tratamentos (1; 0,5 e 0,33 peixes/m2) avaliados ao longo do tempo e três repetições. Os peixes foram estocados com peso e comprimento médios de 2,40 g e 5,35; 5,40 e 5,39 cm, respectivamente, nos tratamentos, e com 45 dias de idade. As dietas foram formuladas com 27% de PB e 2925 Kcal/Kg de ração, sendo fornecidas diariamente na quantidade de 3% do peso vivo. Os resultados para o comprimento e peso dos peixes foram 25,68; 28,66 e 31,21 cm e 255,00; 424,00 e 519,66 g, respectivamente. A analise econômica foi estudada por meio de planilha de custo. Na produção total, os resultados foram 1882; 1513 e 1367 kg/hectare em um ciclo. Em condições similares, pode-se recomendar zootecnicamente todas as densidades estudadas e, economicamente, a lucratividade da atividade é crescente com o aumento da densidade, havendo diminuição do custo médio ou unitário.

      (Adicionado: 3ªf Ago 11 2009 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Reflexões sobre os comitês de bacia hidrográfica

      A situação das águas no mundo e no Brasil. As mudanças institucionais. O sistema nacional de gerenciamento dos recursos hídricos: os comitês de bacia. A descentralização. Os aspectos institucionais que interferem na gestão dos recursos hídricos. A implementação de normas e leis com a Política Nacional de Recursos hídricos têm como pressuposto criar instâncias formais com a participação dos usuários, sociedade civil e estado, de maneira a garantir a superação de conflitos e a sustentabilidade dos recursos no longo prazo. As perguntas que se fazem são: quais os pressupostos que norteiam a descentralização da gestão? Os comitês apresentam quais fatores limitantes? Para responder, utilizam-se a abordagem histórica e revisão bibliográfica. A conclusão é que a lei das águas é um passo importante e necessário, no entanto, os comitês de bacia são heterogêneos e agrupam interesses conflitantes e, pode-se afirmar, a aplicação dos instrumentos são insuficientes para a garantia da gestão integrada dos recursos.

      (Adicionado: 5ªf Abr 30 2009 | Visitas: 56 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Orçamento de projetos de pesquisa mineral. Estudo de caso das ferramentas utilizadas na Companhia va

      Esta monografia visa avaliar as ferramentas utilizadas para elaborar o orçamento dos projetos de pesquisa do DIPM – Departamento de Desenvolvimento de Projetos Minerais da empresa Companhia Vale do Rio Doce. Estas ferramentas são utilizadas para mensurar, analisar e consolidar os orçamentos para que os projetos sejam aprovados. A Gestão Econômica do DIPM utilizou para elaborar os orçamentos nos anos de 2005 a 2007, uma ferramenta auxiliar, que fornecia um planejamento mais genérico e fechado. Para o ano de 2008, foi elaborada outra ferramenta, bem mais restrita e específica, com o objetivo de melhorar o processo orçamentário. O objetivo deste trabalho é verificar se realmente houve uma melhoria na qualidade e consistência do orçamento ao trocar de ferramenta, levando em consideração duas pesquisas bibliográficas, uma sobre Orçamento e outra sobre Administração de Projetos. Estas ferramentas são apresentadas em um estudo de caso, que contém uma breve explicação sobre o processo de pesquisa mineral no DIPM, onde é demonstrada a necessidade da empresa em produzir orçamentos que possam ser mudados constantemente, pois em um departamento de pesquisa os orçamentos precisam ser maleáveis para aproveitar as melhores oportunidades. No estudo de caso são descritos os processos de orçamento das duas ferramentas, para que ao final seja possível compará-las e analisar se realmente houve alguma mudança significativa na troca de ferramenta.

      (Adicionado: 2ªf Abr 13 2009 | Visitas: 74 | Colocação: 3.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Milkaut: As mudanças no agribusiness do leite Argentino

      A Argentina está numa encruzilhada. O Mercosul e as reformas introduzidas pelo presidente Carlos Menem, apoiadas na liberalização econômica, forçaram as indústrias lácteas a se tornarem competitivas num piscar de olhos. A produtividade tem sido espantosamente crescente nos últimos anos e ainda tem folga para crescer. O mercado interno tem uma divisão peculiar havendo empresas que tendem a ser “Argentina - dependentes” e outras que tendem a ser “Brasil - dependentes”. Os desafios não estão mais nas mãos reguladoras do Estado mas nos conjuntos de contratos que cada empresa puder fazer daqui para a frente, associando-se interna ou externamente, e reduzindo ao mínimo os seus custos de transação. A superação destes desafios deverá alavancar estas empresas, destacando-as no cenário do Mercosul. O vento frio e o “llano” na pampa úmida convidam à introspecção, mate e fogo de chão. Neste clima de serena calma, Don Luis Jullier avaliou mais uma vez a transformação de parte da Cooperativa Asociación Unión Tamberos - Milkaut - em Sociedade Anônima e se convenceu da viabilidade da decisão. Os 30 anos na direção da Cooperativa, conduzida com firmeza e retidão, asseguravam a D. Luis uma posição de liderança responsável.

      (Adicionado: 6ªf Mar 20 2009 | Visitas: 83 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Uma leitura dos conflitos na produção do assentamento rural da Fazenda Jupira no município de Porto

      Este trabalho tem como objetivo compreender os conflitos no interior das práticas sociais e estratégias de luta nos processos de formação e de organização em assentamentos rurais, e seus desdobramentos entre trabalhadores assentados, lideranças e representantes no assentamento da Fazenda Jupira, no município de Porto Feliz (São Paulo), de 1986 até 2006. Na construção da pesquisa buscamos entender o assentamento como espaço social que pode ser expresso nas relações de tensões e conflitos que podem ser desvendadas nas práticas sociais, nas estratégias de luta, impregnadas de simbologias (re)encontros de culturas, espaço de representação e legitimação dos sujeitos sociais. Definimos como área de estudo o Assentamento da Fazenda Jupira, localizado em Porto Feliz/SP, pertencente à Companhia Agrícola, Imobiliária e Colonizadora (CAIC). Optamos pelas entrevistas semi-estruturadas e análises documentais que nos permitiram compreender as várias facetas do conflito. As análises revelam-nos que o conflito no interior das práticas sociais e das estratégias de luta proporciona a incorporação de mecanismos que possibilitam questionamentos de valores seculares (clientelismo, paternalismo), além de instrumentalizar os camponeses com outros conteúdos democráticos que são estruturadores de identidades coletivas.

      (Adicionado: 3ªf Mar 17 2009 | Visitas: 88 | Colocação: 10.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Técnicas florestais: variáveis dendrométricas

      As árvores constituem recursos naturais renováveis fundamentais para o desenvolvimento de um país. Muitas civilizações e culturas foram medidas em função do conhecimento que detinham sobre as formações florestais. Nessa filosofia, o Programa Nacional de Florestas (PNF) assume entre suas diversas ações, a responsabilidade de nortear diretrizes básicas para a manutenção do equilíbrio ecológico do meio ambiente, contribuindo entre outros, em programas de desenvolvimento sustentável dos setores produtivos florestais. A existência no País de vastos recursos florestais constitui sério desafio no que se refere a sua manutenção para as próximas gerações. Os indiscutíveis benefícios que acarretam o correto conhecimento dos componentes que integram as florestas permitirão o desenvolvimento coerente de planos de manejo florestal, atendendo assim a sustentabilidade do meio ambiente dos ecossistemas florestais brasileiros. Para que os planos de manejo possam adquirir a pertinente importância ecológica, econômica e estratégica, se faz necessário o adequado e detalhado conhecimento dos seus componentes. Assim, para atingir o pleno desenvolvimento do uso de recursos florestais, a dendrometria ocupa lugar de destaque, uma vez que o indivíduo árvore deve ser conhecido em toda a sua magnitude. Nesse sentido, o PNF se faz partícipe na contribução qu oferecerá ao setor florestal. A cuidadosa recompilação bibliográfica que apresenta o tratado, certamente estará contribuindo de modo significativo ao melhor conhecimento da mensuração florestal e em consequência, aos planos de manejo. (En formato PDF).

      (Adicionado: 3ªf Mar 03 2009 | Visitas: 92 | Colocação: 9.00 | Votos: 2) Avaliar
    • Influência de diferentes fontes de compostos nitrogenados na dieta de vacas leiteiras

      Influência de diferentes fontes de compostos nitrogenados na dieta de vacas leiteiras sobre parâmetros reprodutivos e metabólicos sanguíneos. Nutrição vs. produção de leite. Balanço energético negativo (BEN) vs. reprodução de ruminantes. CARNEIRO, C. Influência de diferentes fontes de compostos nitrogenados na dieta de vacas leiteiras sobre parâmetros reprodutivos e metabólicos sanguíneos. 39p. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Zootecnia). Faculdade de Ciências Agrárias, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Diamantina, 2006. A alimentação animal, sendo um dos fatores mais importantes dentro da exploração leiteira, tem grande influência nos parâmetros reprodutivos, já que as características reprodutivas de baixa herdabilidade são altamente influenciáveis pelo manejo nutricional e ambiental. A uréia atualmente é muito utilizada para reduzir os custos com a suplementação protéica, já que é um composto nitrogenado não-protéico bem utilizado para a produção de proteína microbiana no rúmen. Se mal utilizada, pode causar distúrbios metabólicos e problemas para a produção leiteira, pois em quantidades inadequadas pode provocar intoxicação do animal podendo até levá-lo à morte. A uréia serve também como uma importante ferramenta de análise de nitrogênio no sangue (NUS), no plasma (NUP), no leite (NUL) e urina, já que ela se degrada rapidamente no rúmen liberando nitrogênio na corrente sangüínea, e este por sua vez, ganha os tecidos e glândula mamária, podendo ser mensurado facilmente. A influência da proteína na reprodução animal ainda requer muitos estudos, porém, sabe-se que tanto o seu excesso quanto sua deficiência (na forma de proteína degradável no rúmen – PDR – ou proteína não degradável no rúmen – PNDR) são prejudiciais à exploração leiteira, pois o excesso de PDR aumenta muito os níveis de nitrogênio no organismo, sendo este tóxico em quantidades que o fígado não consegue metabolizar, e sua falta também prejudica a síntese de proteínas do leite e outros compostos e tecidos, significando perdas para a exploração leiteira. Diante disso, objetivou-se relatar os principais efeitos da proteína e compostos nitrogenados não protéicos nos parâmetros reprodutivos de vacas leiteiras. Palavras chave: uréia; reprodução animal; nutrição; proteína; amônia.

      (Adicionado: 5ªf Fev 26 2009 | Visitas: 93 | Colocação: 10.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Naturalismo & Maçonaria Florestal

      O discurso maçónico infiltrado no científico, ou num poema, tem por consequência excluir os profanos do acesso á informação. Porém nenhum texto é simples, elaborado num código único: ao código que é dada língua natural juntam-se mais, vindos de outras línguas, ciências ou calões. A simbólica oriunda das sociedades iniciáticas não é o único elemento que interfere na transparência ideal do discurso do naturalista, mas deve ser o mais perturbador, porque a tarefa de a descodificar não soluciona os problemas que levantou, e por isso não restabelece a normalidade das relações entre leitor e autor. No texto científico não lidamos com enunciador nem com personagens, sim com um autor, uma pessoa de quem esperamos lealdade e franqueza. Estamos preparados para compreender cientistas que erram, não estamos preparados para os que mentem, dissimulam a verdadeira informação ou se limitam a fazer humor. Tudo isso exclui o leitor do acesso á informação, e ninguém admite que tenha sido excluído.

      (Adicionado: 4ªf Dez 31 2008 | Visitas: 146 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Gestão da Qualidade Total para Produtores de Café

      Este livro-texto adaptado para produtores de café esclarecidos, deve ser considerado como preliminar. Com efeito, ele foi elaborado por um especialista em Qualidade Total, que embora Engenheiro Agrônomo, não tem desenvolvido suficiente experiência pessoal na área cafeeira. A idéia é que a partir deste material surja uma interação fecunda entre os conhecimentos aqui apresentados e o panorama real da produção do café. Estima-se que num período de três anos a partir da editoração deste texto, esta interação tenha-se aprofundado o suficiente para podermos redigir um texto definitivo, no qual serão incorporadas as riquíssimas experiências, os casos reais e o acontecer cotidiano, oriundo de milhares de produtores, técnicos e trabalhadores, que através de seu esforço permanente contribuíram, estão contribuindo e contribuirão para o desenvolvimento de um produto agrícola de grande importáncia, tanto para a economia nacional e regional, como desde o ponto de vista social, considerando que 80% dos produtores de café no Brasil e na América Latina são pequenos.

      (Adicionado: 2ªf Out 20 2008 | Visitas: 177 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Transgênicos e princípio da precaução: situação econômica, juridica e ambiental

      Desde o início da civilização, o homem procurou desenvolver métodos que assegurassem sua sobrevivência, desenvolvendo técnicas para aproveitar ao máximo os recursos naturais, aprimorando a agricultura de acordo com o conhecimento que ia gradativamente acumulando, o que levou o ser humano a usufruir da natureza de maneira desordenada, retirando do meio ambiente tudo que julgasse necessário a sua sobrevivência, sem a preocupação em conservar. A população humana, sem predadores naturais, começou a multiplicar-se e o problema da fome começou a preocupar o ser humano, levando-o na década de 70 a procurar meios de eliminar a fome do mundo, procurando a tecnologia como aliada. Surgiu a "revolução verde". Esta revolução inicialmente visava aumentar a produtividade. Entretanto, hodiernamente, é sabido que o problema não é a quantidade de alimentos produzidos, mas a forma de distribuição e aproveitamento dessa produção.

      (Adicionado: 4ªf Out 15 2008 | Visitas: 174 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Artigo sobre o reuso direto planejado da agua no processo produtivo nacional

      A vida surgiu no planeta há mais ou menos 3,5 bilhões de anos. Desde então, a biosfera modifica o ambiente para uma melhor adaptação. Em função das condições de temperatura e pressão que passaram a ocorrer na Terra, houve um acúmulo de água em sua superfície, nos estados líquido e sólido, formando-se assim o ciclo hidrológico. A água será o grande desafio do Século XXI. As águas utilizadas para consumo humano e para as atividades sócio-econômicas são retiradas de rios, lagos, represas e aqüíferas, também conhecidos como águas interiores.

      (Adicionado: 3ªf Set 30 2008 | Visitas: 179 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Atividade rural

      Consideram-se como atividade rural a exploração das atividades agrícolas, pecuárias, a extração e a exploração vegetal e animal, a exploração da apicultura, avicultura, suinocultura, sericicultura, piscicultura (pesca artesanal de captura do pescado in natura) e outras de pequenos animais; a transformação de produtos agrícolas ou pecuários, sem que sejam alteradas a composição e as características do produto in natura, realizada pelo próprio agricultor ou criador, com equipamentos e utensílios usualmente empregados nas atividades rurais, utilizando-se exclusivamente de matéria-prima produzida na área explorada, tais como: descasque de arroz, conserva de frutas, moagem de trigo e milho, pasteurização e o acondicionamento do leite, assim como o mel e o suco de laranja, acondicionados em embalagem de apresentação, produção de carvão vegetal, produção de embriões de rebanho em geral (independentemente de sua destinação: comercial ou reprodução).

      (Adicionado: 3ªf Set 30 2008 | Visitas: 196 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Efeito do hidróxido de cálcio sobre o valor nutritivo da silagem de cana-de-açúcar

      A conservação da cana-de-açúcar na forma de silagem vem se destacando nos últimos anos em razão dos benefícios na operacionalidade. No entanto, quando ensilada sem aditivos a cana apresenta fermentação alcoólica com perda no valor nutritivo, resultante da atividade de leveduras. Considerando a hipótese que o uso da cal na ensilagem da cana pode inibir o desenvolvimento das leveduras e, conseqüentemente, reduzir a produção de etanol e a perda do valor nutritivo da silagem, desenvolveu-se o presente estudo com o objetivo de estudar algumas características nutricionais da silagem de cana-de-açúcar aditivada com hidróxido de cálcio (cal hidratada). Foram avaliados os seguintes tratamentos: T1 – silagem de cana-de-açúcar + 0,25% de cal; T2 – silagem de cana-de-açúcar + 0,50% de cal; T3 – silagem de cana-de-açúcar + 0,75% de cal e T4 – silagem de cana-de-açúcar + 1,0% de cal. Todos os tratamentos foram suplementados com 1% de uréia no momento do fornecimento das silagens aos animais. Para determinação do consumo voluntário e da digestibilidade foram utilizados 20 ovinos alojados em gaiolas individuais, conforme método clássico de coleta total de fezes, sendo utilizado o delineamento em blocos casualizados. Foram determinados os consumos voluntários de matéria seca, proteína bruta, fibra em detergente neutro e fibra em detergente ácido e os coeficientes de digestibilidade aparente de matéria seca, proteína bruta, fibra em detergente neutro e fibra em detergente ácido, além de algumas análises bromatológicas convencionais para determinação da qualidade da silagem. A adição de até 1% de cal à cana-de-açúcar no momento da ensilagem caracterizou-se como possível estratégia de manejo por apresentar redução nos constituintes da parede celular, elevação no consumo e nos coeficientes de digestibilidade, o que se traduz em característica desejável para a ensilagem dessa gramínea.

      (Adicionado: 3ªf Ago 19 2008 | Visitas: 259 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Hipersensibilidade ao leite de vaca e possível terapia utilizando o leite de cabra

      Alergia e Intolerância ao Leite de Vaca. Prevalência da alergia ao leite de vaca. Caracterização das crianças consideradas de alto risco. Intolerância à Lactose. Fatores envolvidos no aparecimento das alergias. Sintomas de alergia ao leite. Desaparecimento da alergia ao leite. Diagnóstico de alergia. Conduta a seguir quanto à alergia ao leite de vaca. Leite de Cabra. Propriedades Nutracêuticas do Leite de Cabra. Hipoalergenicidade do Leite de Cabra. Alergia ao leite de cabra. Composição média do leite de cabra. Composição Comparativa dos Leites (Cabra, Vaca e Humano). Consumidores do leite de cabra. Casos. Outros benefícios do leite de cabra.

      (Adicionado: 3ªf Ago 19 2008 | Visitas: 311 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Degradabilidade de Silagens de Capim-Elefante

      Este trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar a degradação in situ da matéria seca, da proteína bruta e da fibra em detergente neutro de silagens de capim-elefante contendo cinco níveis (0,0; 4,0; 8,0; 12,0 e 16,0%, com base na matéria natural da massa ensilada) de adição do pedúnculo do caju desidratado (PCD), do subproduto da manga (SM) e do subproduto do grão do urucum (SGU). O delineamento utilizado foi em parcelas subdivididas, sendo os níveis de adição às parcelas e os tempos de incubação as subparcelas, com 4 repetições (silos). Para a confecção das silagens, foi utilizado capim-elefante cortado aos 70 dias e misturado aos subprodutos, em 20 tambores. Desses silos, foram colhidas amostras, que foram pré-secas, moídas em moinho, com peneira de malha de 5 mm, sendo usados 3 g de amostra em cada saco de náilon, de porosidade 50 µm, para incubação no rúmen por 0, 6, 48 e 96 horas em 2 ovinos sem padrão racial definido (SPRD), machos e castrados. Após a incubação, os sacos foram retirados, lavados em água corrente, colocados em estufa a 60ºC por 72 horas. Posteriormente, os sacos foram pesados e do resíduo foram feitas às análises químico-bromatológicas. A adição do PCD, do SM e do SGU à ensilagem de capimelefante, aumentou a degradabilidade das silagens, podendo ser recomendado níveis a partir de 8,0; 12,0 e 12,0% destes subprodutos, respectivamente. A disponibilidade dos subprodutos utilizados também deve ser considerada para a escolha do nível de adição de cada subproduto. (PDF).

      (Adicionado: 6ªf Jun 20 2008 | Visitas: 256 | Colocação: 9.79 | Votos: 15) Avaliar
15 Anteriores Próximos 15