Arte e Cultura

Categorias relacionadas:
Páginas: 1 2 3 4 5 [>>]

    • A pichação sob a ótica da criminologia: transgressão, vandalismo, protesto ou arte popular (nuevo) 

      Embora a Pichação esteja tipificada como crime, existe um acirrado debate quanto às questões jurídicas acerca deste ilícito e suas consequências ao infrator. Antes do advento da Lei nº 9.605/98, a qual tipificou os crimes ambientais, a pichação era considerada crime de dano, art. 163 do Código Penal, daí a ação penal ser privada, a não ser que incidisse nas hipóteses previstas nos incisos I, II e III do parágrafo único desse dispositivo legal. Mediante este quadro, trataremos os aspectos criminológicos, jurídicos e as consequências legais da pichação, tendo como foco principal a busca por soluções alternativas à pena, no sentido de obter maior congruência com os direitos humanos. A pesquisa fora realizada de maneira exploratória e bibliográfica, pois foi realizada análise de diversos documentos, artigos e pesquisa de jurisprudências, logo, abrange bibliografia tornada pública sobre o tema, objetivando conhecer e analisar esse fenômeno sob as visões da criminologia, tanto das teorias do consenso como das teorias do conflito, buscando as consequências sociais, políticas e jurídicas delas advindas.

      (Adicionado: 6ªf Mar 10 2017 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Curso técnico de design de interiores (nuevo) 

      Este trabalho aborda o tema pequenos espaços comerciais, na qual foi escolhido pelo grupo o recorte Adega. Consultando um cliente real com o ambiente localizado na Mooca. A revisão bibliográfica aborda as indicações feitas por alguns autores, indicações estas que foram analisadas através de um questionário que avalia a satisfação de na média 30 pessoas, as quais responderam perguntas referentes a uma adega popular em que elas visitariam. Os dados apontam uma diversidade de respostas, de acordo com o pedido do cliente, buscamos atender seus desejos visando sempre os conceitos como conforto, visibilidade, acessibilidade, estilo e soluções em relação ao espaço proporcionado.

      (Adicionado: 6ªf Mar 10 2017 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Restauração de uma escultura sacra em madeira policromada, com ênfase no processo de limpeza (nuevo) 

      O presente trabalho trata da restauração de uma escultura sacra da primeira metade do século XVIII, esculpida em madeira, dourada e policromada, representando Nossa Senhora do Rosário. As vestes são douradas com folhas de ouro e com estofamento realizado em motivos fitomorfos e florais. A policromia é trabalhada com a técnica de pintura a pincel e esgrafito. A peça apresenta sujidades generalizadas em sua superfície e presença de verniz oxidado. Esse verniz provocou o escurecimento da policromia das carnações, que também se encontram craqueladas. Há ainda, perdas de suporte na manga direita da túnica da Nossa Senhora do Rosário, perdas de base de preparação e de policromia em sua carnação e vestes. O Menino e os anjos, também possuem perdas de policromia nascarnações.

      (Adicionado: 6ªf Mar 10 2017 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Restauração de uma escultura sacra em madeira policromada, com ênfase no processo de limpeza (nuevo) 

      O presente trabalho trata da restauração de uma escultura sacra da primeira metade do século XVIII, esculpida em madeira, dourada e policromada, representando Nossa Senhora do Rosário. As vestes são douradas com folhas de ouro e com estofamento realizado em motivos fitomorfos e florais. A policromia é trabalhada com a técnica de pintura a pincel e esgrafito. A peça apresenta sujidades generalizadas em sua superfície e presença de verniz oxidado. Esse verniz provocou o escurecimento da policromia das carnações, que também se encontram craqueladas. Há ainda, perdas de suporte na manga direita da túnica da Nossa Senhora do Rosário, perdas de base de preparação e de policromia em sua carnação e vestes. O Menino e os anjos, também possuem perdas de policromia nas carnações.

      (Adicionado: 6ªf Set 30 2016 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Dos folhetins às telenovelas: do impresso ao audiovisual

      Este Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) trouxe como proposta discutir a transformação dos folhetins, de origem nos jornais da França, no século XIX, acompanhando sua mutação para outros formatos, migrando para outros meios de comunicação, como as radionovelas nos rádios e, posteriormente, as telenovelas na televisão, até chegar à primeira telenovela mexicana exibida pelo SBT. Para tanto, houve levantamento bibliográfico, pesquisa em acervo dos periódicos do Estado de S. Paulo e da Folha, e alguns autores foram consultados para fundamentar este trabalho. O trabalho também tentou analisar, em cada momento, como a literatura se relaciona com essa forma de comunicação social, as novelas, desde os folhetins, considerando que são composições que retratam aspectos da vida dos leitores, ainda que muitas vezes, de maneira fantasiosa; aspectos e discussões reais, vivenciados em cada época. Dessarte, é possível afirmar que as novelas, independente do formato, são fontes de informações sociais e tentam apresentar algum debate neste contexto de produção cultural e informacional.

      (Adicionado: 2ªf Maio 09 2016 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Ensaio sobre o estado da arte da pintura

      No século XIX, entretanto, houve uma mudança significativa, a qual pode ser identificada na arte de expoentes do movimento impressionista, como: Renoir, Degas e Manet, artistas que se sentiram estimulados a utilizar referências fotográficas em muitas de suas obras. Foi a primeira vez na História da Arte que se viram braços, pernas, cabeças e outras partes do corpo, ser cortadas em um enquadramento (fig. 2). A vanguarda tecnológica, trazida pela máquina fotográfica, foi um dos motivos inspiradores da captação do momento e da consequente geração de algumas cenas, que, propositalmente, não tinham o rigor compositivo de escolas ancestrais.

      (Adicionado: 2ªf Maio 09 2016 | Visitas: 0 | Colocação: 10.00 | Votos: 2) Avaliar
    • O cine glamour na história de Osasco

      Este artigo tem por finalidade divulgar através de uma síntese da história política, econômica e social de Osasco, a relação do cinema como um instrumento de entretenimento e também para disciplinar um determinado grupo de pessoas. De modo que o Cine Glamour seja o objeto principal para que se possa mostrar por meio dele, os filmes que eram repassados nas telas do cinema da época da ditadura militar brasileira, para que assim se interprete através de uma visão alegórica como eram os meios de manipulação que o governo dos militares usufruíram contra o povo brasileiro, e entender o porquê que o Cine Glamour se tornou um cinema não mais contemplado pela população de Osasco.

      (Adicionado: 2ªf Maio 09 2016 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Como surgiram as escolas especializadas em guitarra no Rio de Janeiro

      A recente história do ensino da guitarra elétrica no Rio de Janeiro é marcado pela ausência de uma didática específica para o instrumento. Apesar de o Brasil ser um dos países pioneiros nas pesquisas sobre eletrificação de instrumentos de cordas, durante muitos anos o que se viu foi um grande hiato no ensino da guitarra elétrica em nosso pais. Enquanto a guitarra elétrica se desenvolvia em pleno vapor nos Estados Unidos, aqui a falta de informação e um ensino especializado fez com que músicos Brasileiros começassem um intercâmbio cultural entre Brasil e Estados Unidos. Este intercâmbio levou nossos músicos para as escolas Americanas e ao regressarem para o Brasil trouxeram um série de conhecimentos que foram fundamentais para o desenvolvimento do estudo do instrumento em nosso país. Assim que começou o desenvolvimento de uma didática específica para guitarra elétrica, surgindo escolas especializadas neste instrumento.

      (Adicionado: 4ªf Dez 30 2015 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Políticas públicas de cultura, diagnóstico dos 10 anos da lei de incentivo a cultura de Betim “Noemi

      Este trabalho de pesquisa trata-se de um estudo conceitual, analítico e estatístico sobre os sete anos de incentivo e fomento a cultura, proporcionados pelos recursos oriundos da Lei Municipal de Incentivo a Cultura de Betim “Noemi Gontijo”. A primeira etapa deste trabalho constitui a contextualização a partir de uma reflexão conceitual e conjuntural do binômio “Política Pública de Cultura e Leis de Incentivo a Cultura”, bem como sobre a formatação histórica deste processo de fomento e incentivo adotado pelo Estado brasileiro, tendo como base referencial estudos e trabalhos publicados por conceituados pesquisadores a cerca deste tema. A segunda parte deste trabalho relaciona-se a uma análise estatística do processo de fomento vivenciado pelo município de Betim no período entre 2000 a 2007 proporcionado pela Lei Municipal de Incentivo a Cultura de Betim, tendo como base numérica os dados fornecidos a partir de uma pesquisa realizada nos arquivos de projetos aprovados e executados neste período.

      (Adicionado: 4ªf Dez 30 2015 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Os músicos e a ordem. A regulamentação da primeira arte

      A partir de 22 de dezembro de 1960 a profissão de músico no Brasil passou a ser regulamentada pela Lei número 3.857, pois os profissionais que faziam parte deste meio, até então, se encontravam totalmente desamparados e nem o reconhecimento profissional sequer era tido pela sociedade. Com o advento da Ordem dos Músicos do Brasil (OMB) o exercício da profissão se tornou regulamentado e, a partir daí considerado como uma profissão mediante a regulamentação de lei. Os anos se passaram e, com a nova Constiuição Federal de 1988, os próprios músicos iniciaram um questionamento sobre a legalidade ou não do orgão criado inquirindo a sua legitimidade em face às previsões constitucionais relativas à da expressão artística e à liberdade profissional. Este posicionamento demonstrou uma grande insatisfação na maioria dos músicos inscritos ou não na OMB, principalmente devido a algumas posições e atitudes adotadas pelo mesmo, e assim levantando um questionamento sobre algumas abusividades e arbitrariedades.

      (Adicionado: 3ªf Fev 10 2015 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Matemática e a música grega

      O caminho seguido pela matemática grega através dos tempos teve uma trilha de harmonia e de valorização, os métodos que buscavam o conhecimento foram levados em consideração tendo preocupação com os titulares das descobertas. Foram considerados o principio de dar méritos aos detentores do saber. Assim, também, como a arte da música tem acompanhado este desenvolvimento, é valido considerar que na busca da harmonia entre matéria, onde tudo tinha a razão e expressão de números, há também a necessidade de preencher o espírito, onde os números através da musica, completa o universo em que vivemos nos tornando completos em nossa busca por paz. Culturas consideradas berços da humanidade, utilizam até nossos dias, a perfeição da Música como forma de justiça dentro da sociedade, e na razão intelectual e crescimento, dão maturidade a Matemática, onde sistemas governamentais e estruturas legislativas estão baseados nessas ciências.

      (Adicionado: 6ªf Maio 31 2013 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A divisão áurea por detrás do olhar de Mona Lisa. “O grid oculto de Leonardo Da Vinci”

      Mona Lisa é uma pintura, do italiano Leonardo da Vinci, das mais intrigantes da História da Arte. O presente ensaio gráfico sugere que o artista teria usado uma malha geométrica (grid) na estrutura do quadro, partindo da simetria exata dos eixos (vertical e horizontal), em comunhão com a proporção áurea (divisão áurea ou divina proporção). Para atingir-se a porção áurea de um segmento (média e extrema razão), é necessário que o mesmo seja multiplicado por 0,6181 (também conhecido com número de ouro). Na figura 1, o quadro foi dividido em quatro partes iguais e vê-se o olho esquerdo de Mona Lisa sobre no eixo de simetria vertical (que parte do ponto médio M). Após a divisão simétrica, Leonardo incluiu a Divina Proporção no retrato, ao multiplicar o segmento CD (que mede metade da altura) por 0,618, o que determina o segmento áureo (ED). O ponto E foi a base para mais uma linha do grid, que uniu a estabilidade da simetria com a dinâmica da divisão áurea. A nova linha horizontal indica a altura em que os olhos de Mona Lisa foram posicionados. Mas qual seria o lugar mais adequado para o outro olho (direito) de Mona Lisa?

      (Adicionado: 6ªf Jan 18 2013 | Visitas: 0 | Colocação: 10.00 | Votos: 1) Avaliar
    • A Perspectiva Quadridimensional (1997)

      Em 1995, terminei uma série de estudos e análises sobre a Teoria das Projeções e, mais especificamente, sobre o modo como o ser humano percebe visualmente o espaço. Publiquei um resumo dessa tese em 2011 sob o nome de Percepção quadridimensional (texto que pode ser facilmente encontrado na internet). Tratarei agora da Perspectiva quadridimensional que, apesar da semelhança entre os nomes, é algo completamente diferente. Como todos os processos de perspectiva elaborados desde o Renascimento, este também é um método artificial com vantagens e limitações, as quais serão brevemente expostas neste artigo. O quadríptico Observação no Tempo, pintado em agosto de 1997, foi a primeira pintura que fiz totalmente baseada nos fundamentos da perspectiva quadridimensional (fig. 1). Usando o mesmo método que indico aos alunos, coloquei a pintura no computador a fim de analisá-la geometricamente. A figura 2 mostra diversos pontos de fuga para um observador que se movimentou lateralmente e, portanto, compôs a imagem a partir de, pelo menos, quatro momentos e locais diferentes de observação (T1, T2, T3 e T4). No esquema geométrico abaixo podem ser vistos oito pontos de fuga. Na figura 3, parte superior da figura 2, vê-se que o observador ergueu e abaixou a cabeça, mudando a sua altura ao longo do processo. Como exemplo, são mostradas (em vermelho), quatro linhas do horizonte. Ao se mudar a altura do observador, mudase a linha do horizonte e é nela estão situados os pontos de fuga.

      (Adicionado: 6ªf Jan 18 2013 | Visitas: 0 | Colocação: 10.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Pedagogia e teatro para crianças e jovens: de ferramenta à experiência cênica

      O mundo atual se apresenta como altamente tecnológico e fragmentado devido à influência da internet, das redes sociais, da televisão, dos celulares. O teatro, por sua vez, permanece tentando fincar suas raízes se mantendo como uma arte viva, que mantém a relação pessoal entre os homens. Esta monografia visa abordar a questão do público teatral, mais especificamente, o público juvenil. É possível traçar uma linha do tempo envolvendo a transformação do teatro infantil e cabe aqui, buscar verificar em que momento o jovem é visto como público ativo e importante do teatro.

      (Adicionado: 4ªf Jun 06 2012 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • O povo brasileiro – a formação e o sentido do Brasil

      "Sou nascido aqui mesmo neste País. Tudo aqui é tão lindo, pena que o homem não pense em cuidar. Solidão é viver sem ninguém em quem poder confiar. Povo lindo chora rindo, como na Sapucaí. Sou do País do futuro, futuro que insiste em não chegar por aqui. Somos muitos e muito podemos fazer. Quem sabe ainda veremos o que o poetinha um dia sonhou e não viu. Pátria minha, patriazinha, tadinha, lindo e triste Brasil" (Lindo e Triste Brasil Toquinho)

      (Adicionado: 3ªf Jan 24 2012 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
Próximos 15