Ciências sociais

Páginas: [<<] 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 ... [>>]

    • A universidade e a sociedade

      Cuida-se de delicada tarefa, a de abordar o tema suscitado à discussão, eis que se trata de analisar (e opto por encetar o método analítico, separando os termos de forma isolada para depois concluir sobre seu conjunto) dois fenômenos poliédricos (figura de linguagem que empresto da geometria para exprimir fenômenos complexos que apresentem mais de uma face, permitindo que se cheguem a variadas conclusões, dependendo do ângulo que se enfoque a questão).

      (Adicionado: 3ªf Jan 24 2012 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Projeto ellos. Pessoas e corpos no espaço da rua: uma vivencia

      Este trabalho apresenta o projeto ELLOS, desenvolvido em parceria livre entre UESC e Grupo Humanus, lançando um olhar a cerca das pessoas e dos corpos que trafegam em nossas ruas, em especial população LGBT, e profissionais do sexo, as composições que estas pessoas realizam em múltiplos tratados de convivências.

      (Adicionado: 3ªf Dez 27 2011 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • As consequências do uso de bebidas alcoólicas e o papel da família, escola e sociedade

      O presente artigo, elaborado a partir de uma pesquisa de revisão bibliográfica, tem por objetivo informar os efeitos negativos que as bebidas alcoólicas acarretam no organismo do ser humano, a partir das seguintes questões norteadoras: Como é considerada pela medicina a dependência do álcool? Como esta dependência influencia no organismo das pessoas usuárias de álcool? O alcoolismo tem cura? Qual o papel da família, da escola e da sociedade com relação ao adolescente, ao jovem e ao adulto usuário do álcool? Acredita-se que as bebidas alcoólicas causam sérios danos para o organismo da pessoa que a ingere, prejudicando-lhe fisicamente, psicologicamente e socialmente.

      (Adicionado: 6ªf Dez 23 2011 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A indústria da droga e a critica econômica às políticas repressivas

      Este trabalho tem por objetivo criticar as políticas repressivas de drogas, e seus pressupostos, através do levantamento de informações acerca do mercado internacional e histórico do consumo de drogas para propor alternativas para a viáveis à questão das drogas. A metodologia de pesquisa utilizada é a bibliográfica e documental, levantando dados históricos acerca do consumo de drogas e quantitativos do mercado de drogas e com a construção de um raciocínio econômico dedutivo acerca das políticas públicas destas. Através de análises microeconômicas pudemos observar os impactos da repressão sobre a oferta, como se dão as externalidades jurídicas em um mercado cercado de especificidades e como políticas de contração da demanda hipoteticamente funcionariam se aplicadas a este mercado ilegal. A partir destas informações, pudemos concluir que as políticas que visam reduzir o consumo através da contração de oferta, via repressão, não surtem os resultados esperados, além de possuírem custos muito superiores aos das políticas alternativas, o que tornam as políticas repressivas anti-econômicas e ineficazes.

      (Adicionado: 5ªf Set 08 2011 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A sociedade orgânica

      As instituições modernas se caracterizam por estarem desenhadas sob o modelo organizacional mecanicista. A estrutura burocrática, a hierarquia, o caráter instrumental do indivíduo, a separação da organização em partes, o caráter funcionalista da relação entre as partes e a adequação de meios a fins, fazem parte de uma forma de pensamento que tem a sua inspiração na racionalidade cartesiana e efetiva sua expressão na organização burocrático-mecanicista. A estrutura burocrático-mecanicista apresenta uma série de características que se mostram inadequadas para os tempos atuais, tal como a falta de flexibilidade e de adaptação a ambientes mutáveis. Por outro lado, esse tipo de estrutura revela-se imprópria para lidar com as fontes da motivação do homem, causa pela qual tem surgido ampla série de propostas na área motivacional ao longo do século, inspiradas em teorias de corte humanista, com vistas a incentivar o homem no trabalho. Os resultados, porém, têm estado longe das expectativas. Paralelamente, a Sociedade Moderna encontra-se inserida em sistema econômico racional, baseado no comportamento individualista do homem, que determina e modela as instituições sociais, tendo como resultado alto grau de conforto material e de progresso tecnológico, mas onde os termos de igualdade e solidariedade não estão incorporados adequadamente à realidade quotidiana. Isso conduz a um crescimento econômico permanente em nível mundial, sem tomar em conta a sua inviabilidade a longo prazo, devido a fatores como a marginalização de setores importantes da população, a desigual distribuição da renda, o esgotamento de recursos, o fluxo instável de capitais especulativos, a alienação do indivíduo e a poluição do meio ambiente.

      (Adicionado: 5ªf Set 08 2011 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Geração z: uma nova forma de sociedade

      Com os avanços tecnológicos, surgiram algumas mudanças na sociedade, principalmente no que diz respeito à mídia e ao consumo. Desenvolveu-se assim a chamada sociedade de consumo, no qual a geração contemporânea está inserida. Tais acontecimentos, de modo especial, muito se relacionam com a maneira de viver e de pensar da juventude de nossos dias. Eu sendo um jovem de 21 anos, que atua em grupos juvenis[1]desde os 10 anos de idade, tenho em parte, certo conhecimento a respeito dessa geração. Essa convivência me permitiu um acesso mais fácil a essa área de estudo, que sociologicamente diz respeito à sociologia da juventude. Estando também em estágio nas escolas, tive maior acesso a esses jovens, podendo assim, vivenciar mais de perto as suas realidades. Considerando tal realidade, a presente pesquisa buscou aprofundar o tema da Geração Z, bem como o que envolve sua cultura, sua relação com a tecnologia e a sua importância na sociedade atual. Nosso trabalho trata-se de uma pesquisa e estará estruturado em três partes. Na parte I pretendo explicar de uma maneira sucinta conceitos: o que é Geração, o que é Juventude e o que é a Geração Z. Na parte II tenho por objetivo comentar um pouco sobre o que são as tribos, e relacioná-las com a música e a tecnologia. E na parte III, explicar um pouco sobre a globalização a mídia e o consumo, no que isso influi nos jovens atuais e o que isso influencia também na religião. Assim, demonstraremos a pertinência do estudo do tema da Geração Z para a reflexão sociológica, de modo que buscaremos empreender um esforço no sentido de uma melhor compreensão da juventude contemporânea.

      (Adicionado: 5ªf Set 08 2011 | Visitas: 0 | Colocação: 10.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Métodos alternativos de resolução de conflitos sob a ótica do direito contemporâneo

      O atual momento pelo qual passa o Poder Judiciário brasileiro, evidenciado pelos diversos fóruns, seminários, simpósios, programas de incentivo à conciliação etc., há muito demonstra o esgotamento pelo qual passa nosso sistema jurisdicional, revelando-nos a insuficiência, ineficácia e, por vezes, a insatisfação gerada pela atuação jurisdicional do magistrado, como modelo tradicionalmente adotado para a resolução de conflitos em uma sociedade. É com vistas nesse cenário que a proposta deste trabalho se ancora no estudo detalhado dos Métodos Alternativos de Resolução de Conflitos ou MARC´s, como modelos aliados ao Poder Público, especialmente o Judiciário, e aptos a ampliar o acesso à justiça, de forma mais humana, equânime, legítima, e capazes de produzir desfechos idôneos a gerar efetiva satisfação para todas as partes em um litígio, concluindo-se, destarte, que os MARC`s são, teleologicamente, expressão do acesso à justiça enquanto direito fundamental previsto na Constituição Federal e, portanto, merecedores de aprimoramento em homenagem ao princípio da máxima efetividade dos direitos fundamentais. PALAVRAS-CHAVE: Acesso à Justiça. Métodos Alternativos de Resolução de Conflitos. Neoconstitucionalismo. Efetividade do Processo.

      (Adicionado: 5ªf Set 08 2011 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Os sujeitos LGBTs em ações sociais, afetivas e de conhecimento: na atuação docente

      A homossexualidade é um assunto polêmico em várias culturas e caminha lado a lado com a história da humanidade, pois os registros mais antigos da prática sexual vêm da história da Grécia. Cujos padrões sociais desta época, homens que tinham relações com o outro do mesmo sexo representava bem a sua masculinidade, já que a mulher era objeto subordinado ao homem, os gregos cultuavam tradicionalmente o prazer das festas e as orgias. Na Idade Média o termo homossexualidade também era desconhecido, os praticantes do amor livre eram condenados pelo cristianismo, a pena aplicada pela Igreja para esse tipo de atividade variava de acordo com o "status" social do praticante. Os monges e outros eclesiásticos eram punidos com penas brandas, já os que não tinham nada a oferecer para o clero eram condenados à morte, podiam ser queimados vivos, torturados, castrados e enforcados. O termo "homossexual" foi criado na Idade Contemporânea pelo médico Benkert para designar aqueles que sentem atração sexual por outro do mesmo sexo. Os eventos comemorativos do dia do Orgulho Gay vêm crescendo anualmente de uma maneira bem significativa, sendo comemorado em diferentes países no dia 28 de junho, e vem se consolidando como um movimento lúdico e político, com temas de luta contra o preconceito e em defesa da diversidade sexual. A Batalha de Stonewall ou Rebelião de Stonewall em 1969 foi um evento catalizador que deu origem aos movimentos de celebraçaõ do orgulho gay, populamente conhecidas no Brasil como Parada Gay. De modo geral, os participantes da Parada apresentam um perfil politizado, consciente de suas ações e de seu papel na construção da sociedade comtemporânea, em que a família vem se constituindo de diversas formas e a escola como espaço formal de aquisição de conhecimento, não está preparado para esta família de pais do mesmo sexo.

      (Adicionado: 5ªf Set 08 2011 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Álcool e mulher: experiências subjectivas na dependência e na família

      O número de mulheres com problemas associados ao consumo de álcool tem vindo a aumentar nas últimas décadas. Este fenómeno tem suscitado discussões e estudos que visam uma melhor compreensão das especificidades do alcoolismo feminino, bem como melhorar as intervenções psicoterapêuticas. Os factores físicos, sociais, económicos, culturais e psicológicos influenciam o modo como a mulher se posiciona face ao consumo de bebidas alcoólicas, as circunstâncias em que bebe, o modo como o seu organismo responde a esse consumo (Goodman, 2000). A presente investigação tem como objectivo conhecer os significados e as percepções do consumo de álcool em mulheres com o diagnóstico de dependência alcoólica (de acordo com os critérios da DSM-IV-TR (2000)), utilizando uma metodologia qualitativa. Deste modo, a opção metodológica neste estudo tem por base pressupostos qualitativos, utilizando como ferramenta de investigação a metodologia da Grounded Analysis para recolha, análise e conceptualização dos dados.

      (Adicionado: 4ªf Jul 06 2011 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Sociologia aplicada ao ensino fundamental e médio do centro supletivo invest UERJ da universidade do

      A Sociologia, em sua atribuição fundamental de analisar os processos dinâmicos da sociedade e os efeitos desses processos sobre todas os grupos sociais que compõem esta sociedade, encontra no programa de iniciação à docência, do Centro Supletivo - InvestUERJ, a possibilidade de aliar teoria e prática no exercício do magistério para jovens e adultos, funcionários da UERJ e da comunidade externa, excluídos do processo educacional, como resultado de dinâmicas histórico - políticas no Brasil, possibilitando o resgate de sua identidade, de suas garantias constitucionais e do exercício da cidadania, dando uma configuração mais real à contribuição do sociólogo no processo de desenvolvimento da sociedade brasileira.

      (Adicionado: 4ªf Jul 06 2011 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Inclusão: a nova ordem social

      Este artigo aborda a nova ordem social e a educação inclusiva de acordo com a visão da UNESCO (2005), fundamenta-se na proposta Educação para todos (1990) e na Declaração de Salamanca (1994). O trabalho justifica-se pela necessidade de revisar conceitos e identificar a proposta que vislumbra a educação à distância no paradigma inclusivo.

      (Adicionado: 3ªf Maio 10 2011 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A atuação pró-ativa da polícia militar comunitária

      O presente trabalho tem por tema “A atuação pró-ativa da polícia militar comunitária: seu grau de envolvimento direto e indireto junto à comunidade assistida no Recanto das Emas/DF”, extremamente relevante nos dias atuais. Foi desenvolvido tendo como proposta, observar como se processa a interação entre a Policia e a comunidade na Região Administrativa RA-XV, levando em conta sua população e perfil socioeconômico, sendo necessário apontar como se processa a atuação próativa do policiamento comunitário na referida área, analisar o grau de envolvimento da Polícia Militar no processo de intercambio com a comunidade.

      (Adicionado: 5ªf Jan 13 2011 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A imagem feminina nas propagandas de cerveja : estímulo ao consumo de álcool

      As drogas lícitas são um grande problema para a sociedade. Vê-se que os problemas de saúde, de transito, de crimes e de jovens se drogando, começam com a cerveja, depois partem para o cigarro e daí por diante, apesar de que só o alcoolismo já faz muitos estragos ainda existe outras drogas que vem a partir da cerveja.As campanhas de cerveja vendem uma outra imagem do produto, de modo que os jovens vão a barzinhos dizendo: “vou ali tomar uma cerveja pra conhecer pessoas ou pra descontar as magoas” ou até mesmo para poder estar com os amigos. (Em formato PDF)

      (Adicionado: 3ªf Set 21 2010 | Visitas: 0 | Colocação: 7.00 | Votos: 3) Avaliar
15 Anteriores Próximos 15