Ecologia

Categorias relacionadas:
Páginas: [<<] 1 2 3 4 5 6 [>>]

    • Do sagrado: árvores e tempo

      A árvore como eixo do mundo - e figura do dom -, é uma presença forte em muitas culturas onde ancora histórias mitológicas que se colocam num tempo sagrado. A árvore também é uma escultura orgânica, fisiológica, que se revela no tempo. A dualidade do tempo que se expressa no binómio sagrado/profano pode ser unificada num símbolo ou perscrutada num diagrama tensivo. A informação na fonte, quantificável, não dispensa a informação semasiológica. O tempo manifesta-se por acontecimentos e o maior empreendimento da mente humana é promover consiliência, concordância de séries provindas de fontes distintas.

      (Adicionado: 6ªf Fev 05 2010 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Educação ambiental não-formal em Unidades de Conservação Federais na zona costeira brasileira: uma a

      Este estudo tem como objetivo a análise da educação ambiental não-formal conduzida em unidades de conservação federais localizadas na zona costeira brasileira, com base no Tratado de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis(TEASS), elaborado na sua versão final durante a Jornada de Educação Ambiental, no Fórum Global das Organizações não-Governamentais, que ocorreu paralelamente à Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente, no Brasil, na cidade do Rio de Janeiro, em 1992. (Em formato PDF)

      (Adicionado: 6ªf Fev 05 2010 | Visitas: 0 | Colocação: 8.00 | Votos: 1) Avaliar
    • O sândalo branco

      O sândalo branco (Santalum album L.), ai-kameli em Tetum, é a espécie mais valiosa de sândalos, a madeira mais cara do mundo - de onde se extraem os melhores óleos e essências - e ocorre endemicamente na ilha de Timor. Paradoxalmente, a presença do sândalo hoje é rara na maioria do território de Timor-Leste. Registam-se alguns pequenos povoamentos nos distritos de Cova-Lima, Bobonaro e Suai, e no enclave de Oecussi, como já era relatado em 1950 por Ruy Cinatti, e ainda uns poucos de exemplares aqui e ali, em algumas povoações.

      (Adicionado: 6ªf Fev 05 2010 | Visitas: 0 | Colocação: 9.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Proposta de critérios de ordenamento para a área de influência direta sobre a Área de Preservação Pe

      A preocupação com a integridade e o equilíbrio ambiental das regiões costeiras decorre do fato de serem as mais ameaçadas do planeta, justamente por representarem para as sociedades humanas um elo de intensa troca de mercadorias. O presente estudo objetiva elaborar os critérios gerais de ordenamento para a gestao integrada da área de influência direta sobre a Área de Preservação Permanente (vegetação de restinga fixadora de dunas) do litoral catarinense, Brasil. A área de influência direta foi estabelecida numa faixa de 500 m a partir dos limites da Área de preservação Permanente.

      (Adicionado: 6ªf Fev 05 2010 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Proposta metodológica de uma gestão integrada e participativa dos recursos naturais de uso comum: a

      Os sistemas convencionais de gestão de recursos naturais de uso compartilhado não consideram o potencial contido nos diferentes sistemas de autoridade construídos e administrados no nível local nem os diferentes tipos e interesses de atores sociais chaves para a gestão. Além do mais, a maioria dos instrumentos de apoio de tomada de decisão não corresponde ao uso sustentável desses recursos, apenas identifica os problemas, estabelece os possíveis cenários e seleciona o cenário de acordo com as preferências dos tomadores de decisão. Entretanto, para determinar o êxito desse sistema de gestão, é essencial a integração e a inclusão dos diferentes atores sociais no processo. Neste sentido, com base no enfoque analítico da teoria dos commons e do enfoque patrimonial, é apresentada a análise tradeoff, com o objetivo de propor uma metodologia para a promoção de uma gestão dos recursos naturais de uso comum que seja ao mesmo tempo integrada e participativa, passível de identificar os diferentes atores sociais e encorajá-los a participarem nos processos de tomada de decisão.

      (Adicionado: 6ªf Fev 05 2010 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Reflexões metodológicas como subsídio para estudos ambientais Baseados em Análise de Multicritérios

      This article represents a reflection as an aid for the environmental studies that use the multi criteria analyses as a methodological procedure. The article discusses the state of the art of the geoprocessing for environmental analyses, describing the process of data treatment so that it can compose layers of information making the characterization and the analyses of environmental issues possible. It focuses on how to deal with information in matricial files to combine variables. This study presents the analyses of the assembling and construction phases in SIG.

      (Adicionado: 6ªf Fev 05 2010 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A educação ambiental e a percepção fenomenológica, através de mapas mentais

      Os pesquisadores que trabalham com a questão da percepção ambiental precisam estar conscientes das diferentes abordagens dos procedimentos metodológicos e do caráter interdisciplinar do assunto. O modelo de desenvolvimento que estamos vivendo está prejudicando cada vez mais o Planeta. A partir do momento que o ser humano se sentir como mais um dos elementos integrantes do meio ambiente, os problemas ambientais poderão ser amenizados. Porém, para que isto ocorra é necessário um trabalho de Educação Ambiental, que permita aos indivíduos compreenderem a importância de suas ações e atitudes no meio onde estão inseridos.

      (Adicionado: 5ªf Fev 04 2010 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • O ordenamento do espaço urbano e políticas socio-ambientais

      O processo de luta pelo direito à moradia poderá contribuir para a implementação de uma nova perspectiva ambiental, especialmente quando se alicerça numa prática social visando o exercício da cidadania. Pelos resultados de nossa pesquisa, o aprendizado adquirido sobre o meio ambiente a partir das lutas sociais, poderá levar à participação cidadã dos destinos da cidade e, conseqüentemente, dos problemas ambientais. As gestões democráticas ao considerarem as demandas populares e, as exigências da legislação ambiental, estabelecem as diretrizes para uma política habitacional estruturada na participação, efetivando os agentes sociais protagonistas do espaço urbano com perspectiva ambiental.

      (Adicionado: 5ªf Fev 04 2010 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Gestão ambiental e sustentabilidade

      Uma proposta para o tratamento dos resíduos da construção civil de Santiago-rs. A preservação do meio ambiente é hoje uma preocupação mundial. O homem, através dos tempos, vem buscando o desenvolvimento a qualquer preço, que muitas vezes culmina com graves impactos socioambientais. Podemos citar como exemplo desses impactos, a má destinação dos resíduos da construção civil. Sabemos que o setor da construção civil gera empregos, infraestrutura, renda, viabilização de moradia e etc., porém, carece de uma firme política para a destinação de seus resíduos sólidos. Nesse âmbito, "Gestão Ambiental e Sustentabilidade: uma proposta para o tratamento dos resíduos da construção civil de Santiago", tema deste trabalho, tem como objetivo a realização de estudos, visando a implantação de uma Estação de Britagem, como alternativa para a destinação dos RCD do Município. Para a obtenção das informações necessárias para o desenvolvimento, utilizaram-se pesquisa bibliográfica, contatos pessoais e visitas in loco para a coleta de dados. Ressaltam-se, também, as bases legais e as práticas possíveis dos produtos resultantes do beneficiamento, e ainda, a importância de um inventário da situação dos resíduos como base de dados para um gerenciamento eficaz. Por fim, são apresentadas sugestões para trabalhos futuros que poderão subsidiar o estudo e a elaboração de um plano integrado de gerenciamento dos resíduos da construção civil, adequado ao Município de Santiago.

      (Adicionado: 4ªf Maio 20 2009 | Visitas: 54 | Colocação: 10.00 | Votos: 1) Avaliar
    • O perfil do Educador Ambiental do ensino fundamental em São Francisco Do Sul – SC

      Educação ambiental na educação brasileira. A formação do educador ambiental. A educação ambiental no mundo e no município de São Francisco do Sul-SC. Cenário crítico e fatores intervenientes na educação ambiental. Diante de tantos problemas de ordem ambiental, causados pela ação do homem sobre a natureza, é urgente que se encontrem alternativas para mudar este quadro em prol do equilíbrio ambiental e do desenvolvimento sustentável. O papel do professor do Ensino Fundamental para a efetivação da Educação Ambiental nas comunidades é fundamental e decisivo para uma mudança de atitudes a fim de contribuir para um melhoramento geral do espaço ambiental e das relações entre os seres que coabitam os mais diversos tipos de ambientes no Planeta Terra. No campo da educação, o Tema Educação Ambiental tem papel altamente relevante dentro dos currículos escolares, enquanto Tema Transversal, a ser desenvolvido por todas as disciplinas regulares, com a finalidade de promover a sensibilização para a conscientização dos alunos do Ensino Fundamental para a preservação do meio ambiente, como forma de garantir a sobrevivência do planeta para as futuras gerações. Na percepção do problema, o que se observa é que crianças, jovens e até mesmo adultos, compreendem a preocupação com o meio ambiente pela vivência diária com a poluição e a degradação do meio nos mais diversos aspectos, porém, essa compreensão não basta para que internalizem a importância de se conscientizarem realmente e mudar as atitudes para que haja a preservação deste desde o micro, suas casas, escolas, bairros, ao macro, suas cidades, florestas, rios, montanhas, desertos e todo o planeta como ser único e interdependente.

      (Adicionado: 4ªf Jan 28 2009 | Visitas: 130 | Colocação: 8.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Rotas do paludismo. Os naturalistas e a introdução de espécies

      Estivesse ou não doente Francisco Newton em Cabo Verde, ele que, depois de em aparência ter passado dez anos em São Tomé, a queixar-se de febres e delírio, escrevia a Bocage, de Portugal, referindo-se ás doenças metropolitanas, e são dele os sublinhados: "Temos um turbilhão de doenças sem numero, quasi todas terminadas em ite. Em Africa temos apenas as febres, que eu nunca lá tive." (2). Estivesse ele ou não a tomar sais de quinino, o que relata corresponde aos sintomas e tratamento do paludismo. Também corresponde á verdade a descrição das consequências da seca, esse drama que muito mais vidas ceifava nas ilhas do que a malária. Na correspondência dos naturalistas, é constante esta queixa, e bem sabemos das baixas que atingiram as equipas nas suas missões de estudo nas regiões tropicais, sobretudo no século XVIII. Aliás, o sezonismo abrange a quase totalidade das regiões tropicais e subtropicais, e até há poucas décadas era ainda um flagelo em Portugal continental. Também sabemos, ainda através dos naturalistas, que os regressados de férias na metrópole muitas vezes encontravam em São Tomé uma população branca de novas caras na sua maioria, porque entretanto muitos tinham ido ocupar o lugar deixado pelos falecidos. Mas desde tempos remotos é conhecido que o paludismo dizimou exércitos, impediu a penetração do europeu no interior de vastas colónias, criou obstáculos á construção de obras de grande envergadura. Um exemplo não muito distante bastará para nos elucidar quanto á extensão da calamidade: numa frente asiática da Segunda Grande Guerra, morreram quarenta mil homens em combate e duzentos e cinquenta mil de doenças várias, maioritariamente paludismo, isto apenas entre os aliados (Gordon, 1949). Em 1943, Soeiro & Rebelo ainda comentavam que o continente negro era fracamente povoado, o que se devia sobretudo ao paludismo e á doença do sono. Só uns quatro milhões de brancos numa população total inferior a 150 milhões.

      (Adicionado: 4ªf Dez 31 2008 | Visitas: 158 | Colocação: 9.00 | Votos: 1) Avaliar
    • As algas marinhas e respectivas utilidades

      O litoral português, com um total de 830 quilómetros comporta, separados por grandes areias, extensões rochosas, muitas delas ricas em algas. Grande parte das zonas costeiras encontram-se muito expostas à acção do mar (Lewis, 1964) e as algas do patamar médiolitoral encontram-se sobretudo no horizonte inferior, delimitado pelo nível mínimo da maré baixa (Múrias, 1994; Pereira, 1996b). Ardré (1970; 1971), que estudou exaustivamente a flora algal portuguesa no final da década de 60 (do século passado), identificou e descreveu 246 espécies de Rhodophyceae, 98 Phaeophyceae e 60 Chlorophyceae, números que não se alteraram significativamente desde então (Sousa-Pinto, 1998). A costa portuguesa apresenta um gradiente acentuado na distribuição da flora algal. A flora do patamar médiolitoral do Norte do país é similar à encontrada na zona central da Europa (Bretanha e Sul das ilhas Britânicas). A flora algal do Sul do país é, no entanto, bastante diferente, havendo aí uma nítida influência do Mediterrâneo e da zona Norte da costa ocidental Africana (Sousa-Pinto, 1998; Afonso et al., 2000).

      (Adicionado: 3ªf Dez 30 2008 | Visitas: 146 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Aquecimento Global: Fatos e Previsões

      Artigo elaborado como trabalho final da disciplina Ciência do Ambiente (BE 310) no primeiro semestre de 2007 para obtenção de créditos. O aquecimento global, um fenômeno natural muito importante para se criar as condições de prosperidade para vida neste planeta, devido a ações do próprio homem, pode ter conseqüências desastrosas em muitos setores num futuro próximo, como será explicado no corpo do artigo. Inicialmente, porém, na introdução, explica-se a física do efeito estufa e alusões a fatos históricos relacionados são feitas. A introdução termina com a previsão do mapa do mundo do futuro, caso caminhemos neste mesmo caminho que temos caminhado, conforme mostram dados estatísticos. Explicam-se, em seguida, os ciclos do carbono e do oxigênio na natureza, mostrando que, catalisada pela energia solar, a fotossíntese converte o gás carbônico (cujo reservatório é a atmosfera) em açúcar para sua sobrevivência e libera oxigênio molecular de volta á atmosfera. Os seres aeróbicos convertem-no em gás carbônico novamente em sua respiração. Este ciclo, que garante a permanência de espécies (inclusive o Homo Sapiens), vem sendo perturbado todos os dias de várias formas diferentes, podendo acarretar em calamidades naturais.

      (Adicionado: 3ªf Dez 09 2008 | Visitas: 169 | Colocação: 7.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Gestão da qualidade total em recursos hídricos - Os recursos hídricos e seu gerenciamento

      A Lei 9.433 de 08. 01. 97 institui a Política Nacional de Recursos Hídricos, para executar a qual cria o Sistema Nacional de Recursos Hídricos. Trata-se de um corpo legal amplo e profundo, cujos fundamentos básicos são os seguintes: A água é um bem de domínio público. A água é um recurso natural limitado, dotado de valor econômico. Em situações de escassez, o uso prioritário dos recursos hídricos é o consumo humano e a dessedentação de animais. A gestão dos recursos hídricos deve permitir o uso múltiplo das águas. A bacia hidrográfica é a unidade territorial para implementação da Política Nacional de Recursos Hídricos e atuação do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos. A gestão dos recursos hídricos deve ser descentralizada e contar com a participação do Poder Público, dos usuários e das comunidades.

      (Adicionado: 3ªf Out 28 2008 | Visitas: 191 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A Filosofia das Agroflorestas

      Classificação, sistemas e práticas agroflorestais. A importância da Biodiversidade nos sistemas agrícolas. Pragas em agrossistemas diversificados. Quais as vantagens econômicas da produção em Agroflorestas?. Transição do modelo convencional para o agroecológico. Preparo do solo, manejo, capina e poda. Este trabalho conceitua as agroflorestas como alternativa ao modelo agrícola (tecnológico) adotado depois da segunda guerra mundial.

      (Adicionado: 2ªf Out 27 2008 | Visitas: 178 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
15 Anteriores Próximos 15