Educação

Páginas: [<<] ... 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 ... [>>]

    • Desafios da (in)formação docente: o trabalho pedagógico com as artes na escolarização

      Ensino de arte e formação de professores. A prática reflexiva e o trabalho pedagógico com Arte/Teatro. A prática pedagógica com Arte e as concepções de letramento na escolarização. O artigo problematiza o lugar do ensino das Artes nos cursos e processos (in)formativos do educador no Brasil, sinalizando o paradigma práticoreflexivo de Schön enquanto via alternativa para correção das distorções constatadas na preparação do profissional da educação infantil e das séries iniciais do ensino fundamental. As experiências investigativas e reflexivas do autor são utilizadas como matéria-prima dos argumentos teóricos aqui utilizados. Adicionalmente, considera as diferentes conceptualizações de letramento subjacentes às macro e micropolíticas educacionais para a educação infantil e séries iniciais do ensino fundamental, como forma de problematizar o lugar do ensino de Arte na escolarização.

      (Adicionado: 6ªf Abr 03 2009 | Visitas: 41 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Educação Especial e Novas Tecnologias: O Aluno Construindo sua Autonomia

      Com muita freqüência a criança portadora de alguma deficiência, física ou mental, por suas próprias limitações motoras e/ou sociais, agravadas por um tratamento paternalista não valorizador de suas potencialidades, cresce com uma restrita interação com o meio e a realidade que a cerca. Muitas vezes, se não for adequadamente estimulada, assume posições de passividade diante da realidade e na solução de seus próprios problemas diários. É condicionada a que outros resolvam os seus problemas e até pensem por ela. Se, conforme Piaget, as crianças são construtoras do próprio conhecimento, quando portadoras de deficiência essa construção, portanto, pode ser limitada pela restrita interação das mesmas com o seu ambiente. E é nesta interação que, segundo Papert, através da ação física ou mental do indivíduo, se dão as condições para a construção do conhecimento. Sobre a importância, para o aprendizado, das interações no mundo, enfatiza Papert.

      (Adicionado: 6ªf Abr 03 2009 | Visitas: 49 | Colocação: 9.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Potencialidades pedagógicas dos movimentos sociais populares

      No presente trabalho, evidenciaremos o potencial de dimensões pedagógicas inerentes à dinâmica atual dos movimentos sociais populares. A partir de-les, enquanto espaços concretos de questionamento, ruptura e projeção social, procuraremos vislumbrar perspectivas emancipatórias. A inevitável situação de confrontação externa e de vivenciamentos radicais internos exigem dos movimentos sociais populares uma postura de constante enfrentamento da totalidade social, que vai do cotidiano ao estrutural. Muito além de classificar o potencial dos mesmos a partir de parâmetros idealistas, trata-se de tomar as condições e pressupostos existentes, com suas contradições, fraquezas e potencialidades, e as transformar em material de uma utopia concreta e vivenciável.

      (Adicionado: 6ªf Abr 03 2009 | Visitas: 41 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Vygotsky e a criação artística infantil

      As bases histórico-culturais do aproveitamento pedagógico da criatividade na educação escolar. Vygotsky e o teatro de vanguarda russo-soviético. Segundo V.V. Davydov e V.P. Zinchenko, psicólogos russos:. A psicologia das artes segundo Vygotsky. A criação artística na educação escolar. O papel da criatividade na formação escolar do educando ganhou destaque com o processo de escolarização em massa que caracterizou a democratização do ensino laico ao longo do século XX. Uma possível explicação para isso é que a criatividade teria ido ao encontro das exigências impostas à instrução formal pela industrialização da produção de bens e concorrência crescente entre as empresas.

      (Adicionado: 6ªf Abr 03 2009 | Visitas: 42 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Weber: tipos de educação e educação burocrática

      O presente texto apresenta a concepção de educação de Max Weber, analisando as fontes de sua concepção, através de sua metodologia e tipologia da ação social e da dominação legítima, para finalmente chegar em sua tipologia da educação. Os tipos de educação são, para Weber, derivados dos tipos de ação social e dominação legítima. O texto focaliza o tipo de educação burocrático, típico da sociedade moderna, e apresenta seus elementos característicos, encerrando com a crítica da concepção weberiana. Palavras-chave: Tipo Ideal, Educação, Burocracia, Racionalização, Capitalismo. Para compreender a concepção de educação em Max Weber é necessário, anteriormente, ter acesso à sua metodologia fundada na elaboração de tipos ideais e sua tipologia da dominação legítima. Isto se deve ao fato de que a concepção de educação em Weber é realizada sob uma forma tipológica derivada dos tipos de dominação legítima. Em poucas palavras, os tipos de educação são formas derivadas dos tipos de dominação legítima, e ambos os casos são processos construídos por ele através da elaboração de tipos ideais. No entanto, a tipologia weberiana fundamental é a da ação social, que também é elemento importante para se compreender sua concepção de educação e, mais ainda, a sua ênfase na educação moderna.

      (Adicionado: 6ªf Abr 03 2009 | Visitas: 47 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Origem e evolução da didática

      Este é um trabalho que sintetiza o primeiro capítulo da obra: Didática Universitária, resultados de mais de 10 anos de estudos e pesquisas. Enviado a Monografia.com nesta data: 23/02/2009. Este artigo procura esclarecer alguns aspectos sobre a origem e a evolução da Didática, como ciência autônoma, independente da Pedagogia. Tradicionalmente, se tem misturado a história da Pedagogia com a história da Didática. Claro que este não é único caso nas ciências. Aqui encontraremos sucintamente a origem da Didática, a seguir a evolução de seus estudos, logo, se situará uma reflexão sobre o momento atual da ciência neste final da primeira década deste século XXI, e se conclui com umas considerações finais.

      (Adicionado: 4ªf Abr 01 2009 | Visitas: 64 | Colocação: 10.00 | Votos: 2) Avaliar
    • Meninos são uma catástrofe na escola

      Meninos são uma catástrofe na escola: quota de professores homens no magistério alemão pode ser uma solução? Na Alemanha há uma discussão para aumentar o número de professores no magistério, que atualmente é predominado pelo público feminino. O Ministro da Educação afirmou: "nós temos que aumentar o número de professores homens no campo da docência e seria ótimo se tivéssemos uma quota de homens". Mas, é importante ressaltar que ainda há muita polêmica referente esse tema, porque alguns especialistas na área da educação questionam qual importância assumiria o critério de qualidade da profissionalização e do ensino, se for exigido uma quota de 50% de homens e de mulheres no magistério. A Alemanha planejou em 1996, juntamente com a União Européia, que até 2006, aumentaria no mínimo 20% o número de professores homens trabalhando no magistério alemão. Mas, atualmente, constata-se que esse país ainda está distante de atingir o seu objetivo e, que também não aumentou efetivamente o número de homens nos cursos de profissionalização na área da educação.

      (Adicionado: 6ªf Mar 27 2009 | Visitas: 45 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Uma lupa sobre a escola: um caleidoscópio de emoções

      Este trabalho apresenta um estudo de observação participante, efectuado numa Escola Básica 2, 3 de Santarém, onde se procurou retratar a escola e a sua vida, descrever o modelo organizacional adoptado, identificar recursos escolares e algumas relações entre os seus actores. Trata-se de um estudo interpretativo onde a recolha de dados empregue envolveu a observação directa, a análise de vários documentos elaborados na escola e o recurso a algumas entrevistas semi-estruturadas. Os resultados obtidos permitem clarificar alguns aspectos gerais de organização da escola, no entanto considera-se que a realização, no futuro, de estudos, mais aprofundados, centrados nos vários sectores de organização específicos, permitirão retratar de uma forma mais pormenorizada a escola em estudo.

      (Adicionado: 4ªf Mar 25 2009 | Visitas: 51 | Colocação: 2.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Webquest: Uma metodologia para a pesquisa escolar por meio da Internet

      Esta pesquisa teve como objetivo analisar o uso da Internet como recurso pedagógico para a realização de pesquisas escolares, orientada por WebQuest, em uma escola pública do Distrito Federal. Trata-se de uma pesquisa-ação que implementou uma WebQuest a fim de orientar tais pesquisas. Foi desenvolvida em uma turma de 23 alunos de terceira série do ensino fundamental de uma escola pública de Taguatinga que faz uso da Internet em sala de aula. Os alunos realizaram pesquisa sobre alimentação saudável com o auxílio de uma WebQuest, elaborada pela pesquisadora e explorada pelos alunos no laboratório de informática da escola. Todas as sessões foram observadas sistematicamente pela pesquisadora, registradas em um diário de campo e posteriormente analisadas. Após a implementação da referida ferramenta, entrevistou-se os estudantes, usuários da WebQuest, através da metodologia de grupo focal, e a professora responsável pelo laboratório de informática, com a entrevista individual semi-estruturada. Os dados indicam que a WebQuest como metodologia para a pesquisa escolar com base na internet facilita o processo de busca e trato das informações encontradas na grande rede de computadores e por conseqüência facilita a aquisição de conhecimentos. É uma metodologia que promove a motivação do estudante ao realizar pesquisas na internet, sem que o mesmo se disperse nas teias de informações ali disponíveis. Ressalta-se a importância da capacitação dos professores da rede pública de ensino do DF para a elaboração e utilização de WebQuest’s de forma que haja continuidade no uso da internet como ferramenta, mas de forma consciente e planejada.

      (Adicionado: 6ªf Mar 20 2009 | Visitas: 42 | Colocação: 7.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Educação, Sociedade e Autogestão Pedagógica

      Educação e Sociedade. Pedagogias Críticas e seus limites. A Pedagogia Institucional. Autogestão Pedagógica e Pedagogia Autogestionária. O presente texto discute a autogestão pedagógica no interior de uma visão da totalidade marcada pela relação entre educação e sociedade. Neste sentido, faz inicialmente uma discussão breve e preliminar sobre educação e sociedade, e, posteriormente, discute as teses da Análise Institucional sobre autogestão pedagógica. Por fim, apresenta uma breve crítica e algumas considerações sobre a pedagogia autogestionária e as possibilidades da autogestão pedagógica, bem como sua relação indissolúvel com a autogestão social.

      (Adicionado: 4ªf Mar 18 2009 | Visitas: 46 | Colocação: 10.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Abordagem performática a objetos de aprendizado

      O artigo expõe a abordagem performática a objetos de aprendizado (OA) discutindo seus limites e possibilidades educ ativas particularmente no sistema gerenciador de aprendizado MOODLE. A partir da pré-configuração de um curso em semanas nesta plataforma SGA busca-se acompanhar como podem ocorrer, através do ensino semi-presencial, procedimentos clínicos e ludopedagógicos a objetos de aprendizado numa perspectiva interacionista. A atividade, o desenvolvimento cultural e o processo de (re)educação continuada do sujeito são investigados e promovidos através do seu engajamento espontâneo na (co)laboração de um e-coletivo autônomo – no caso, as turmas cadastradasem salas de aula virtuais.

      (Adicionado: 3ªf Mar 17 2009 | Visitas: 39 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Adorno: educação e emancipação

      Para Adorno, a educação deve, simultaneamente, evitar a barbárie e buscar a emancipação humana. Ele questiona a educação autoritária e pensa uma educação emancipatória, mas, ao não apresentar um projeto de transformação social global, deixa de lado uma compreensão da totalidade da sociedade repressiva e realiza um isolamento do processo educacional, atribuindo a ele um papel transformador que dificilmente pode realizar isoladamente. Na história do pensamento educacional contemporâneo, Theodor Adorno é um nome de destaque. Nosso objetivo no presente texto é expor a concepção de educação de Adorno de forma crítica, visando resgatar, simultaneamente, suas contribuições e seus limites.

      (Adicionado: 3ªf Mar 17 2009 | Visitas: 43 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A educação em angola, principais modelos educativos usados em tecnologias

      A educação em angola, principais modelos educativos usados em tecnologias de informação cientificas, o papel do professor e do estudante com a introdução das TICS. As Tecnologias de informação são ferramentas indispensáveis no mundo em que vivemos, com elas se pretende ressaltar a importância de adotar uma postura crítica face á enorme quantidade de informação que nos chegam através das novas tecnologias. Esta atitude permitirá avançar para uma sociedade de conhecimento da chamada sociedade de informação em que estamos integrados. Sendo a educação o eixo vertebrado que vai permitir o dito trânsito. Assim mesmo se destaca o papel tão importante que joga a escola e o professorado. Uma educação superior flexível, em que as TIC tenham um papel fundamental no processo de ensino e aprendizagem. Devem garantir que os estudantes alcancem seus interesses em um ambiente aberto, democrático e participativo com um marcado sentido humanista e ético.

      (Adicionado: 6ªf Mar 13 2009 | Visitas: 56 | Colocação: 5.00 | Votos: 1) Avaliar
    • CPPT - Questões extraídas dos testes da avaliação permanente que decorreram desde 2005.07.16, até 20

      Se, através de uma penhora ou de qualquer outro acto judicialmente ordenado de apreensão de bens, for ofendida a posse ou qualquer outro direito incompatível com a realização ou âmbito da diligência, de que seja titular um terceiro, qual o meio que este deve accionar para garantir a tutela dos seus direitos e interesses legítimos? 5. Das quatro afirmações que se seguem três estão correctas. Indique a que está errada. 6. O pagamento por conta é susceptível de impugnação judicial, com fundamento em erro sobre os pressupostos da sua existência ou do seu quantitativo, quando determinado pela administração tributária. 5. Das quatro afirmações que se seguem, apenas três estão correctas. Assinale aquela que na sua opinião se encontra errada ou menos correcta.

      (Adicionado: 5ªf Fev 26 2009 | Visitas: 41 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A investigação da prática pedagógica com o projeto recreação e cidadania na Escola Municipal de Ensi

      A inclusão social. O saber e a gestão no processo inclusivo. O projeto recreação e cidadania. O perfil do (a) professor (a). A metodologia científica. Análise, conclusão e encaminhamentos. A Presente Tese de Doutorado em Ciências da Educação apresentada pela aluna Lisete Maria Massulini Pigatto a Universidad Tecnologia Intercontinental investigou: a prática pedagógica desenvolvida com o Projeto Recreação e Cidadania na Escola Municipal de Ensino Fundamental Edy Maya Bertoia na Cidade de Santa Maria RS, no intuito de delinear o Perfil do (a) Professor (a) para atuar com a Inclusão Social. Na Tese as idéias foram organizadas para serem discutidas, analisadas e desenvolvidas com bons resultados. A Pesquisa resulta numa experiência muito bem sucedida com o Projeto Recreação e Cidadania em uma escola que inicialmente era para meninos de rua, abandonados pela sorte (2004). Atualmente é vista como uma escola que apresenta um modelo desenvolvido com as práticas pedagógicas inovadoras para a prática da Inclusão Escolar e Social. A proposta volta-se a Educação Social e o seu sucesso se deve às mudanças que opera com os (as) alunos (as), pois desenvolveu um Ensino Ideal e uma Educação de Qualidade no Projeto Recreação e Cidadania. O Projeto Recreação e Cidadania como prática pedagógica apontam para uma educação humanista e emancipadora. No intuito de desenvolver um cidadão com princípios e valores para atuar com ética na sociedade. O Projeto visa a Educação Social, pois favorece o desenvolvimento da aprendizagem e da cidadania pró-ativa. Minimiza os índices de evasão e repetência, traz a família de volta a escola devido às práticas pedagógicas inovadoras que desempenha. Uma proposta que se contrapõe ao ensino tradicional. Tecnicista, fundamentado nos livros, no quadro negro e no giz. Numa educação sem atrativos, sem criatividade típica da escola pobre, carente de estímulos, motivadores e oportunidades. Sem alternativa capaz de encantá-los.

      (Adicionado: 2ªf Fev 23 2009 | Visitas: 45 | Colocação: 10.00 | Votos: 1) Avaliar
15 Anteriores Próximos 15