Educação

Páginas: [<<] ... 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 [>>]

    • Mudança de paradigma na graduação: Requisitos para os trabalhos de pesquisa científica (TPC) realiza

      O artigo envolve uma proposta de avaliação para Trabalhos de Pesquisa Científica (TPC) na Graduação, que pode ser estendida para pesquisas feitas pelos Professores, pelas dissertações de Mestrado ou as Teses de Doutorado. Basicamente, se discute a natureza do método científico, mas se incorporam objetivos ético-sociais como inerentes e imprescindíveis à pesquisa. A interação de ambos elementos conduz a um novo conceito: "qualidade científica holística", no qual se baseia a estrutura dos critérios de avaliação das pesquisas, num total de 24 (11 relativos aspectos científicos ou metodológicos; 08 relativos aos aspectos ético-sociais e 05 complementares). Sugerem-se pesos específicos para cada critério e através de um exemplo se mostra como classificar cada pesquisa num escala composta por seis níveis (excelente, muito bom, bom, suficiente, insuficiente e inaceitável).

      (Adicionado: 3ªf Out 21 2008 | Visitas: 75 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Os (des) caminhos dos cursos técnicos no Brasil

      Neste artigo é abordada o processo pelo qual se condicionou a formação profissionalizante em seu contexto histórico. Delineando vertentes de grande releváncia que irão repercutir até os dias atuais. Principalmente no atual momento, onde se reestruturam os cursos técnico-profissionalizantes. O artigo analisa também as principais idéias surgidas neste contexto de reestruturação destes cursos, bem como os distintos sentidos de uma formação profissionalizante.

      (Adicionado: 3ªf Out 21 2008 | Visitas: 63 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Diálogos e Conflitos Professor-Aluno no Ensino Superior I

      Alerto ao leitor que este é apenas um esboço de projeto para um artigo científico. Nesta primeira parte quero apenas expressar o meu ponto de vista e minha possível pretensão de refletir academicamente esse assunto e embasá-lo com algum referencial histórico. Dito isso, exponho o meu ponto de vista. Antes de tudo é uma preocupação e, por que não, um desafio. Esse desafio começa no quesito primordial: a) o professor do ensino superior quer dar aulas. Não basta só querer e dirigir-se à sala onde deveriam estar os alunos.Estes estão protelando o início das mesmas para a segunda semana letiva da Instituição de Ensino superior. Isso quando não para mais do que isso. Nesse ano, com o carnaval por volta do vigésimo dia do mês de fevereiro, boa quantidade de acadêmicos deixou para retornar à academia somente após as celebrações carnavalescas. São 3 semanas sem aula.

      (Adicionado: 2ªf Out 20 2008 | Visitas: 69 | Colocação: 1.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Formação de educadoras e educadores com enfoque crítico de gênero no contexto das políticas educacio

      Em novembro de 2005, visitei a pequena cidade de Nísia Floresta, bem perto de Natal, a capital do Rio Grande do Norte. Nísia Floresta (1810-85), nascida na localidade que hoje tem seu nome, foi escritora e educadora feminista. é considerada precursora no Brasil da luta pelos direitos das mulheres, particularmente à educação, por ter publicado, em 1832, Direitos das mulheres e injustiça dos homens, tradução livre da obra da filósofa, escritora e feminista inglesa Mary Wollstonecraft (1759-97) Vindication of the rights of woman, de 1792 (WIKIPEDIA). Nísia publicou ainda várias obras no Brasil e na Europa (SCHUMAHER & BRAZIL, 2000). Perguntei a diversas pessoas da cidade quem foi Nísia Floresta e ninguém me respondeu. Entre elas, havia um rapaz vestindo uma camiseta com uma foto de uma mulher jovem. Indaguei quem era ela e descobri que se tratava de uma professora local, recentemente assassinada pelo marido, mais um crime da paixão.

      (Adicionado: 2ªf Out 20 2008 | Visitas: 77 | Colocação: 9.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Gestão da Qualidade Total na Educação

      Qualidade Total é o novo instrumento que a sociedade, em geral, e as organizações públicas e privadas, em particular, dispõem para ingressar na nova era marcada pelo advento do Terceiro Milênio. A atual década de 90 é o fermentário, o laboratório, o cadinho onde se cristaliza a compreensão profunda do significado daquele conceito. Qualidade Total, como toda idéia importante, não pode ser enclausurada numa definição fechada. Ela é - por sua própria natureza - dinámica, multifacetada, expansiva. Seu significado está sempre aberto, incorporando novos desenvolvimentos, novas abrangências, novos desafios. Contudo, é necessário colocar a idéia da Qualidade Total em termos concretos, para que possa ser compreendida. A melhor forma de fazer isso talvez seja partir da linguagem técnica, mostrando assim o primeiro círculo do assunto; nessa abordagem, Qualidade Total seria uma ferramenta, um instrumento, uma metodologia ou, como diz o Prof. Falconi, uma estratégia para resolver problemas.

      (Adicionado: 2ªf Out 20 2008 | Visitas: 75 | Colocação: 10.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Programa “Educação para a Vida”

      Segundo a abordagem holística, própria do Século XXI, há dois princípios universais, o auto-afirmativo e o integrativo. O primeiro faz prevalecer a parte, o fragmento, o interesse individual. Já o segundo envolve o conjunto, desenha o contexto, visa o interesse coletivo. O ideal é o equilíbrio entre ambos. Entretanto, em nossa sociedade, prevalece o princípio auto-afirmativo, que exacerba o egoísmo e o individualismo, o que nos tem conduzido à constrangedora situação atual. é mister, pois, nos conscientizar acerca da necessidade de desenvolver o principio integrativo em toda a sua plenitude. Este Programa é dedicado a todos os seres humanos que não se conformam com viver uma vida opaca, sem perspectivas, sem contribuir para a sociedade e, portanto, sem felicidade, assim como a todos os homens e mulheres nos quais vibra a eletrizante meta da Auto-realização.

      (Adicionado: 5ªf Out 16 2008 | Visitas: 66 | Colocação: 8.50 | Votos: 2) Avaliar
    • Projeto “Educação para a Vida”. Abordagem holística

      Hoje fala-se bastante de novo paradigma, abordagem holística, Holística, etc. Entretanto, via de regra, as informações sobre o assunto são incompletas e às vezes inadequadas. O propósito destes artigos é, precisamente, fornecer informação consistente, aprofundada e atualizada sobre um tema tão importante. Mas antes de começar a análise detalhada de cada item, desejamos apresentar um resumo, capaz de fornecer em quatro blogs uma visão abrangente da temática em consideração.

      (Adicionado: 5ªf Out 16 2008 | Visitas: 55 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Tecnologia da Timidez

      O presente artigo é uma reflexão sobre a questão da necessidade de utilização dos meios audiovisuais na educação, especialmente no ambiente da sala de aula. Ele acentua a necessidade natural que o ser humano tem de se comunicar através de meios e de receber a comunicação a través dos cinco sentidos, destacando-se dois dentre eles o auditivo e o visual, mas não descartando enhum dos outros porque todos contribuem para a captação e compreensão de qualquer tipo de mensagem. Boa parte dos profesores teêm dificultades de utilizar tais meios. Alguns fazem isso por falta de aptidão; outros, por rejeição. Mas o certo é que todos os que fazem uso de tais meios conseguem proporcionar um melhor aprendizado a seus alunos.

      (Adicionado: 5ªf Out 16 2008 | Visitas: 59 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A atividade de serviços na valorização do capital: um estudo sobre a naturaleza do trabalho docente

      Neste trabalho abordamos as especificidades da atividade de serviços quando utilizadas para valorizar capital. Karl Marx nos coloca que os serviços apresentam um limite para sua exploração, limite que se manifesta na impossibilidade de subsumi-los realmente ao capital. Constatamos isso ao analisar o trabalho docente no Ensino Superior Privado. A subsunção real só se dá quando, na essência, a produção é realizada diretamente pelo capital, tornando o trabalhador supérfluo, porém o professor detém saber e atributos humanos que não podem ser expropriados e incorporados pelo capital.

      (Adicionado: 4ªf Out 15 2008 | Visitas: 57 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A construção de uma escola inclusiva

      O mundo vive a era da globalização, ou pode-se até dizer da pós-globalização, a cada dia que se passa mais e mais teorias são criadas e velhas são derrubadas, descobertas, lançamentos, mudanças ocorrem no clima, na política, na sociedade, no convívio das pessoas e mais particularmente na forma como se vê o mundo e como ele nos vê. Todas essas transformações supra citadas são importantes e necessárias, afinal tudo está em constante evolução. O problema que ocorre é que junto com todas essas transformações, globalização, correria, acabou-se por esquecer certos valores indispensáveis à vida dos cidadãos. Muita coisa evoluiu, mas às vezes o básico foi esquecido, direitos como: todos terem condições para ter uma vida digna, de qualidade em todos seus aspectos,... Tudo isso ficou para um segundo plano, as desigualdades e injustiças sociais cresceram assustadoramente. O discurso político é muito bonito em época de eleições, dizendo que as crianças são o futuro do mundo, do Brasil, lindo, maravilhoso, se realmente políticas fossem desenvolvidas a promover isso de verdade. Elas são o futuro sim, mas também são o presente, para se construir um futuro feliz é preciso começar a caminhar desde o presente tendo apoio em todos os seus aspectos.

      (Adicionado: 4ªf Out 15 2008 | Visitas: 64 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A construção do ser educador nos dias de hoje

      Temos percebido atualmente é uma insatisfação de muitos "profissionais da educação", reclamando sobre a sua prática, dizendo que está cada vez pior de se desenvolver um bom trabalho. Pois também já não se tem, segundo estes, uma base, uma estrutura a se seguir, a cada dia surgem novos pensadores e pressupostos que vem mudar a educação; a verdade é que essa busca por melhores condições de ensino- aprendizagem são de extrema importáncia. A formação continuada de professores, novas estratégias, dinámicas, têm de ser estudadas e aperfeiçoadas. Não podemos parar no tempo achando que sabemos tudo. Que sempre fizemos assim e deu certo, porque mudar então? A mudança é preciso, pois as pessoas já não são as mesmas, o mundo já não é o mesmo e o mercado de trabalho está exigindo pessoas que sejam realmente capacitadas, que estejam dispostas e estudarem e a renovarem sempre.

      (Adicionado: 4ªf Out 15 2008 | Visitas: 68 | Colocação: 8.67 | Votos: 3) Avaliar
    • A difícil arte de aprender a dialogar: reflexões e possibilidades

      O escrito que vem a seguir nas próximas linhas é continuação de uma reflexão mensal que se estende já por vários meses como uma colaboração para a revista eletrônica Espaço da Sophia. Neste mês a intenção é refletir sobre a dificuldade do diálogo, mesmo quando o professor está convencido de sua importáncia e sua necessidade. Vão ser refletidas três atitudes que servirão para motivar o professor para um diálogo: a empatia, o triplo conceito: investigação - tematização - problematização e, por último, a flexibilização e a disposição em aprender a dialogar. O artigo conclui que praticar o diálogo é difícil por dois motivos: pela dificuldade de aceitar esta modalidade e por não saber realmente como realizá-lo.

      (Adicionado: 4ªf Out 15 2008 | Visitas: 54 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A Educação e o Estado Novo: a ratificação da ordem dominante e a construção do imaginário político b

      O presente artigo analisa de quais formas se processaram as relações de poder no setor educacional brasileiro durante o Estado Novo (1937/45). Relata como ocorreu o desenvolvimento econômico no período, a implantação de um regime totalitário no Brasil liderado por Getúlio Vargas e a construção do imaginário político junto as massas populares. Este estudo pretende analisar como o setor educacional brasileiro foi moldado para se adequar aos interesses das forças dominantes através da Reforma Capanema que manteve na educação nacional as características dualista, elitista e estigmatizante. é também analisado neste trabalho a participação do setor educacional na construção mitológica do Estado Novo, principalmente na figura de Getúlio Vargas.

      (Adicionado: 4ªf Out 15 2008 | Visitas: 58 | Colocação: 8.00 | Votos: 1) Avaliar
    • A dislexia no contexto da aprendizagem

      A dislexia acompanha a pessoa no dia-a-dia em sua aprendizagem. Não é uma dificuldade em compreender os conteúdos de aula, o que seria resolvido com aulas particulares, um reforço em algo dificultoso para o aluno. É um distúrbio, e como tal segue a criança e adolescente em sua aprendizagem. O que ocorre, é que pode acontecer da equipe de saúde fornecer o diagnóstico, e muitas vezes não conseguir fazer o acompanhamento. Algo que poderia ser terapeuticamente melhorado acaba por tornar o diagnóstico erroneamente taxativo ao paciente. A família acaba por perder-se e não saber lidar com a situação, colocada em suas mãos. A família chega a procurar profissionais e dizer que o filho tem dislexia, e que é por isso que não se comporta bem em casa. Uma razão seria um mau comportamento, e outra, a dificuldade no progresso escolar, devido à dislexia.

      (Adicionado: 3ªf Out 14 2008 | Visitas: 86 | Colocação: 10.00 | Votos: 1) Avaliar
    • A utilização dos métodos de avaliação na investigação psicopedagógica em grupos

      O ser humano tende a relacionar-se com grupos e a constituir uma integração dessas relações, isso faz com que o indivíduo busque uma identidade pessoal aliado à necessidade de uma função social. A psicopedagogia investiga esse ensaio através de técnicas educacionais. Para isso, ocorre a interligação de outras ciências aliadas ao estudo educacional e o emprego de métodos de pesquisa possibilitando à investigação das relações sociais no contexto prático e técnico. Ocorrerá, assim, o alcance das possibilidades de melhoria que norteiam os diferentes grupos. É, necessário, o conhecimento dos comportamentos sociais e das relações grupais para construção de materiais exploratórios de investigação, que são diversos e a aplicação dessas metodologias no campo prático de atuação. Com isso, serão percebidos os conflitos e ajustamentos dessas interações para assim, ocorrer uma possibilidade da melhoria na qualidade de vida dos integrantes de cada grupo.

      (Adicionado: 3ªf Out 14 2008 | Visitas: 74 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
15 Anteriores Próximos 15