Educação

Páginas: [<<] ... 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 [>>]

    • A atividade de serviços na valorização do capital: um estudo sobre a naturaleza do trabalho docente

      Neste trabalho abordamos as especificidades da atividade de serviços quando utilizadas para valorizar capital. Karl Marx nos coloca que os serviços apresentam um limite para sua exploração, limite que se manifesta na impossibilidade de subsumi-los realmente ao capital. Constatamos isso ao analisar o trabalho docente no Ensino Superior Privado. A subsunção real só se dá quando, na essência, a produção é realizada diretamente pelo capital, tornando o trabalhador supérfluo, porém o professor detém saber e atributos humanos que não podem ser expropriados e incorporados pelo capital.

      (Adicionado: 4ªf Out 15 2008 | Visitas: 57 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A construção de uma escola inclusiva

      O mundo vive a era da globalização, ou pode-se até dizer da pós-globalização, a cada dia que se passa mais e mais teorias são criadas e velhas são derrubadas, descobertas, lançamentos, mudanças ocorrem no clima, na política, na sociedade, no convívio das pessoas e mais particularmente na forma como se vê o mundo e como ele nos vê. Todas essas transformações supra citadas são importantes e necessárias, afinal tudo está em constante evolução. O problema que ocorre é que junto com todas essas transformações, globalização, correria, acabou-se por esquecer certos valores indispensáveis à vida dos cidadãos. Muita coisa evoluiu, mas às vezes o básico foi esquecido, direitos como: todos terem condições para ter uma vida digna, de qualidade em todos seus aspectos,... Tudo isso ficou para um segundo plano, as desigualdades e injustiças sociais cresceram assustadoramente. O discurso político é muito bonito em época de eleições, dizendo que as crianças são o futuro do mundo, do Brasil, lindo, maravilhoso, se realmente políticas fossem desenvolvidas a promover isso de verdade. Elas são o futuro sim, mas também são o presente, para se construir um futuro feliz é preciso começar a caminhar desde o presente tendo apoio em todos os seus aspectos.

      (Adicionado: 4ªf Out 15 2008 | Visitas: 64 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A construção do ser educador nos dias de hoje

      Temos percebido atualmente é uma insatisfação de muitos "profissionais da educação", reclamando sobre a sua prática, dizendo que está cada vez pior de se desenvolver um bom trabalho. Pois também já não se tem, segundo estes, uma base, uma estrutura a se seguir, a cada dia surgem novos pensadores e pressupostos que vem mudar a educação; a verdade é que essa busca por melhores condições de ensino- aprendizagem são de extrema importáncia. A formação continuada de professores, novas estratégias, dinámicas, têm de ser estudadas e aperfeiçoadas. Não podemos parar no tempo achando que sabemos tudo. Que sempre fizemos assim e deu certo, porque mudar então? A mudança é preciso, pois as pessoas já não são as mesmas, o mundo já não é o mesmo e o mercado de trabalho está exigindo pessoas que sejam realmente capacitadas, que estejam dispostas e estudarem e a renovarem sempre.

      (Adicionado: 4ªf Out 15 2008 | Visitas: 68 | Colocação: 8.67 | Votos: 3) Avaliar
    • A difícil arte de aprender a dialogar: reflexões e possibilidades

      O escrito que vem a seguir nas próximas linhas é continuação de uma reflexão mensal que se estende já por vários meses como uma colaboração para a revista eletrônica Espaço da Sophia. Neste mês a intenção é refletir sobre a dificuldade do diálogo, mesmo quando o professor está convencido de sua importáncia e sua necessidade. Vão ser refletidas três atitudes que servirão para motivar o professor para um diálogo: a empatia, o triplo conceito: investigação - tematização - problematização e, por último, a flexibilização e a disposição em aprender a dialogar. O artigo conclui que praticar o diálogo é difícil por dois motivos: pela dificuldade de aceitar esta modalidade e por não saber realmente como realizá-lo.

      (Adicionado: 4ªf Out 15 2008 | Visitas: 54 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A Educação e o Estado Novo: a ratificação da ordem dominante e a construção do imaginário político b

      O presente artigo analisa de quais formas se processaram as relações de poder no setor educacional brasileiro durante o Estado Novo (1937/45). Relata como ocorreu o desenvolvimento econômico no período, a implantação de um regime totalitário no Brasil liderado por Getúlio Vargas e a construção do imaginário político junto as massas populares. Este estudo pretende analisar como o setor educacional brasileiro foi moldado para se adequar aos interesses das forças dominantes através da Reforma Capanema que manteve na educação nacional as características dualista, elitista e estigmatizante. é também analisado neste trabalho a participação do setor educacional na construção mitológica do Estado Novo, principalmente na figura de Getúlio Vargas.

      (Adicionado: 4ªf Out 15 2008 | Visitas: 58 | Colocação: 8.00 | Votos: 1) Avaliar
    • A dislexia no contexto da aprendizagem

      A dislexia acompanha a pessoa no dia-a-dia em sua aprendizagem. Não é uma dificuldade em compreender os conteúdos de aula, o que seria resolvido com aulas particulares, um reforço em algo dificultoso para o aluno. É um distúrbio, e como tal segue a criança e adolescente em sua aprendizagem. O que ocorre, é que pode acontecer da equipe de saúde fornecer o diagnóstico, e muitas vezes não conseguir fazer o acompanhamento. Algo que poderia ser terapeuticamente melhorado acaba por tornar o diagnóstico erroneamente taxativo ao paciente. A família acaba por perder-se e não saber lidar com a situação, colocada em suas mãos. A família chega a procurar profissionais e dizer que o filho tem dislexia, e que é por isso que não se comporta bem em casa. Uma razão seria um mau comportamento, e outra, a dificuldade no progresso escolar, devido à dislexia.

      (Adicionado: 3ªf Out 14 2008 | Visitas: 86 | Colocação: 10.00 | Votos: 1) Avaliar
    • A utilização dos métodos de avaliação na investigação psicopedagógica em grupos

      O ser humano tende a relacionar-se com grupos e a constituir uma integração dessas relações, isso faz com que o indivíduo busque uma identidade pessoal aliado à necessidade de uma função social. A psicopedagogia investiga esse ensaio através de técnicas educacionais. Para isso, ocorre a interligação de outras ciências aliadas ao estudo educacional e o emprego de métodos de pesquisa possibilitando à investigação das relações sociais no contexto prático e técnico. Ocorrerá, assim, o alcance das possibilidades de melhoria que norteiam os diferentes grupos. É, necessário, o conhecimento dos comportamentos sociais e das relações grupais para construção de materiais exploratórios de investigação, que são diversos e a aplicação dessas metodologias no campo prático de atuação. Com isso, serão percebidos os conflitos e ajustamentos dessas interações para assim, ocorrer uma possibilidade da melhoria na qualidade de vida dos integrantes de cada grupo.

      (Adicionado: 3ªf Out 14 2008 | Visitas: 74 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A internet criando espaço digital de aprendizado no ensino superior

      O artigo discute como um grupo de professores universitário atua utilizando novas tecnologias aplicadas á educação superior, em destaque o uso da Internet como meio auxiliar de aprendizado. Neste contexto utilizamos os referenciais de Masseto (2000), Law (1995), Almeida (2003), Ramos (1997), Rezende (2004), Borges (2000), Valzacchi (2003), dentre outros, fundamentando o tema deste trabalho. Para isto propomos um questionário para coleta de dados, onde analisamos 48 professores que atuam no ensino superior utilizando os recursos disponíveis que a internet oferece, tais como chat, fórum de debates, e-mails dentre outros, para melhorar a sua prática pedagógica.

      (Adicionado: 2ªf Out 06 2008 | Visitas: 66 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A escolha dos temas dentro da "Linha do tempo da saúde" no Brasil

      O presente trabalho representa uma breve análise sobre as redações de alunos de primeiro ano de ensino médio de escola pública do Estado de São Paulo, Brasil sobre o tema " Linha do Tempo da Saúde" . é um projeto que foi desenvolvido em curto espaço de tempo, atendendo as Propostas Curriculares do Estado de São Paulo, dentro de uma metodologia que valoriza a pesquisa dos alunos em atividades extra-classe e valorização da leitura e produção de textos. Adequar as recentes Propostas Curriculares do Estado de São Paulo é um desafio para todas as unidades escolares e cada professor em particular. De acordo com o texto destas Propostas o professor caracteriza-se como um profissional da aprendizagem e não tanto do ensino, isto é, ele apresenta e explica conteúdos, organiza situações para a aprendizagem de conceitos, métodos, formas de agir e pensar, em suma, promove conhecimentos que possam ser mobilizados em competências e habilidades.

      (Adicionado: 2ªf Set 29 2008 | Visitas: 82 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A Internet criando espaço digital de aprendizado no ensino superior

      Artigo cientifico apresentado á Faculdade de Educação da FINOM, como requisito básico parcial para obtenção do título de Especialista em Docência Superior. O artigo discute como um grupo de professores universitário atua utilizando novas tecnologias aplicadas á educação superior, em destaque o uso da Internet como meio auxiliar de aprendizado. Neste contexto utilizamos os referenciais de Masseto (2000), Law (1995), Almeida (2003), Ramos (1997), Rezende (2004), Borges (2000), Valzacchi (2003), dentre outros, fundamentando o tema deste trabalho. Para isto propomos um questionário para coleta de dados, onde analisamos 48 professores que atuam no ensino superior utilizando os recursos disponíveis a internet oferece, tais como chat, fórum de debates, e-mails dentre outros, para melhorar a sua prática pedagógica.

      (Adicionado: 2ªf Set 29 2008 | Visitas: 87 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Novos paradigmas e Educação: “recortes” psicopedagógicos

      A busca exercida na construção deste texto está voltada para o ato de sistematizar um conjunto de contribuições significativas à nossa reflexão sobre a importância dos novos paradigmas na práxis educacional. Trata-se de uma “revisita” a temas complexos, cuja leitura envolve nossos esforços para a compreensão, mas com a perspectiva de fazermos alguns recortes pelo viés da Psicopedagogia. O que tecemos aqui é uma colcha de alguns significativos retalhos, a todos nós disponibilizados em diferentes fontes de informação que, em seu todo, aproxima nosso pensar a um enfoque reflexivo sobre a prática pedagógica. Palavras - chave: novos paradigmas, práxis educacional, Psicopedagogia, redes de conhecimento, escola aprendente.

      (Adicionado: 3ªf Set 23 2008 | Visitas: 157 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • O Papel do Educador Diante da Prática do Plágio nos Trabalhos Acadêmicos

      Este parecer circunstanciado se presta a um único intuito: posicionar-se, de forma clara e indubitável, contra a falsidade ideológica ou “estelionato intelectual”. Nosso objetivo é esclarecer controvérsias quanto à necessidade da pronta informação das fontes de origem do conhecimento científico — um tema, a rigor, que nem deveríamos mais discutir, simplesmente porque se trata de algo mais do que óbvio e necessário à justa convivência acadêmica. Vale ressaltar que o texto é composto de seis partes. Para efeito didático, na primeira parte, traremos a síntese de uma narrativa possível que se aplique bem à tese central do parecer; na segunda responderemos sucintamente aos esclarecimentos propostos pelo requerido. Na terceira parte, mais desenvolvida quanto ao tema em abstrato (cópia irregular de trabalhos monográficos via Internet), apresentamos a fundamentação científica e informacional que o tema requer; na quarta, segue uma breve discussão jurídica que embasa o que fora alegado teoricamente na primeira; já, na quinta, traremos as considerações finais; por fim, na sexta e derradeira sessão do trabalho, consta a referência bibliográfica, confirmação da imperiosa necessidade da honestidade intelectual.

      (Adicionado: 3ªf Set 23 2008 | Visitas: 78 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Currículo e Movimentos Sociais. Novas Perspectivas à velhos desafios

      A educação ao longo da história da humanidade tem tido várias acepções, variando em suas concepções filosóficas e ideológicas, adquirindo ressonância diferenciada nos diversos contextos políticos, sociais, econômicos e culturais, daí decorre duas visões a cerca da educação, a funcional e a crítica. Tais perspectivas apresentam tendências pedagógicas, corporificando o fazer didático e sua expressão no currículo escolar, indicando as concepções político-ideológicas de quem às planeja e executa. De modo que para a efetivação de uma pedagogia crítica da educação se assinala a necessidade de envolvimentos dos atores educativos com os movimentos da sociedade, sejam sociais, políticos e culturais. Numa visão funcional, a educação é vista como “a ação exercida pelas gerações mais antigas sobre os que ainda não estão prontos para a vida social”. (DURKHEIM, 1967, p. 41).

      (Adicionado: 6ªf Set 19 2008 | Visitas: 76 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Idéias e intelectuais: modos de usar

      Relutei quando Amélia Cohn me convidou para tomar parte nesse evento em torno do aniversário do Cedec. Pois não se trata de um aniversariante qualquer. Com efeito, em um país onde as instituições costumam durar o tempo de interesse de seus fundadores, quantas podem comemorar 25 anos? Em um país que tem sido submetido a mudanças aceleradas em concentrado período de tempo, quantas instituições universitárias deixaram marca no debate público? Em um país no qual a vida acadêmica tem se confrontado com tanta burocracia e risco de taylorização, quantas instituições de pesquisa conseguiram renovar o seu projeto? Em um país em que as transformações ideológicas e as trocas de campo político foram tão generalizadas e intensas, quantas instituições intelectuais foram capazes de reafirmar seu compromisso de nascença com a esquerda, e de rejuvenescê-lo?

      (Adicionado: 6ªf Set 19 2008 | Visitas: 77 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Linha Verde e Educação para a Paz

      Yuli Tamir, atual ministra de educação de Israel, causou controvérsia em dezembro de 2006, quando propôs que os mapas dos livros escolares de Israel voltassem a mostrar à “Linha Verde”, as fronteiras anteriores à Guerra dos Seis Dias, resultantes do armistício de 1949 que encerrou a Guerra da Independência com os países árabes e desde então são reconhecidas pelo consenso da comunidade internacional. Em junho de 1967, na Guerra dos Seis Dias, ameaçado de ser destruído pelos países árabes vizinhos, o exército israelense, numa vitória fulminante, tomou a Cisjordânia (inclusive Jerusalém Oriental) da Jordânia, a Faixa de Gaza e a Península do Sinai do Egito, além das Colinas do Golan da Síria.

      (Adicionado: 6ªf Set 19 2008 | Visitas: 66 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
15 Anteriores Próximos 15