Educação

Páginas: [<<] 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 ... [>>]

    • O uso do vídeo na escola de tempo integral

      Participando do universo da Escola de Tempo Integral, situada no município de Rio do Sul-SC, podemos observar que o vídeo era utilizado em demasia pelos professores. Por esse motivo, procuramos pesquisar esse universo. Para isso, utilizamos questionários semi estruturados e entrevistas abertas, para saber como os professores usavam esse recurso e se conhecia suas diversas utilidades como ferramenta educacional. Em nossa pesquisa não buscamos censurar o trabalho pedagógico dessa unidade escolar, mas sim buscar reflexões acerca do uso do vídeo na escola, a fim de favorecer o processo educativo e fortalecer a aprendizagem dos alunos numa escola com um currículo diferenciado.

      (Adicionado: 3ªf Maio 10 2011 | Visitas: 0 | Colocação: 10.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Os desafios dos estudantes e das institúíçoes no convênio FUNAI - UNB

      A Fundação Universidade de Brasília-FUB-UNB foi a primeira instituição a firmar um convênio com a Fundação Nacional do Índio-FUNAI com reservas de vagas especificamente para os estudantes indígenas. No início do Convênio em 2004, 15 estudantes que cursavam faculdades particulares se submeteram a prova de conhecimentos gerais e matemática e 5 foram selecionados.

      (Adicionado: 3ªf Maio 10 2011 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Educação ambiental nas séries iniciais do ensino fundamental: estratégias para o envolvimento dos al

      Com base no presente estudo foi possível identificar que os seres vivos se relacionam não apenas entre si, como também com o meio ambiente; entretanto, somente o ser humano atua de maneira consciente sobre ele, ou pelo menos deveria atuar dessa maneira. O fato tem se configurado, pois o homem é responsável por transformações significativas e rápidas em todo o meio, sobretudo em razão dos avanços tecnológicos e das conquistas de novas áreas.

      (Adicionado: 3ªf Maio 03 2011 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Formação das/os educadores/as populares de porto alegre formadas/os em pedagogia: identidade, trajet

      Estudo realizado sobre a trajetória, desafios e historicidade das/os educadoras/es populares articuladas/os na Associação de Educadores Populares de Porto Alegre – AEPPA. A pesquisa apresenta um diálogo com as referências no campo da Educação Popular, pontuando a trajetória da formação das/os educadoras/es populares em Porto Alegre/RS, referendada pela Educação Popular, na perspectiva de explicitação das expectativas das educadoras e a profissionalização de sua atuação enquanto trabalho com dimensão educativa.

      (Adicionado: 5ªf Jan 13 2011 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Afinal! O que é Educação Inclusiva?

      Este artigo trata sobre a educação inclusiva de acordo com a visão da UNESCO (2005), fundamenta-se na proposta Educação para todos (1990) e na Declaração de Salamanca (1994). O trabalho justifica-se pela necessidade em revisar alguns conceitos e identificar qual a proposta deste novo paradigma. O termo educação inclusiva requer um olhar cuidadoso pois não limita-se a escola e ao deficiente mas integra todas as formas de educar, englobando todas as pessoas, independente do gênero, idade ou posição socioeconômica pois visa melhorar a qualidade de vida do cidadão.

      (Adicionado: 3ªf Set 21 2010 | Visitas: 0 | Colocação: 8.33 | Votos: 3) Avaliar
    • As queixas escolares na visão dos professores

      Este trabalho teve como objetivo identificar e compreender as idéias que se escondem nos encaminhamentos dos alunos com dificuldades escolares, do ensino fundamental, pelos professores da rede pública de educação, bem como quais as expectativas destes em relação avaliação psicológica. Constatamos que os professores ainda tem a expectativa de que o psicólogo descubra no aluno as causas das suas próprias dificuldades, desconsiderando as relações produzidas na/pela escola na constituição destas dificuldades. As constituições históricas tanto da Psicologia quanto da Educação revelam que essas idéias já foram questionadas e reformuladas em suas concepções teóricas e práticas mas, tais pressupostos ainda não foram incorporados pela escola, pelo professor que continuam a culpabilizar o aluno das classes menos favorecidas pelo seu baixo desempenho escolar.

      (Adicionado: 6ªf Ago 20 2010 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A ética do pedagogo

      Neste pequeno tratado o autor apresenta suas considerações a respeito do símbolo do Curso de Pedagogia e o que uma observação atenta aos membros do corpo da figura do pássaro representa para uma possível proposição de um Código de Ética para o Pedagogo. Palavras-chave: Pedagogia. Ética. Pedagogo. Código de Ética. Há algum tempo atrás fui consultado por uma importante autoridade para assessorá-la com dados do Código de Ética do Curso de Pedagogia. Na verdade, mesmo sendo Pedagogo por Graduação e Especialização nunca me preocupei com a existência ou importância de um Código de Ética da Profissão. (Em formato PDF)

      (Adicionado: 6ªf Fev 05 2010 | Visitas: 0 | Colocação: 1.00 | Votos: 2) Avaliar
    • António Sérgio Pedagogo e Político Sérgio

      António Sérgio de Sousa nasceu em 3/9/1883 em Damão, sendo filho do Governador1; foi com os pais para África, aonde viveu até aos dez anos e mais tarde, por tradição familiar, estudou no Colégio Militar, completou o curso da Marinha, viajou a Cabo Verde e Macau. Aos dezoito anos deveria ser apresentado à família real – o que recusa, sendo tal gesto interpretado pelo seu próprio pai como indício de Republicanismo – o que Sérgio nega2. Quando a República é implantada abandona a Armada e – diz-se – parte a espada de oficial, – episódios que Sérgio narra de maneira diferente, segundo A. Campos Matos. Para Campos Matos, Sérgio deixou a Armada, com um simples requerimento.

      (Adicionado: 6ªf Fev 05 2010 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Professor completo: possível?

      As reflexões deste artigo dizem respeito à pessoa do professor e a algumas qualidades que fazem deste profissional uma pessoa idealisticamente perfeita. Estas qualidades são descritas como os saberes (o conhecimento), os fazeres (a prática) e os pensares (a reflexão e a pesquisa) alavras-chave: Professor, Didática, Conhecimento, Prática, Reflexão. Um artigo de Daniela Pinto, escrito em uma das edições da Revista Universitária, motivou-me a pensar na figura ideal de um professor. (Em formato PDF)

      (Adicionado: 6ªf Fev 05 2010 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A Comunidade científica Portuguesa – alguns dos recursos utilizados para a obtenção da visibilidade

      Trata-se da pesquisa desenvolvida durante estágio de doutoramento (Universidade de Aveiro - Portugal), a qual visa identificar a opinião dos pesquisadores portugueses em relação à visibilidade das pesquisas científicas. A produção científica depende directamente de uma comunicação eficaz e, neste contexto, os periódicos científicos configuram-se como veículos legitimadores deste processo. No entanto, os pesquisadores necessitam, além de publicar suas descobertas científicas, seleccionar os melhores canais, aqueles que lhes darão reconhecimento e credibilidade científica, ou seja, periódicos científicos de prestígio.

      (Adicionado: 5ªf Fev 04 2010 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A Contribuição das Práticas Pedagógicas Inovadoras na Formação do Autor Cidadão

      O Projeto Alegria acontece no Colégio Estadual Coronel Pilar com os alunos da Classe Especial, os inclusos e as suas turmas na Cidade de Santa Maria, RS, Brasil desde 2002. Quando inicia o trabalho na escola com a Metodologia Recreação e Cidadania e aprimora-se gradativamente. Na atualidade visa contribuir para desenvolver uma Educação Social de Qualidade, numa Cidade Educativa capaz de instigar pessoas a Inclusão Escolar e Social numa Cultura de Paz. O Projeto segue a Filosofia Educacional recomendada pela UNESCO para o Século XXI, através da educação, da ciência e da cultura. Deste modo a educação deve acontecer durante a vida e não apenas na escola, estendendo-se a todas as organizações para que favoreçam oportunidades de humanização e emancipação as pessoas. Justifica-se devido à necessidade em trabalhar a inclusão escolar e social de forma saudável, em função dos preconceitos e da depredação que vem ocorrendo na escola. O Projeto favorece o desenvolvimento da Aprendizagem e da Cidadania Pró-ativa aos alunos com autonomia e criatividade. Minimiza a violência, despertando por meio da arte e da sistematização os saberes, os princípios e os valores para a ética. De forma lúdica e recreativa desenvolve a consciência plena da cidadania pró-ativa quando estimula e motiva os alunos a participar associando teoria e prática. Oportuniza vivenciar a democracia e a formação do autor por meio das práticas pedagógicas inovadoras, para isto utiliza a Metodologia Recreação e Cidadania e a Educação Fiscal, como estratégias. Para humanizar e a emancipar as pessoas de forma alternativa e interativa com bons resultados. Instiga a sociedade a conhecer o paradigma inclusivo que se instala no mundo.

      (Adicionado: 5ªf Ago 20 2009 | Visitas: 0 | Colocação: 8.50 | Votos: 2) Avaliar
    • A violência e sua relação com o fracasso escolar

      O presente trabalho teve como objetivo analisar a relação entre a violência e os fatores que promovem o fracasso escolar na escola. Tomamos como referências de análise, o estudo das teorias de Maffesoli em Dinâmica da Violência (1987), Barreto em Bons e maus alunos e suas famílias, entre outros, possibilitando um conhecimento teórico que servirá como alicerce para a fundamentação de conceitos sobre violência e fracasso escolar. Utilizamos a observação como procedimento metodológico, onde analisamos o cotidiano de duas escolas públicas estaduais, analisando como ocorre e a violência na realidade dessas escolas, e em seguida comparamos os resultados dessas escolas com as taxas de fracasso escolar das mesmas. Observamos, que cada escola está às voltas com sua própria violência, com aquilo que ela pontua como violento, dependendo de critérios de valores, tradição e outros fatores. No entanto, nos resultados indicam que nem sempre a violência está atrelada ao fracasso escolar. Diante disso cabe a escola, possibilitar ao aluno o desenvolvimento de suas ações seja motora, verbal e mental, de forma que possa intervir no processo sócio-cultural e inovar a sociedade, fortalecendo as relações família-escola. Ao que indicam os resultados, a escola precisa promover ações que busque que promova um trabalho de respeito mútuo entre todos que participam dela, professores, alunos, pais, equipe gestora.

      (Adicionado: 5ªf Ago 20 2009 | Visitas: 0 | Colocação: 6.17 | Votos: 6) Avaliar
    • Importância da integração escola - família no processo pedagógico

      O presente artigo aborda sobre a importância da Integração Escola-Família no Processo Pedagógico para uma educação de qualidade. A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica, na qual constatou-se que a relação escola X família é imprescindível, pois a família como espaço de orientação, construção da identidade de um indivíduo deve promover juntamente com a escola uma parceria, a fim de contribuir no desenvolvimento integral da criança e do adolescente. Atualmente, vive-se numa época em que a desintegração dos valores são os maiores obstáculos para o ser humano. Valores como ética e cidadania estão sendo banidos e deixados muitas vezes de fora da formação dos indivíduos. Nesse sentido, instituições sociais como a família e a escola não podem deixar que isso continue a acontecer sem fazer nada para mudar a situação. Assim, é preciso uma integração dessas duas instituições com objetivos em comum e com pessoal responsável e metodologias adequadas para se tentar resgatar esses valores tão importantes na formação do caráter dos educandos.

      (Adicionado: 5ªf Ago 20 2009 | Visitas: 0 | Colocação: 8.00 | Votos: 5) Avaliar
    • Informática na educação: a utilização da informática como recurso pedagógico nas séries iniciais

      Evolução da informática na escola brasileira. Formação do professor. Utilização da informática na educação. O computador como máquina de ensinar e como fermenta de ensinar. Software e aplicativos na educação. Recursos da internet. O presente trabalho tem como finalidade investigar o computador como instrumento pedagógico na sala de aula para quebra de paradigmas das aulas expositivas, que há tempo estão ultrapassadas, bem como sua capacidade de motivar os alunos na elaboração de trabalhos e pesquisas. Tendo o computador como meio de pesquisa e instrumento pedagógico o professor deve estar apto a ensinar e aprender com o aluno sendo crítico com os conteúdos encontrados na rede (Internet), ensinando os alunos a selecionar os sites e conteúdos mais adequados e confiáveis, descartando os inapropriados ou de pouca confiabilidade. O professor pode utilizar softwares pedagógicos, que ajuda a criança no raciocínio lógico, coordenação, leitura entre outros aspectos, por ser um recurso tecnológico inovador em sala de aula. Tornando as aulas mais atraentes, as crianças ficam mais interessadas no conteúdo, pois elas vêem o computador como entretenimento e não como uma obrigação.

      (Adicionado: 5ªf Ago 20 2009 | Visitas: 0 | Colocação: 8.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Atividade Mercosul da Marcha Mundial das Mulheres - uma prática social da educação popular

      A reivindicação de valores baseados na solidariedade, igualdade, justiça, liberdade e paz, têm sido um dos propósitos das ações da Marcha Mundial das Mulheres. Nessa perspectiva, este artigo tem como pretensão refletir acerca da experiência educativa construída pelos movimentos sociais da Região Fronteira Noroeste do RS, por ocasião da passagem da Carta Mundial das Mulheres para a Humanidade, sendo esta uma das ações da Marcha Mundial das Mulheres, realizada no município de Porto Xavier – RS, em março de 2005. Esta experiência foi protagonizada pelos movimentos sociais, organizando-se a partir de oficinas sobre temáticas diversas, atividades culturais e partilhas de experiências de grupos formais e não formais da economia popular e solidária e teve por objetivo principal contribuir para a igualdade de gênero em todas as esferas sociais.

      (Adicionado: 6ªf Maio 29 2009 | Visitas: 41 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
15 Anteriores Próximos 15