Educação

Páginas: [<<] ... 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 ... [>>]

    • Lições da Aula, de Roland Barthes, Professor no Collège de France

      Inaugurando, no Collège de France, a 7 de janeiro de 1977, a cadeira de semiologia literária, Roland Barthes pronunciou uma aula magna, designada Leçon, texto dado à luz em 1978, que se constituiu no ponto de partida para a "aventura semiológica", capitaneada pelo consagrado escritor. Passadas quase três décadas dessa pronunciação e tendo tomado diversos rumos a semiologia, não apenas a semiologia de cariz literário, fundada segundo o paradigma da lingüística, estruturada por Ferdinand de Saussure, convém investigar até que ponto as ponderações barthesianas ainda produzem significações e para quais horizontes elas apontam, sobretudo sob uma perspectiva semiológica, que enfoque questões de ensino, saber e poder.

      (Adicionado: 6ªf Maio 29 2009 | Visitas: 44 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A subjetividade do aprendente: contextos, presença, espera, holomovimentos e esperança

      Uma conferência, uma palestra, um artigo, um texto, um ensaio, um livro: movimentos de autoria percebidos no sentido da partilha e do compartilhar. Partilhamos entre os nossos iguais e compartilhamos com os diferentes? Sínteses possíveis que residem no campo do desejo. Espaços e tempos da pluralidade, da busca, da construção, da desconstrução, enfim.. Este artigo é uma tentativa de síntese da conferência intitulada "A subjetividade do aprendente", pronunciada no VIII Encontro Regional de Psicopedagogia – "Inclusão: Uma Visão Psicopedagógica", realizado pela ABPp - Seção Brasília, na Universidade Corporativa dos Correios, no dia o4/10/2008.

      (Adicionado: 5ªf Maio 28 2009 | Visitas: 41 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Sentipensar: novos modos de ser e estar nas escolas, nas famílias e nas instituições

      O sentipensar: do que se trata?. Desafios de nosso tempo: uma síntese necessária. Contribuições da Psicopedagogia: a possibilidade do (re)encontro. Novos modos de ser e estar nas escolas, nas famílias e nas instituições, ou uma (res)significação do já vivido?. Apontamentos para uma conclusão em aberto. Este artigo é formado por um conjunto de reflexões apresentadas em forma da conferência, com o mesmo título, na V Jornada de Psicopedagogia, promovida pelo Núcleo Sul-mineiro da ABPp Associação Brasileira de Psicopedagogia, no dia 9 de agosto de 2008, em Varginha, Minas Gerais. Trata-se de uma tessitura focada nos desafios presentes em nossa contemporaneidade e em possíveis alternativas para seus enfrentamentos, colocando em destaque os facilitadores movimentos possíveis da Psicopedagogia. A abordagem aqui adotada é a de fazer uso de nossas possibilidades de autoria de pensamento e, com isso, colaborar e empreender processos de tomada de consciência a respeito das necessárias mudanças paradigmáticas, da mudança de nossos olhares e, principalmente, de nossas percepções sobre as demandas presentes nas famílias, nas escolas e nas instituições.

      (Adicionado: 5ªf Maio 28 2009 | Visitas: 37 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Reconstruindo o olhar: da su(per)visão à co-visão.

      O olhar: metáfora recorrente e desejos de mudanças. Um novo olhar, tecendo a teia no aprender e no ensinar a magia da vida. Reflexão ou reflexões?. Intervenções psicosocioeducativas na mediação dos processos de aprender e ensinar. Educação como um cenário em permanente tessitura. Conhecimento, atitudes e habilidades, escolhas, princípios e inteligências: travessias e travessuras a serem feitas. Pressupostos para um novo olhar na teia mágica da vida. Através da Superintendência de Gestão de Rede, a Secretaria Estadual de Educação Rio de Janeiro, entre os meses de novembro e dezembro de 2008, realizou uma série de Jornadas Técnicas, intituladas "Inspeção Escolar: um novo olhar". Em tais jornadas, me coube fazer uma intervenção psicopedagógica como palestra, com o tema "Reconstruindo o olhar: da su(per)visão à co-visão". As idéias aqui entretecidas são oriundas de tais intervenções e o objetivo maior de sistematizá-las reside no desejo de seguir partilhando, enredando idéias para que, de fato, seja possível vislumbrarmos novos olhares em Educação.

      (Adicionado: 3ªf Maio 26 2009 | Visitas: 47 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Tecendo a teia: a Psicopedagogia no aprender e ensinar a magia da vida

      Tecendo a teia: fala/intervenção. Movimentos reflexivos, focados na formação: a Psicopedagogia no aprenderensinar. A formação continuada do psicopedagogo e no fomento aos processos de desenvolvimento da autoria de pensamento: o que estamos e podemos fazer?. Este pequeno artigo é a síntese de uma fala/intervenção proposta no VII Encontro Regional de Psicopedagogia, promovido pela ABPp Associação Brasileira de Psicopedagogia - Seção Santa Catarina, realizado no dia 22 de novembro de 2008, em Florianópolis.Trata-se de uma tessitura oriunda de diferentes processos reflexivos, focados na formação continuada do psicopedagogo, no fomento aos processos de desenvolvimento da autoria de pensamento e nos próprios movimentos de formação de nossas subjetividades enquanto profissionais e agentes de Educação e Saúde.

      (Adicionado: 3ªf Maio 26 2009 | Visitas: 44 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A discriminação racial presente em livros didáticos e sua influência na formação da identidade dos a

      Presença do racismo em livros didáticos vs. formação de identidades. A representação dos negros no LD. Produzida e veiculada por vários meios que rodeiam a nossa vida, incluindo, principalmente, o ambiente escolar, a discriminação afeta a vida dos alunos ainda em processo de formação identitária. Assim, percebendo que os livros didáticos possuem forte influência na educação, esse trabalho teve como objetivo apresentar resultados parciais de uma pesquisa realizada como trabalho de conclusão de curso, na qual realizou-se um estudo com imagens e expressões de racismo, presentes em livros didáticos, percebendo se estes trabalham com a questão da discriminação e verificando de que forma a pessoa negra é representada socialmente nestes. Assim, apresenta-se como se constatou que, para a formação de alunos que saibam respeitar as diferenças, há a necessidade de um trabalho com essa questão em sala de aula, bem como uma maior preocupação com a formação de professores.

      (Adicionado: 2ªf Maio 04 2009 | Visitas: 56 | Colocação: 1.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Educação popular e feminismo no Brasil

      A educação popular no Brasil, ainda é tida como algo marginal, mesmo sendo aceita em algumas universidades. De forma geral, é vista como algo dos empobrecidos e empobrecidas. O feminismo, por sua vez, é mais diminuído, ainda, a ponto de não caber dentro da educação popular, porque evoca um poder popular incluindo as mulheres. O objetivo deste artigo é possibilitar a reflexão, ou fazer a provocação entre os temas Educação Popular e Feminismo: até onde se entrecruzam? Ou... poderia-se dizer, até onde combinam? Como aparecem juntos, ou, ainda, não foram pautados conjuntamente, e, por quê?

      (Adicionado: 2ªf Maio 04 2009 | Visitas: 55 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Educação, cognição e subjetividade: contribuições psicopedagógicas e humanísticas

      Desde os meus primeiros estudos e escritos sobre Psicopedagogia, minha atenção sempre está voltada à constituição do sujeito cognoscente. O sujeito que conhece nasce com, ou renasce com (cognoscere = nascer com). Muitas são as questões que se entrelaçam na construção da subjetividade humana, oriundas dos diversos campos do conhecimento que privilegiam o ser humano, tais como a Psicologia, a Psicanálise, a Sociologia, a História, a Antropologia e a Filosofia, que trazem complexas contribuições ao nosso tema. Conhecer é um aspecto fundamental na constituição do sujeito humano e este processo ocorre nas interações que este sujeito estabelece com os outros e com o mundo. Quando se conhece, o sujeito de faz outro, mesmo sendo o ser único que é. O sujeito vai se estruturando como tal na medida em que vivencia estas interações, num movimento permanente e dialético originado no início de sua própria vida e que ocorre gradativamente a partir do desenvolvimento do seu pensamento.

      (Adicionado: 2ªf Maio 04 2009 | Visitas: 55 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Ensinantes do presente, Inclusão, Aprendizagem e Novos Paradigmas

      Ensaio de um pequeno (e possível) roteiro de reflexões. Introdução - Entre nós, a mudança: reflexões sobre o autorizar-se e o inscrever-se. Uma nova idade humana: da racionalização à racionalidade. Novos modos de aprender: amorosidade como possibilidade inclusiva. Conclusão: De novo o aprender, no tempo do fazer e do comunicar. Para saber mais (Bibliografia). A construção deste texto perpassou por uma série de reflexões que venho fazendo ao longo do meu caminhar como ensinante, eterno aprendente envolvido com as questões da aprendizagem e suas vicissitudes. Sua tessitura, feita num modelo de ensaio, foi idéia surgida a partir da leitura de um excelente texto publicado por Isnar Filho, onde ele nos ensina que a "grande vantagem do ensaio está na maior liberdade de expressão que ele concede ao seu autor. Regras, normas continuam valendo, mas há uma maior flexibilidade na escrita." (2) Portanto, este é um ensaio livre sobre inclusão, aprendizagem e novos paradigmas onde proponho alguns pontos de partida para nosso lidarmos com nosso mal-estar, nossas angústias e ansiedades quando pensamos sobre tais temas e, por eles, somos desafiados.

      (Adicionado: 2ªf Maio 04 2009 | Visitas: 59 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Atividades de uso real da Língua: como elas podem ajudar a transformar nossa aula

      O presente artigo tem por objetivo apresentar e discutir uma atividade realizada com estudantes[1]de 10 a 16 anos da 4ª série de um CIEP da cidade de São Gonçalo, RJ. Esta atividade faz parte de um projeto de Iniciação à Docência composto por universitários de diversos cursos da Faculdade de Formação de Professores – FFP – da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ. O desenvolvimento deste trabalho deu-se em três etapas: 1 – produção de texto com tema Você é professor. Conte como foi seu dia; 2 – elaboração e correção de um jornal com textos produzidos; 3 – correção dos textos e produção de quadro comparativo, feito pelos alunos. A análise da atividade considerará duas perspectivas principais: a pedagógica, na qual apresentaremos a necessidade e a importância do ensino produtivo de língua portuguesa; e a discursiva, na qual verificaremos como discursos produzidos através dos textos explicitam vivências, necessidades e desejos destes estudantes.

      (Adicionado: 5ªf Abr 30 2009 | Visitas: 58 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Educação Ambiental: Conseqüências e resgate da sociedade após a implatação do Município de Ipojuca,P

      O Porto de SUAPE é um porto brasileiro que fica no estado de Pernambuco, no município de Ipojuca (Região Metropolitana do Recife). Seu projeto foi baseado na integração porto-indústria a exemplo de países como França e Japão. A construção do porto de Suape foi prevista para operar produtos combustíveis e cereais a granel, substituindo o porto do Recife. Em 7 de novembro de 1978, uma lei estadual criou a empresa Suape Complexo Industrial Portuário para administrar o desenvolvimento das obras, hoje o porto é um dos maiores do Brasil; administrado pelo Governo de Pernambuco. Localizado no litoral sul do estado, distante 40 km do Recife. Sua área de influência abrange todo o estado de Pernambuco e parte dos estados de Alagoas e da Paraíba. O porto tem acesso rodoviário pela PE-060 e pela AL-101, na divisa de Pernambuco e Alagoas. É considerado o mais tecnologicamente avançado do Brasil, e é o segundo maior em capacidade do país. Recuperar e preservar o meio ambiente é uma tarefa primordial para todos os indivíduos da sociedade e a Educação Ambiental nesse ínterim serve como ferramenta para desenvolver métodos e técnicas que facilitam o processo da tomada de consciência em relação aos problemas ambientais debruçando seriamente sobre eles. A Educação Ambiental é um dos paradigmas atuais que pretende transmitir e integrar o homem e seu meio ambiente a partir da viabilização prática para o mundo.

      (Adicionado: 5ªf Abr 30 2009 | Visitas: 59 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Ensinantes do presente: múltiplas relações com o aprender, o ensinar e o saber

      Prática pedagógica das instituições de ensino do século XXI e dos ensinantes do presente: desafios em contextos. Novos modos de aprender e ensinar: a perspectiva psicopedagógica da autoria de pensamento. Afetividade e amorosidade como condição essencial à Educação contemporânea. Conclusão: um olhar novo sobre o aprender e o ensinar. Na prática pedagógica das instituições de ensino do século XXI e dos ensinantes do presente que delas fazem parte, é cada vez mais necessário à reflexão contínua e crítica sobre novos modos de aprender e ensinar numa perspectiva psicopedagógica que fomente a autonomia e a autoria de pensamento. Discutir e refletir sobre a importância da afetividade e amorosidade na Educação contemporânea é condição essencial para que cada ensinante do presente resgate sua disponibilidade para o outro e, também, para os diferentes tipos de relações com o saber, elos essenciais ao desenvolvimento dos processos de tal autonomia e autoria. Percebendo a importância das experiências vividas ao longo de nossos percursos como viventes e aprendentes, a partir de abordagens psicopedagógicas do desenvolvimento das pessoas, este pequeno artigo busca tratar de novos modos para pensarmos e refletirmos, enquanto ensinantes do presente, sobre a prática educativa, numa proposição de compreendermos, de modo mais aberto e significativo, os múltiplos desafios de educar e ensinar no nosso tempo.

      (Adicionado: 5ªf Abr 30 2009 | Visitas: 59 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • O computador como agente modificador político social nas escolas de Maceió – AL

      Trabalho publicado nos Anais do VII Congresso Internacional LOGO e I Congresso de Informática Educativa do Mercosul. Porto Alegre/UFRGS, novembro 1995. A Informática Educativa na cidade de Maceió - AL começa a se desenvolver o seu campo de atuação. Junto ao Sistema Educacional do Município traz promessas de aprimoramento da didática bem como no estímulo à interação do sujeito perante ao conhecimento.O computador sendo usado como meio de ensino não o qualifica como máquina de ensinar, mas abre um questionamento sobre a sua utilidade no ensino-aprendizagem. A partir de referências teóricas e estudos de casos, feitos no desenvolvimento do trabalho, foram definidos o início de uma pesquisa mais aprofundada sobre o assunto nas escolas públicas e particulares que utilizam o programa LOGO.

      (Adicionado: 5ªf Abr 30 2009 | Visitas: 57 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Adoção tardia: um estudo sobre o perfil da criança estabelecido pelos postulantes à adoção na comarc

      Evolução histórica dos direitos da criança na legislação brasileira. A prática do abandono de crianças e adolescentes no brasil. Breve história da adoção. Análise e tratamento dos dados. A presente pesquisa buscou conhecer os fatores associados ao perfil da criança estabelecido pelos postulantes à adoção na Comarca de Itaúna, MG, que dificultam as adoções, especificamente a adoção tardia, sendo esta o objeto de estudo. Alguns fatores sociais e culturais inviabilizam o exercício democrático da adoção, apesar da visível evolução dos dispositivos legais na doutrina e legislação brasileira. A presença de valores e padrões estéticos no imaginário social influencia na definição de critérios seletivos e rigorosos para a escolha da criança a ser adotada, possibilitando a reprodução de mitos e preconceitos.

      (Adicionado: 2ªf Abr 27 2009 | Visitas: 50 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Educação, ensino e instrução: o que significam estas palavras

      Definição de palavras, termos, categorias e objeto de estudo. Problemas da terminologia em Didática. O que é Educação num contexto didático e num contexto Pedagógico?. O que é Instrução?. O Ensino como objeto de estudo da didática.

      (Adicionado: 3ªf Abr 21 2009 | Visitas: 55 | Colocação: 10.00 | Votos: 4) Avaliar
15 Anteriores Próximos 15