Politica

Páginas: [<<] 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 [>>]

    • Camaradas, agora é oficial: acabou o socialismo

      O que aparentemente se apresentou como uma simples medida burocrática de tipo regulatório – o anúncio realizado no dia 6 de junho de 2002 pelo Departamento do Comércio dos Estados Unidos, secundado em telefonema dado no mesmo dia pelo Presidente George W. Bush a seu contraparte da Rússia, Vladimir Putin, tendente a confirmar o status de “economia de mercado” doravante atribuído ao país formado a partir do ex-sistema socialista soviético – constitui, na verdade, uma mudança de caráter histórico e fundamental nas relações internacionais contemporâneas. A partir dessa data, terminou, de fato e oficialmente, o regime econômico socialista na face do planeta.

      (Adicionado: 3ªf Ago 22 2006 | Visitas: 164 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Carta aberta ao próximo Presidente: (qualquer que seja ele)

      Escrevo estas recomendações genéricas no final do mês de agosto de 2002, quando a campanha eleitoral ainda está longe de revelar o perfil definitivo do possível vencedor do pleito presidencial do primeiro ou, mais provável, do segundo turno do próximo mês de outubro, muito embora seja quase certo que a disputa se passe entre os três principais contendores já objeto das pesquisas de opinião, à exclusão de qualquer outro concorrente. Salvo acidente de percurso, um dos três pretendentes que estão à frente das simulações até aqui realizadas receberá a faixa presidencial de seu atual detentor, no início de janeiro de 2003, confirmando assim a evolução do sistema político brasileiro na direção de um regime democrático maduro, por certo ainda fragilizado por várias imperfeições institucionais e, sobretudo, por graves mazelas sociais, mas já confirmado em sua estabilidade transicional.

      (Adicionado: 3ªf Ago 22 2006 | Visitas: 164 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Conseqüências econômicas da derrota: identificando vencedores e vencidos

      Uma das conseqüências mais recorrentes da vitória política nas eleições é a de que ela, obviamente, inverte as posições relativas da situação e da oposição, dando a esta última responsabilidades executivas que não há como eludir após a transmissão do poder: “tome, agora o abacaxi é seu!”. Outra série de conseqüências, estas menos pensadas pelos que acabam de assumir tais responsabilidades, é a de que, a partir de então, se inverte também a perspectiva governativa a partir da qual passam a ser pensadas aquelas mesmas responsabilidades, que de súbito ganham toneladas adicionais de peso específico, quando não uma “massa atômica” dificilmente administrável pelos executivos aprendizes.

      (Adicionado: 3ªf Ago 22 2006 | Visitas: 168 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • O Brasil e o terrorismo: o atentado contra o escritório da ONU em Bagdá e as reações no Brasil

      Foi preciso, helàs, a trágica morte de um brasileiro trabalhando numa posição de destaque no plano internacional – a do funcionário da ONU Sérgio Vieira de Mello, em Bagdá, no dia 19 de agosto de 2003 – para despertar no Brasil e nos brasileiros um verdadeiro sentimento de horror, suscitando reações de justa indignação, de nítida rejeição ao ato bárbaro e de sincera comiseração pela perda de uma vida devotada à causa humanitária.

      (Adicionado: 3ªf Ago 22 2006 | Visitas: 158 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Um balanço preliminar do Governo Lula: a grande mudança medida pelos números

      Qualquer avaliação isenta de um governo específico, ainda que tentativa, deve partir de dados objetivos e concretos sobre o desempenho administrativo desse governo num determinado período de tempo, normalmente o seu mandato constitucional. O governo do presidente Lula, por exemplo, deveria apenas ser avaliado a partir da herança recebida, em 1º de janeiro de 2003, de seu antecessor e com base no legado que pretende deixar, em 31 de dezembro de 2006, a seu sucessor, ainda que este possa ser ele mesmo, eventualmente reeleito, tal como facultado pela Constituição. A prudência recomendaria, portanto, que uma avaliação honesta e completa de seu desempenho no cargo seja feita apenas dentro de aproximadamente doze meses, em fevereiro ou março de 2007, quando todos os dados de 2006 estiverem disponíveis.

      (Adicionado: 3ªf Ago 22 2006 | Visitas: 164 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Agenda para uma economia política da sustentabilidade

      Potencialidades e limites para o seu desenvolvimento no Brasil. As Diferentes Visões a Respeito da Relação Economia-Ecologia, ou Sociedade-Ambiente: Potenciais e Limitações em Termos de Tratamento dessas Questões no Brasil. Características Desejáveis para uma Nova Abordagem. Como se Pode Evoluir dessas Correntes/Linhas de Pensamento para uma Economia Política do Meio Ambiente, que Incorpore a Ecologia Política como Interlocutora Privilegiada nesta Interface Inter/Disciplinar?.

      (Adicionado: 4ªf Ago 16 2006 | Visitas: 156 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Dos poderes e resistências na Sociedade Informacional

      A comunicação intenta refletir sobre a noção de cibernética e as novas configurações de saberes e relações de poder a partir da analítica das noções de ‘real’ e ‘virtual’ nos pensamentos de Jean Baudrillard e Gilles Deleuze, sinalizando, ao mesmo tempo, o agonismo entre "comunicação" e "ruído" como expressões de controle e resistências. Norbert Wiener e Cibernética. Gilles Deleuze. Jean Baudrillard. Sociedade Disciplinar e Sociedade de Controle. O "11 de Março" na Espanha e o Movimento Punk no Brasil.

      (Adicionado: 4ªf Ago 09 2006 | Visitas: 172 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Ouvidoria e Internet: aliança estratégica

      No Brasil, o Código de Defesa do Consumidor (1990), a globalização e o desenvolvimento tecnológico dos meios de comunicação de massa contribuíram para um perfil de cidadão mais exigente, com uma nova percepção da administração pública. A ouvidoria surge na tentativa de estabelecer o elo entre este cidadão e a administração pública, além de promover um indivíduo mais partícipe e colaborador nos processos decisórios e de implementações de políticas no processo de melhoria do serviço público. O desenvolvimento tecnológico fez surgir um novo padrão comunicativo e de produção ou de uma nova cultura, com abrangência mundial: a cibercultura. A internet é a grande responsável por emergir esta nova sociedade. Com o acesso disponibilizado proporciona ao cidadão digital opinar sobre a organização de sua própria coletividade, oferecendo condições para o relacionamento entre o cidadão e o governo, aumentando assim, a participação democrática Nesta configuração a ouvidoria e a internet tornam-se fortes aliadas na busca pela transparência da administração pública.

      (Adicionado: 4ªf Ago 09 2006 | Visitas: 186 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Pacifismo

      Se é preciso por fim às guerras, quem o fará e como? Imagens fotográficas e cinematográficas podem provocar repugnância e/ou compaixão, mas também ceticismo, diante de omissões flagradas. Assim como algumas imagens são tomadas como conhecimento integral, seu poder enfraquece com o tempo. As narrativas é que podem levar a compreender uma situação. As fotos limitam-se a nos perseguir.

      (Adicionado: 4ªf Ago 09 2006 | Visitas: 191 | Colocação: 7.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Sociedade da informação e democracia: a proposta governamental brasileira de combate à exclusão a tr

      Através de uma perspectiva sociológica e comunicacional-tecnológica o texto aborda a temas como sociedade informacional e convergência tecnológica e de conteúdos nessa sociedade e quais os impactos que as mesmas causam à democracia. O foco do artigo é especificamente uma reflexão sobre a implantação da TV digital interativa no Brasil e as implicações políticas e culturais da mesma na sociedade democrática. A partir de um resgate conceitual dos termos envolvidos e de análise dos documentos oficiais acerca do assunto a proposta é refletir sobre o posicionamento e encaminhamentos que o governo brasileiro têm dado a este novo meio convergente.

      (Adicionado: 4ªf Ago 09 2006 | Visitas: 181 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A tecnologia social e seus desafios

      Este capítulo explora o processo recente, e em certo sentido único, que se expande rapidamente no Brasil, de conceber tecnologias para a inclusão social (IS). Seu enfoque, interdisciplinar, orientado por problema e para a elaboração de políticas, como convém ao tema, é balizado pelo campo dos Estudos Sociais da Ciência e da Tecnologia (ESCT). Inicia-se com uma pergunta: por que é necessário conceber tecnologia social (TS).

      (Adicionado: 3ªf Ago 08 2006 | Visitas: 176 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Movimento Sindical E Práxis Política Na Agroindústria Sucro-Alcooleira

      Nosso objetivo neste texto, é tão somente lançar à discussão algumas reflexões que desenvolvemos na tese de doutorado, recentemente concluída. A questão posta enraiza-se pois, no imbricamento das noções de concepção, estrutura e ação sindical, praticizadas pelo movimento sindical dos trabalhadores envolvidos na agroindústria sucro-alcooleira paulista. Inicialmente, entendida de uma forma ampla, a ação sindical insere-se numa complexa rede de mediações, historicamente determinadas, que pode colocar em xeque a estrutura e a organização sindical, a partir de ações específicas como greves e grandes manifestações de caráter mais ou menos espontâneo, ao menos do ponto de vista da sua detonação. Tomemos como o exemplo, o Movimento de Guariba, que não eclodiu por dentro da estrutura oficial das entidades sindicais todavia, estampou naquela oportunidade, a débil representatividade e a paralisia das entidades sindicais.

      (Adicionado: 3ªf Ago 08 2006 | Visitas: 166 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • O Sindicalismo Rural No Brasil, No Rastro Dos Antecedentes

      É na perspectiva histórica de construção do sindicalismo rural no Brasil que, nesse texto, nos ocupamos. Mais precisamente, nos colocamos a discutir, de que forma e como, historicamente, o sindicalismo, como prática institucional de organização do trabalho, se insere no debate político mais amplo na sociedade. Isto é, abordar as disputas que se travam a partir de então e a materialização espacial desse processo, enquanto dinâmica e expressão geográfica da sociedade de classes.

      (Adicionado: 3ªf Ago 08 2006 | Visitas: 171 | Colocação: 10.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Reflexões sobre a construção do conceito de tecnologia social

      Em geral, quando se aborda o processo de construção conceitual, não é raro que os resultados sejam privilegiados e se deixe de lado todo o percurso (quase sempre acidentado) que levou até a consolidação de um conceito. Perde-se, desse modo, parte muito rica do trabalho de pesquisa, composto de erros, hesitações e daquilo que aprendemos quando encontramos contradições em nosso próprio pensamento e, então, somos obrigados a redecidir os caminhos e reavaliar nossos princípios e intenções.

      (Adicionado: 3ªf Ago 08 2006 | Visitas: 159 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Sistema local de informação e cidadania

      Grande parte da impressionante deficiência dos poderes locais em informação organizada deve-se ao fato de que as informações são elaboradas para abastecer ministérios, o tribunal de contas e outras instâncias externas, não sendo cruzadas, organizadas e integradas no nível municipal, que é onde o cidadão comum e a sociedade organizada mais poderiam transformar informação em participação cidadã.

      (Adicionado: 3ªf Ago 08 2006 | Visitas: 158 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
15 Anteriores Próximos 15