Saúde

 
Esportes (14) +
Páginas: [<<] ... 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 ... [>>]

    • Percepção de professores do Sistema de Ensino do Estado de São Paulo sobre o seu preparo em saúde

      Apresenta-se estudo sobre o preparo de professores para realizarem ações que visam à identificação e atendimento de escolares com problemas de saúde. Pretendeu-se oferecer subsídios para o planejamento de programas de treinamento de docentes aos setores governamentais interessados na temática. A população foi constituída por 532 professores da primeira série do primeiro grau, de escolas estaduais situadas em treze municípios do Estado de São Paulo, Brasil, onde inicialmente foi implantado o "Sistema Integrado de Atendimento Médico ao Escolar". Utilizou-se questionário como instrumento de medida. Os resultados revelaram que 74,3% dos professores se consideraram atingidos pela orientação sobre observação de saúde e medidas para solucionar desvios de saúde. A cobertura na orientação transmitida pelos orientadores de ações de assistência ao escolar (OAE) variou, entre os municípios, nos limites de 70 a 100%. A relação entre o fato de o professor ter recebido explicações do OAE e o melhor grau na auto-avaliação de preparo, indica, provavelmente, eficácia do trabalho do OAE. Recomenda-se incremento de orientação na rede estadual de ensino, ampliando os conhecimentos sobre saúde e a compreensão do professor a respeito de sua participação em programas de saúde escolar.

      (Adicionado: 2ªf Jan 29 2007 | Visitas: 162 | Colocação: 8.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Perfil nutricional, composição corporal e hábitos alimentares de modelos adolescentes brasileiras

      Caracterizar o perfil nutricional, a composição corporal e os hábitos alimentares de modelos adolescentes brasileiras. Métodos: A amostra compreendeu 110 modelos de 11 a 19 anos, divididas em duas faixas etárias. A avaliação constou das medidas antropométricas, cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC) e percentual de gordura. A avaliação dos hábitos e preferências alimentares foi realizada por meio de questionários. Para a análise estatística foram utilizados os testes T de Student e Quiquadrado, considerando como significativo p < 0,05. Resultados: Verificou-se que 30 modelos (27%) tinham entre 11 e 14 anos de idade e 80 (73%), entre 15 e 19 anos. Observou-se uma diferença estatisticamente significativa entre as duas faixas etárias, nas variáveis antropométricas e no percentual de gordura. Em relação ao estado nutricional, observou-se que 13,3% das modelos de 11 a 14 anos e 22,5% daquelas de 15 a 19 anos apresentavam-se com baixo peso (p>0,05). Quanto ao consumo alimentar, observou-se que os alimentos mais consumidos diariamente foram arroz, pães e açúcar. Em relação às preferências alimentares, observou-se que os alimentos mais citados por modelos de 11 a 14 anos foram arroz, feijão, massa, salada e frutas. Os alimentos preferidos por modelos de 15 a 19 anos foram arroz, massas, salada e frango. Conclusão: Apesar desta população ter um ritmo de vida diferente da população em geral, além das exigências profissionais quanto ao corpo, trata-se de adolescentes saudáveis.

      (Adicionado: 2ªf Jan 29 2007 | Visitas: 178 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Prevalência de sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes das regiões Sudeste e Nordeste

      Objetivo: Avaliar a prevalência de sobrepeso e obesidade em crianças, adolescentes, adultos e idosos brasileiros das regiões Nordeste e Sudeste. Métodos: Avaliação antropométrica de 17.184 pessoas, estudadas na Pesquisa sobre Padrões de Vida (PPV) realizada pelo IBGE em 1996/97, através do índice de massa corporal sendo usados como limite para sobrepeso e obesidade os valores propostos por Cole et al. por permitirem uma continuidade de critério de sobrepeso e obesidade na infância, adolescência e idade adulta.

      (Adicionado: 2ªf Jan 29 2007 | Visitas: 181 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Promoção da saúde ocular na escola: percepções de professores sobre erros de refração

      Identificar percepções de professores do sistema público de ensino, em relação aos erros de refração manifestados na idade escolar, a fim de subsidiar programas de treinamento para docentes, visando à detecção e posterior assistência a problemas oftálmicos de escolares. Estudo transversal em população de professores de primeira série do ensino fundamental, de todas as escolas públicas da região sul do município de São Paulo. Aplicou-se questionário estruturado com base em estudo exploratório.

      (Adicionado: 2ªf Jan 29 2007 | Visitas: 168 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Quociente de inteligência de crianças e adolescentes obesos através da escala Wechsler

      Foram estudadas as características intelectuais de 65 crianças obesas, de 8 a 13 anos e 11 meses, comparativamente às de 35 crianças eutróficas, através da Escala de Inteligência Wechsler para Crianças. Os dois grupos foram pareados de acordo com a faixa etária, série escolar e nível socioeconômico. O grupo de obesos foi composto por pacientes atendidos pelo Departamento de Pediatria da Universidade Federal São Paulo, e o grupo-controle, por crianças pertencentes a escolas públicas. O grupo de eutróficos apresentou significantemente melhor desempenho no teste de inteligência do que o grupo de obesos (Quociente de inteligência -QI médio - 91 x 85; p < 0,05). Crianças eutróficas revelaram maior amplitude de interesses e capacidade de adaptação social e, melhor velocidade e destreza. Houve correlação positiva entre o nível de renda, a relação peso/estatura e o QI. Apesar de todos os resultados médios de QI apresentarem dados consistentemente favoráveis aos eutróficos, não se pode afirmar total superioridade desse grupo em virtude da ampla gama de fatores emocionais intervenientes no processo de inteligência, não controlados pelo estudo.

      (Adicionado: 2ªf Jan 29 2007 | Visitas: 165 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Recomendações quanto à amamentação na vigência de infecção materna

      Infecções por vírus. Infecções por bactérias. Infecções por parasitas. Infecções por fungos. Revisão da literatura com o enfoque de amamentação e doenças infecciosas maternas, no intuito de contribuir com conhecimentos para decisões a serem tomadas pelo profissional de saúde.

      (Adicionado: 2ªf Jan 29 2007 | Visitas: 170 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Recusa Alimentar: O que fazer com a criança que não come?

      As queixas sobre os distúrbios do apetite na infância, representadas comumente pelas mães como: "Meu filho não come" e/ou "só come bobagens", tornam-se cada vez mais freqüentes nos ambulatórios e consultórios de pediatras e nutricionistas. Afetando a todos os níveis socioeconômicos e culturais, merecendo desta forma, uma análise cuidadosa do caso, a fim de se propor uma conduta mais adequada. As razões desse comportamento são bastante complexas, devido às interações de características familiares e contextos sociais, além do fato de que segundo a faixa etária, pode-se ter uma causa preponderante para o quadro de inapetência. Em função disto, os autores optaram por abordar o tema do ponto de vista do aparecimento do "sintoma" na criança de acordo com as fases de desenvolvimento e posterior conduta para prevenção e tratamento da recusa alimentar.

      (Adicionado: 2ªf Jan 29 2007 | Visitas: 157 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Relação anatômica entre a porção posterior do ânulo mitral e as artérias coronárias

      Este trabalho objetivou analisar a relação anatômica entre o ânulo da valva atrioventricular esquerda (mitral), a artéria circunflexa e a artéria posterior do ventrículo esquerdo, relacionando a distância entre as estruturas citadas ao padrão de dominância coronariano. Foram estudados 85 corações humanos, previamente fixados em solução de formaldeido a 10%. Inicialmente, avaliou-se o padrão de dominância coronariana. A seguir, realizou-se atriotomia e ventriculotomia esquerdas na parede posterior do coração, a partir das veias pulmonares em direção ao ápice cardíaco, seccionando-se o ânulo mitral. Removeu-se a parede atrial ao nível do ânulo, em toda a porção da cúspide posterior. Sobre o ânulo foram demarcados cinco pontos: 1 - comissural anterior, 2 - entre o comissural anterior e o ponto médio posterior do ânulo, 3 - ponto médio posterior do ânulo, 4 - entre o ponto médio posterior do ânulo e o comissural posterior, 5 - comissural posterior. Nestes pontos foi medida a distância entre as estruturas com um paquímetro eletrônico.

      (Adicionado: 2ªf Jan 29 2007 | Visitas: 168 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Respostas metabólicas e cardiorrespiratórias ao exercício máximo e submáximo em meninas eutróficas

      Verificar se a desnutrição pregressa, além de causar déficit na estatura de meninas também poderia estar causando uma limitação funcional à capacidade de realização de exercício máximo e submáximo em bicicleta ergométrica. Um dos problemas mais característicos relacionados à nutrição é a desnutrição, pois a privação dos nutrientes essenciais nos primeiros anos de vida pode levar à diminuição da velocidade do crescimento e do desenvolvimento, causando um tipo de desnutrição conhecida por proteico-calórica. Este tipo é a mais comum e está associada a elevadas taxas de morbidade e mortalidade (Chaves, 1985) . O Brasil apresenta um grande contingente de desnutridos, embora tenha evoluído favoravelmente da década de 70 para os dias atuais. Os dados da pesquisa nacional desenvolvida pelo INAN e pelo IBGE, em Março de 1990, indicam que 31% das crianças brasileiras menores de cinco anos apresentam algum tipo de desnutrição, sendo que 5% sofrem de desnutrição moderada ou grave. O Sudeste, embora não apresente o maior índice de prevalência de desnutrição, concentra o segundo contingente de desnutridos...

      (Adicionado: 2ªf Jan 29 2007 | Visitas: 163 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Rickettsioses emergentes e reemergentes numa região endêmica do Estado de Minas Gerais, Brasil

      O trabalho descreve um inquérito sorológico para rickettsioses em escolares e cães de Novo Cruzeiro, Minas Gerais, Brasil, em 1998. Trezentos e trinta e um escolares pertenciam a uma área endêmica e 142 a uma área não endêmica do município. Trinta e nove (10,1%) soros foram reativos à Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI) para Rickettsia rickettsiino título de 1:64, sendo que dentre esses reativos, 35 eram de estudantes de escolas de área endêmica. Dentre os 73 cães analisados quanto à presença de anticorpos anti R. rickettsii, anti Ehrlichia chaffeensise anti Ehrlichia canisà RIFI no título de 1:64, 3 (4,11%), 11 (15,07%) e 13 (17,81%) desses animais foram reativos respectivamente aos antígenos testados. Conclui-se que, a sororeatividade para R. rickettsiiem indivíduos sadios sem história prévia de febre maculosa brasileira, uma doença marcante por sua alta letalidade, e a presença de sororeatividade para Ehrlichiacom potencial patogênico para o homem em cães, nos leva a indagar sobre a transmissão ao homem de outras espécies da família Rickettsiae na área estudada.

      (Adicionado: 2ªf Jan 29 2007 | Visitas: 162 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Saúde de populações marginalizadas: desnutrição, anemia e enteroparasitoses em crianças

      Objetivos: verificar a prevalência de desnutrição energético-protéica (DEP), anemia e enteroparasitoses em crianças de uma favela do "Movimento dos Sem Teto". O estado nutricional pode ser definido como a condição de saúde e a constituição corporal do indivíduo, resultantes da ingestão e utilização biológica de nutrientes no decorrer de sua vida.Enquanto que a ingestão depende fortemente do poder aquisitivo das famílias, a utilização biológica está claramente associada a situações tais como as doenças infecto-parasitárias. Tanto uma condição quanto a outra estão comprometidas em ambientes caracterizados pelo baixo nível socioeconômico. Assim posto, fica evidenciada a determinação social da desnutrição. Portanto, o estudo de sua prevalência constitui-se num excelente indicador de desenvolvimento social. A Pesquisa Nacional sobre Saúde e Nutrição (PNSN), revelou que 30,7% das crianças brasileiras eram desnutridas, sendo que 5,1% em grau moderado ou grave de acordo com a classificação de Gomez et al.A prevalência de desnutrição (todas as formas) foi cerca de duas vezes e meia maior no Nordeste (40,0%) do que a encontrada na população do Sul e Sudeste (20,6%). Para os casos de desnutrição moderada e grave, a diferença foi ainda mais expressiva: 10,1% para o Nordeste e 2,4% para o Sul e Sudeste...

      (Adicionado: 2ªf Jan 29 2007 | Visitas: 164 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), para atender as indicações médicas de interrupção

      Objetivo: Descrever a Campanha "Olho no Olho" - 2000, na perspectiva dos pais dos escolares da rede pública estadual, em Maceió/AL. Questionário aplicado a 263 pais de escolares, escolhidos por amostra aleatória, de um universo de 1.996 crianças encaminhadas à consulta. Entrevista realizada entre agosto e outubro de 2001, para coleta de dados a respeito das etapas da Campanha, da saúde ocular e aspectos sociais dos pais. Foram entrevistados pais de 263 crianças encaminhadas à consulta, das quais 89,35% compareceram à consulta e 82,98% foram acompanhadas pelo entrevistado; 82,13% das consultas foram realizadas em mutirão em escola da região; 73,85% acharam que a informação sobre a prescrição ou não de óculos na consulta foi satisfatória; foram prescritos óculos a 47,23% das crianças; dessas, 87,39 % receberam óculos; 65,77% dos entrevistados disseram que não houve demora na entrega dos óculos; 69,07% disseram que a criança gostou dos óculos recebidos; 79,38% das crianças estavam usando os óculos; aprovação da Campanha por 91,64% dos entrevistados; 69,96% eram mães das crianças; 66,92% sabiam ler; a renda da família era até dois salários mínimos em 71,86%; 15,59% dos entrevistados usavam óculos. Os 10,65%, que não foram à consulta, alegaram não ter dinheiro para o transporte em 28,57%.

      (Adicionado: 2ªf Jan 29 2007 | Visitas: 153 | Colocação: 7.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Seletividade alimentar da criança

      O que é uma alimentação desejável? O que é normal?. O ambiente da seletividade alimentar. Causas da seletividade alimentar. Avaliação da criança. O presente ensaio foi baseado em livros clássicos de pediatria e artigos pesquisados nas bases de dados eletrônicas MEDLINE e SCIELO, utilizando para busca os termos picky eating,seletividade alimentar e anorexia infantil. Foi dada preferência aos estudos publicados nos últimos 5 anos, não descartando os mais antigos, com relevância para o tema.

      (Adicionado: 2ªf Jan 29 2007 | Visitas: 156 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Suplementação nutricional da criança

      O objetivo deste artigo é refletir sobre a fortificação alimentar como estratégia preventiva no combate a anemia, uma vez que o alimento escolhido pode atingir diretamente o público-alvo e não depende da colaboração da população escolhida. Os autores citam diversas pesquisas que obtiveram excelentes resultados, demonstrando a eficácia dos alimentos enriquecidos com ferro, fazendo parte do hábito alimentar da criança e com ótima aceitação.

      (Adicionado: 2ªf Jan 29 2007 | Visitas: 163 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Transtornos alimentares em escolares

      Este trabalho investiga a freqüência de possíveis transtornos da alimentação e comportamentos alimentares inadequados em crianças e adolescentes de seis cidades do interior de Minas Gerais, uma vez que a maioria dos autores afirma uma prevalência maior em países desenvolvidos. Anorexia nervosa e bulimia nervosa são transtornos alimentares freqüentemente crônicos e associados com um alto índice de comorbidade, sendo a bulimia mais freqüente que a anorexia. Sua prevalência é alta, com 90 a 95% dos casos ocorrendo no sexo feminino. Apesar de a prevalência desses transtornos na população geral ser muito menor, um aumento do número de casos tem sido observado em homens e mulheres de todas as idades. De acordo com um grande número de autores, a prevalência desses transtornos, que fica entre 1% e 4%, vem aumentando significativamente nos últimos anos.

      (Adicionado: 2ªf Jan 29 2007 | Visitas: 162 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
15 Anteriores Próximos 15