Saúde

 
Esportes (14) +
Páginas: [<<] ... 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 ... [>>]

    • Habitação saudável e ambientes favoráveis à saúde como estratégia de promoção da saúde

      Movimento da promoção da saúde e da habitação saudável. Habitabilidade e ambiência: estratégias para a promoção da saúde. Neste artigo, discute-se a Habitação Saudável enquanto campo potencial de conhecimento e de práticas a serem aplicadas na estratégia de Promoção da Saúde, como instrumento de abordagem ampliada de discussão dos problemas relativos à saúde e à qualidade de vida. Apresenta-se o desenvolvimento e a consolidação da Promoção da Saúde, centrando a discussão em dois campos de ação: políticas públicas saudáveis e criação de ambientes favoráveis à saúde. Como caminho de reflexão e aproximação dos campos da Promoção da Saúde e da Habitação Saudável, são utilizados os conceitos de habitabilidade e de ambiência. Habitação saudável, Promoção da saúde, Habitabilidade, Ambiência.

      (Adicionado: 3ªf Nov 06 2007 | Visitas: 180 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A concepção e prática dos gestores e gerentes da estratégia de saúde da família

      Este estudo analisa a gerência no âmbito municipal através da prática dos gestores e gerentes de unidades gestoras de Saúde da Família: secretarias de saúde e unidades básicas de saúde. O quadro teórico toma a gerência e as tecnologias de relações sociais enquanto instrumentos do processo de trabalho em saúde, considerando-as ferramentas potentes de mudanças, na micropolítica do trabalho vivo em saúde. A abordagem metodológica é qualitativa e as técnicas de pesquisa foram a observação participante sistematizada e as entrevistas semi-estruturadas. Os sujeitos da pesquisa foram os secretários municipais de saúde, coordenadores de Saúde da Família e diretores de quatro municípios do Estado do Maranhão. Os resultados revelam que a gerência está pautada num estilo gerencial tradicional caracterizada por um núcleo burocrático duro, porém com perspectiva de mudança porque, na prática, já existem brechas que sinalizam o estabelecimento de relações de responsabilização e mais acolhedoras com os usuários e as famílias. Gerência de serviços de saúde, Processo de trabalho em saúde, Saúde da Família.

      (Adicionado: 2ªf Out 29 2007 | Visitas: 181 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A relação entre o espaço e a saúde bucal coletiva

      A relação entre o espaço e a saúde e a construção social destes dois elementos. A saúde bucal e a sua expressão espacial. Análise espacial em saúde bucal: a epidemiologia georreferenciada. Por uma epidemiologia georreferenciada. A importância do meio-ambiente sobre a saúde das pessoas é uma preocupação antiga do ser humano. Dos textos hipocráticos aos dias de hoje, o conceito de espaço permitiu e permite diferentes representações e formas de apreensão. Superando a concepção natural do espaço apenas como um ambiente inerte e passivo, a visão de um espaço geográfico socialmente construído, tanto como um receptor dos processos sociais quanto como o próprio ativador destes processos, torna-se cada vez mais relevante na compreensão dos fenômenos envolvidos no processo saúde-doença.

      (Adicionado: 2ªf Out 29 2007 | Visitas: 182 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Possibilidades de contribuição do farmacêutico para a promoção da saúde

      Papel do farmacêutico ao longo do século XX. Contribuição da profissão farmacêutica para a promoção da saúde. Reorientação do serviço de farmácia. Desenvolvimento das habilidades da comunidade. Incentivo à ação comunitária. Os medicamentos são considerados a principal ferramenta terapêutica para recuperação ou manutenção das condições de saúde da população. No entanto, o simbolismo de que eles são revestidos e, conseqüentemente, o uso dos mesmos pela sociedade, tem contribuído para o surgimento de muitos eventos adversos, com elevado impacto sobre a saúde e custos dos sistemas. Assim, a promoção do uso racional dos medicamentos é uma ferramenta importante de atuação junto à sociedade, para senão eliminar, minimizar o problema. Neste sentido, o farmacêutico pode contribuir sobremaneira, já que este é assunto pertinente a seu campo de atuação. Sua participação em equipes multidisplinares acrescenta valor aos serviços e contribui para a promoção da saúde. Este artigo trata destas questões e discute as possibilidades desta contribuição. Uso racional de medicamentos, Farmacêutico, Promoção da saúde, Atenção farmacêutica,

      (Adicionado: 2ªf Out 29 2007 | Visitas: 170 | Colocação: 7.00 | Votos: 2) Avaliar
    • Utilização dos serviços de saúde

      Desigualdades na utilização dos serviços de saúde da rede SUS e da rede privada nos municípios-casos. Desigualdades no acesso e utilização dos serviços de saúde na Região Metropolitana de São Paulo. Este artigo relata achados dos estudos de casos realizados em cinco municípios da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP): São Paulo, Guarulhos, Santo André, Osasco e Franco da Rocha. As desigualdades no acesso aos serviços e sua utilização foram descritas a partir de tabulações avançadas da Pesquisa de Condições de Vida-PCV de 1998 do Seade. Analisamos informações a partir das variáveis posse ou não de planos de saúde, quintil de renda e faixa etária. Os atributos estudados foram: utilização dos serviços, tipo de cobertura do plano, procura pelos serviços e tempo médio de espera no atendimento.

      (Adicionado: 2ªf Out 29 2007 | Visitas: 153 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A ayahuasca como terapêutica para o uso de drogas

      A problemática da pesquisa: ayahuasca e xamanismo. Hipóteses, objetivo e procedimentos da pesquisa. Referência empírica: definições, descrição e via de acesso às fontes. Consideramos o uso da ayahuasca em perspectiva cultural, analisando o "imaginário" relativo à motivações, atitudes, experiências e expectativas relacionadas ao consumo, Indagando como, e se o modelo de consumo ritual de ayahuasca, funciona como re-estruturador em relação a desestruturação provocada pelo uso de drogas. A referência empírica abrange centros da União do Vegetal, do Santo Daime e clandestinos. Imaginário, psicoativo, ayahuasca, Santo Daime, União do Vegetal, clandestinos, Antropologia Médica, Xamanismo.

      (Adicionado: 2ªf Out 22 2007 | Visitas: 145 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Assistência ao pré-natal

      Proporção da população SUS dependente das UBST / UBSF X profissionais existentes. Instrumento de pesquisa. A escuta e o diálogo na assistência ao pré-natal, na periferia da zona Sul, no município de São Paulo. Foi realizado um estudo transversal para verificar a importância da escuta e do diálogo na assistência prestada às gestantes no programa pré-natal, em quatro Unidades Básicas de Saúde: duas com modelo Tradicional e duas com modelo em Programa de Saúde da Família (PSF), localizadas na região da Subprefeitura Capela do Socorro, São Paulo. O objetivo foi identificar as percepções das gestantes quanto à escuta e diálogo oferecidos pela equipe pré-natal. Foi colhida uma amostra por sorteio de 50% das gestantes que estivessem no terceiro atendimento. Para as 152 participantes, utilizou-se questionário auto-aplicável, semi-estruturado com algumas perguntas abertas, elaborado após teste prévio. A análise estatística foi feita com os testes G de Cochran e quiquadrado. O número de gestantes que receberam orientações quanto ao funcionamento do Programa foi maior na Unidade Tradicional Icaraí. Percebeu-se que a gestante encontra escuta e diálogo no pré-natal tanto nas Unidades Tradicionais quanto nas com PSF, sugerindo que nos dois modelos de atendimento pode-se realizar excelente trabalho de Saúde Pública. Escuta, Diálogo, Percepções, Sentimentos, Valores.

      (Adicionado: 2ªf Out 22 2007 | Visitas: 162 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Competências profissionais em saúde

      Especificidades do envelhecimento e formação profissional em saúde. Interfaces das políticas voltadas para os idosos. Atenção integral à saúde do idoso. Interdisciplinaridade e intersetorialidade na saúde do idoso. Competência profissional. Currículo e a formação do profissional médico frente ao envelhecimento populacional. A pós-graduação. Novas competências profissionais em saúde e o envelhecimento populacional brasileiro: integralidade, interdisciplinaridade e intersetorialidade. Este trabalho discute as características da formação médica frente ao processo de envelhecimento e as especificidades da atenção à saúde do idoso, de forma a sistematizar as competências necessárias para profissionais de saúde. A premissa é que existe uma distância marcante entre, por um lado, conteúdos necessários à boa prática geriátrica e diretrizes das políticas de saúde e educação e, por outro lado, o currículo atual da graduação e da pós-graduação. A transição epidemiológica e demográfica coloca a Geriatria e Gerontologia como uma especialidade com mercado em expansão, tanto no setor público como privado, implicando a discussão da normatização da formação e distribuição de RH na saúde. Porém, a pouca valorização da presença de seus conteúdos nos currículos não reflete apenas uma questão pedagógica. Ao que tudo indica, apesar da legislação existente, ainda não está clara a importância destes conteúdos para a sociedade. A inclusão do processo de envelhecimento como curso de vida e em todos os seus aspectos nos currículos de graduação é uma prioridade. É também necessário ampliar a discussão sobre o papel da pós-graduação, da educação permanente e da educação continuada a fim de fazer frente ao desafio de envelhecer com qualidade. Educação médica, Idosos, Envelhecimento, Recursos humanos.

      (Adicionado: 2ªf Out 22 2007 | Visitas: 165 | Colocação: 7.00 | Votos: 2) Avaliar
    • Tuberculose em profissionais de saúde: medidas institucionais de prevenção e controle

      O risco de infecção tuberculosa e doença pelo Mycobacterium tuberculosis em profissionais de saúde tem recebido atenção desde a década de 1990, quando a morbidade e mortalidade associadas à doença aumentaram na comunidade em geral. A importância da exposição ocupacional no comprometimento desses indivíduos é variável nas diversas instituições e localidades. Manuais orientando práticas de trabalho e medidas de controle ambiental com objetivo de também diminuir essa exposição têm sido elaborados por comitês em vários países. Este texto apresenta revisão das evidências do risco ocupacional da tuberculose, dos fatores envolvidos, das medidas apresentadas por vários manuais e os aspectos valorizados em cada um, de acordo com as diferentes características das instituições. Infecção tuberculosa; tuberculose; profissionais de saúde; tuberculose ocupacional.

      (Adicionado: 3ªf Out 02 2007 | Visitas: 186 | Colocação: 7.00 | Votos: 1) Avaliar
    • Previsão da evapotranspiração de referência utilizando redes neurais *

      O objetivo deste trabalho é analisar o potencial uso das redes neurais como ferramenta de previsão da evapotranspiração de referência. As redes neurais, tomadas como um modelo de reconhecimento de padrão, deveriam ser capazes de inferir sobre o comportamento futuro da evapotranspiração, a partir de uma série histórica de dados climáticos recentes. Os dados climáticos foram coletados na estação Climatológica Principal de Viçosa-MG (83642), no período de 1992 a 2001 e foram divididos em 3 parcelas: de 1992 a 1997, utilizada para treinamento; de 1998 a 1999, para teste; e de 2000 a 2001, para validação. As melhores predições obtidas na estimativa da evapotranspiração de referência apresentaram um erro padrão de estimativa de 0,8mm e um erro percentual relativo médio de 20%, quando se utilizou 10 dias da série história para prever a evapotranspiração ocorrida no dia seguinte. A estrutura 10-10-1, utilizando o valor 0,01 para a taxa de aprendizagem e também para o fator momentum, promoveu a obtenção do menor erro durante um aprendizado de 1000 épocas. O aumento no número de neurônios da camada intermediária, assim como, a inclusão de uma segunda camada não favoreceu melhores ajustes, enquanto o aumento no número de dias para a previsão reduziu a precisão dos resultados. Previsão, evapotranspiração, redes neurais.

      (Adicionado: 2ªf Out 01 2007 | Visitas: 167 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Prevalência e convivência de mulheres com síndrome prémenstrual

      O presente estudo teve um caráter descritivo, realizado com uma amostra casual de 101 mulheres de 15 a 40 anos entre estudantes e funcionárias da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP, com o objetivo de estudar a prevalência da Síndrome Pré-Menstrual (SPM), destacando o modo como essas mulheres vivenciam e enfrentam a SPM; quais os sintomas característicos e as possíveis causas e conseqüências que possam interferir socialmente. O instrumento de coleta de dados foi um questionário semi-estruturado preenchido pelos próprios sujeitos da pesquisa que consentiram participar da mesma. Como resultados, notamos que mesmo entre faixas etárias distintas, a sintomatologia da SPM está presente, sendo que 99% das mulheres têm a percepção desses sintomas característicos e 81,2% relatam algum tipo de interferência da síndrome no seu cotidiano. Dentre os sintomas questionados, a ansiedade com 72,4%, a facilidade de choro com 61,4% e a irritabilidade com 54,4%, foram os mais queixados. Mulheres; Síndrome Pré-Menstrual; Sinais e Sintomas; Qualidade de Vida.

      (Adicionado: 6ªf Set 28 2007 | Visitas: 163 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • Ressecção Transuretral da Próstata (RTUP): Complicações trans-operatórias e pós-operatórias em Hospi

      Avaliar o impacto da ressecção transuretral da próstata (RTUP) aplicada em pacientes com hiperplasia prostática benigna e a prevalência das complicações intra-operatórias e pós-operatórias em um centro médico de referência. Metodologia: Analisamos 172 prontuários de pacientes submetidos a RTUP para HPB no Hospital de Base de 2000 a 2002. Segundo um protocolo elaborado, observamos no pré-operatório dados demográficos, antecedentes mórbidos e indicação cirúrgica. A condição clínica foi medida, no pré e pósoperatórios, pelo IPSS (international prostatic symptoms score), prevalência dos sintomas prostáticos (LUTS), dosagem de PSA (prostatic specific antigen), ultra-sonografia (US) e anatomopatológico. Em relação à RTUP, investigamos o tipo de anestesia, o tempo operatório, e as complicações intra-operatórias e pós-operatórias. Hiperplasia prostática benigna; ressecção transuretral da próstata; complicações.

      (Adicionado: 6ªf Set 28 2007 | Visitas: 162 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
    • A importância da bioética nas pesquisas em fonoaudiologia

      Após a Segunda Guerra Mundial a humanidade tomou conhecimento das inúmeras práticas de eliminação em massa e das pesquisas realizadas em seres humanos. Como reações a esses acontecimentos surgiram manifestações que visavam estabelecer alguns parâmetros éticos a serem observados nas práticas científicas. O primeiro foi o Código de Nuremberg (1947), documento de âmbito internacional em defesa dos sujeitos da pesquisa. Todo esse esforço para preservar a dignidade do ser humano fez com que fosse instituído o que se entende hoje como princípios fundamentais da Bioética. A Fonoaudiologia, profissão e especialidade da área da saúde, envolvida não só em questões cientificas, mas também nos aspectos referentes ao atendimento de pacientes, bem como no que se refere à realização de pesquisas que deve resguardar os direitos das pessoas participantes de projetos, frente à proteção a riscos, aos desconfortos, à privacidade e a abusos de qualquer espécie, por isso a interação da Bioética com a Fonoaudiologia é extremamente fértil. Esta revisão objetivou ressaltar a relação existente entre a Bioética e a Fonoaudiologia no contexto da realização de pesquisas. É possível concluir a necessidade de que todos os envolvidos na área busquem desenvolver e ampliar os espaços de reflexão sobre os aspectos morais e bioéticos envolvidos na prática da pesquisa em Fonoaudiologia, haja vista que o termo de consentimento e a apreciação do projeto de pesquisa por um Comitê de Ética são primordiais na condução das atividades de pesquisa em Fonoaudiologia. Audiologia; Patologia da Fala e Linguagem; Ética em Pesquisa; Bioética.

      (Adicionado: 5ªf Set 27 2007 | Visitas: 166 | Colocação: 5.50 | Votos: 2) Avaliar
    • Características das mulheres que realizam exame preventivo do colo do útero durante a gestação: base

      O câncer de colo do útero tem relação com infecção por HPV (Papilomavírus Humano), e esta com número de parceiros sexuais, fumo, status imunológico da paciente, clamidíase, vaginose bacteriana, uso de anticoncepcionais orais e outros. Sabe-se que em média 90 a 95% das vezes o HPV está associado com casos de neoplasias intra-epiteliais do colo uterino e que se diagnosticados e tratados precocemente são curáveis. Por isso, a importância do exame Papanicolaou, estando a paciente gestante ou não. Nada mais oportuno fazêlo na gravidez, período em que a mulher vai espontaneamente à Unidade de Saúde para realização do Pré-natal. Este trabalho analisou a aceitação das mulheres em fazer esse exame preventivo no período gestacional, entrevistando 81 mulheres com questionário estruturado.

      (Adicionado: 5ªf Set 27 2007 | Visitas: 196 | Colocação: 6.33 | Votos: 3) Avaliar
    • Impacto das intoxicações por antidepressivos tricíclicos comparados aos depressores do “sistema nerv

      Os antidepressivos tricíclicos (ADT) constituem uma classe de drogas de alta importância toxicológica, porque o uso abusivo dessa substância acarreta alguma sintomatologia ou mesmo risco de vida, pelo fácil acesso, em razão do baixo custo, da distribuição pelo sistema público de saúde e pela prescrição indiscriminada. Este trabalho teve por objetivos avaliar o impacto das intoxicações por ADT atendidos em um hospital terciário comparando com as intoxicações ocasionadas por outras drogas depressoras do “sistema nervoso central”. Para a realização deste trabalho foram avaliados os atendimentos realizados pelo Centro de Assistência Toxicológica (CEATOX) de São José do Rio Preto, entre o período de 01 de janeiro de 2001 até 31 de dezembro de 2003, através da Ficha de Notificação do CEATOX. Antidepressivos Tricíclicos; Neurotoxinas; Depressores do “Sistema Nervoso Central”; Estudos de Avaliação; Avaliação de Medicamentos.

      (Adicionado: 5ªf Set 27 2007 | Visitas: 162 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
15 Anteriores Próximos 15