Foram encontrados 30 trabalhos com a palavra "didatica"

Páginas: 1 2 [>>]

Home : Administração e Finanças : Marketing

  • Merchandising social na novela Mulheres apaixonadas

    Conceitos associados ao Merchandising social. A Telenovela e o merchandising social. Análise da novela. A aceitação das temáticas sociais. A televisão vem sendo objeto de estudo desde que foi inventada. Parte dos seus estudos já advém das teorias de comunicação de massa oriundas do rádio. A sua influência é a maior preocupação desses estudiosos, pois ninguém até hoje tem dados que comprovem sua real eficácia. Ela que já foi em outros tempos dominadora, torna-se agora interativa, levando em conta aquilo que o telespectador quer ver. As telenovelas brasileiras são um produto cultural que seguem toda essa didática. Em meio a histórias fantasiosas, as tramas nos levam a pensar se essas mensagens podem ser benéficas ou perigosas...

    (Adicionado: 3ªf Out 03 2006 | Visitas: 657 | Colocação: 6.00 | Votos: 2) Avaliar

Home : Arte e Cultura

  • Como surgiram as escolas especializadas em guitarra no Rio de Janeiro

    A recente história do ensino da guitarra elétrica no Rio de Janeiro é marcado pela ausência de uma didática específica para o instrumento. Apesar de o Brasil ser um dos países pioneiros nas pesquisas sobre eletrificação de instrumentos de cordas, durante muitos anos o que se viu foi um grande hiato no ensino da guitarra elétrica em nosso pais. Enquanto a guitarra elétrica se desenvolvia em pleno vapor nos Estados Unidos, aqui a falta de informação e um ensino especializado fez com que músicos Brasileiros começassem um intercâmbio cultural entre Brasil e Estados Unidos. Este intercâmbio levou nossos músicos para as escolas Americanas e ao regressarem para o Brasil trouxeram um série de conhecimentos que foram fundamentais para o desenvolvimento do estudo do instrumento em nosso país. Assim que começou o desenvolvimento de uma didática específica para guitarra elétrica, surgindo escolas especializadas neste instrumento.

    (Adicionado: 4ªf Dez 30 2015 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar

Home : Direito

  • Exame de ordem, autonomia universitária e liberdade de exercício profissional

    Os fatos. As dúvidas. O Exame de Ordem não é capaz de avaliar. As Comissões de Exame de Ordem sem experiência didática. A liberdade do exercício profissional. Bacharel ou advogado?. Concurso público?. A incompetência da OAB. A avaliação dos bacharéis. O desafio. O exame dos médicos. O estelionato educacional. A reserva de mercado. O Exame de Ordem é inconstitucional, injusto e arbitrário.

    (Adicionado: 4ªf Jan 23 2008 | Visitas: 107 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
  • Noções introdutórias sobre Biodireito

    O presente estudo visa analisar o iminente surgimento de um novo ramo jurídico, o Biodireito, e surge da vivência de seu autor, o qual, quando no início do estudo do tema, encontrou dificuldades em localizar artigos que tratassem do tema de forma didática e que indicassem, não só questões específicas, mas, mais que isso, que trouxessem uma boa e simplificada definição do que vem a ser o biodireito, quais seus princípios básicos, e quais as relações com outros ramos do Direito. Não se esta a dizer que não exista bibliografia a respeito, mas é que, pela vivência do autor, verificou-se que, normalmente, estes conhecimentos se acham espalhados de forma bastante esparsa, com pequenas indicações sobre o assunto em trechos de um ou outro texto sobre o tema, o que dificulta a apreensão de conhecimentos por parte dos estudantes que se iniciam na temática específica do biodireito.

    (Adicionado: 6ªf Nov 21 2008 | Visitas: 71 | Colocação: 7.00 | Votos: 1) Avaliar
  • As respostas do réu

    A articulista retrata mais uma vez, de forma didática, o importante tema do processo civil. Gisele Leite. Cumpre esclarecer que o processo só se desenvolve plenamente com a participação de três sujeitos principais quais sejam: o Estado representado pelo juiz, pelo autor e réu (judicis, actoris et rei). Caracterizado o processo como uma relação jurídica trilateral que vincula os sujeitos da lide e o juiz. Aliás, a natureza jurídica do processo que já foi considerada como contrato, quase-contrato, relação jurídica (Oskar von Büllow), situação jurídica (Goldschmidt) e como instituição jurídica.

    (Adicionado: 5ªf Dez 06 2007 | Visitas: 104 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
  • Considerações sobre recursos no processo penal brasileiro

    O presente artigo visa tão-somente fornecer ao acadêmico ou mesmo ao leigo uma visão panorâmica e didática dos recursos em Direito Processual Penal(...) Gisele Leite. A origem etimológica da palavra recurso provém do latim recursus e, significa volta, retrocesso. Tecnicamente na Ciência Processual é meio ou remédio jurídico processual pelo qual se provoca o reexame de uma decisão. Em razão do grande número de recursos existentes em nossa sistemática processual, é complicado tecer um único conceito apto a abranger completamente todos os recursos existentes. O recurso é, pois, meio processual voluntário ou obrigatório de impugnação de uma decisão, utilizado antes da preclusão, e capaz de propiciar resultado mais vantajoso na mesma relação jurídica processual, decorrente da reforma, invalidação, esclarecimento ou confirmação.

    (Adicionado: 4ªf Dez 05 2007 | Visitas: 130 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
  • Execução administrativa fiscal – anteprojeto de lei sobre a cobrança da dívida ativa

    Execução do crédito fiscal. Crises da execução fiscal. Execução administrativa fiscal - anteprojeto de lei de cobrança da dívida ativa. Análise da constitucionalidade do anteprojeto de lei de cobrança da dívida ativa. Execução administrativa fiscal - análise do anteprojeto de lei sobre a cobrança de dívida ativa. Faz-se um comentário geral do que é execução fiscal prevista na Lei n.º 6830/80, classificando-a e explicando todos os passos deste procedimento especial. Aborda e apresenta, de forma didática, a crise que se encontra hoje com este tipo de ação, seus motivos e um quadro estatístico. Tece comentários sobre o anteprojeto da Secretaria do Ministério da Justiça, demonstram-se quais as novas implicações, caso se transforme em Lei, trazidas por este e as conseqüências deste na sociedade. Aborda a discussão no meio jurídico do referido anteprojeto e tece comentários sobre a constitucionalidade deste, concluindo se fere ou não os princípios e garantias resguardados pela Carta Magna.

    (Adicionado: 6ªf Jun 20 2008 | Visitas: 115 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
  • Noções introdutórias sobre biodireito

    O presente estudo visa analisar o iminente surgimento de um novo ramo jurídico, o Biodireito, e surge da vivência de seu autor, o qual, quando no início do estudo do tema, encontrou dificuldades em localizar artigos que tratassem do tema de forma didática e que indicassem, não só questões específicas, mas, mais que isso, que trouxessem uma boa e simplificada definição do que vem a ser o biodireito, quais seus princípios básicos, e quais as relações com outros ramos do Direito.

    (Adicionado: 2ªf Out 06 2008 | Visitas: 50 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
  • A controvérsia sobre a prescrição e decadência em face do Novo Código CivilGisele Leite - Tribunal d

    Visa exclusivamente o presente artigo apresentar uma visão didática e planificada sobre a questão de modo a ressalvar o entendimento em face da nova legislação cível em vigor. Gisele Leite O primeiro conceito importante que temos efetivamente de tratar, é sobre prazo judicial que é o tempo determinado por lei para que se exerçam certos atos processuais quer seja pelo juiz, pelas partes e, ainda, pelos serventuários. Prazo é a diferença entre o termo final ou de vencimento e o termo inicial. Denomina-se termo inicial (o u suspensivo ou dies a quo) aquele a partir do qual se pode exercer o direito; é termo final (ou extintivo ou dies ad quem) aquele no qual termina a produção de efeitos dos negócios jurídicos. Não se confunde prazo com termo.

    (Adicionado: 6ªf Dez 07 2007 | Visitas: 150 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
  • A positivação do princípio protetor após à CRFB/88

    Trata-se de um artigo sobre o princípio protetor do direito do trabalho, fundamento basilar da ordem jurídica trabalhista, focalizando a questão da interdisciplinaridade e a sua possível positivação no sistema pátrio. Para tanto, o estudo foi desenvolvido mediante o processo metodológico analítico-sintético de pesquisa bibliográfica, englobando leis, doutrinas, artigos e sites especializados. Os procedimentos operacionais, ligados diretamente ao tratamento dos aspectos factuais da pesquisa, foram trabalhados conforme os métodos histórico, comparativo e funcionalista. Como método de abordagem, utilizou-se o método dedutivo. De forma didática, dividiu-se o artigo em cinco capítulos: o primeiro introduz o leitor ao tema; já o segundo fala da aplicação do princípio em tela; no terceiro percebe-se a divisão principiológica e seus desmembramentos; o quarto, de forma sintética, defende a idéia da positivação; já o quinto, justificando uma possível falta de aplicação, trata da flexibilização das condições de trabalho. Por fim, apresentam-se considerações finais da pesquisa. Palavras chaves: princípio protetor, flexibilização, direito do trabalho, ordem jurídica e aplicação.

    (Adicionado: 4ªf Nov 19 2008 | Visitas: 47 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar

Home : Educação

  • Pedagogia e didática: duas ciências independentes

    Origens da Pedagogia e da didática. Conceitos de Educação, Ensino e Instrução Pedagogia. Didática. A Pedagogia e a Didática são ciências particulares autônomas? É a Didática um ramo da Pedagogia, ou suas inter-relações são parte do próprio materialismo-dialético? Qual é, não a hipotética, mas a verdadeira relação entre Educação e Ensino? Essas e muitas outras interrogantes serão respondidas sucintamente neste trabalho, que a sua vez é uma síntese de uma obra maior, que levou mais de 10 anos de pesquisas: Pedagogia e Didática: duas ciências autônomas. Reflete-se sobre as origens, as categorias, leis, princípios e métodos de pesquisas de cada uma destas ciências. Conclui-se com uma valoração prática da importância desta distinção.

    (Adicionado: 2ªf Abr 14 2008 | Visitas: 230 | Colocação: 9.84 | Votos: 12) Avaliar
  • Origem e evolução da didática

    Este é um trabalho que sintetiza o primeiro capítulo da obra: Didática Universitária, resultados de mais de 10 anos de estudos e pesquisas. Enviado a Monografia.com nesta data: 23/02/2009. Este artigo procura esclarecer alguns aspectos sobre a origem e a evolução da Didática, como ciência autônoma, independente da Pedagogia. Tradicionalmente, se tem misturado a história da Pedagogia com a história da Didática. Claro que este não é único caso nas ciências. Aqui encontraremos sucintamente a origem da Didática, a seguir a evolução de seus estudos, logo, se situará uma reflexão sobre o momento atual da ciência neste final da primeira década deste século XXI, e se conclui com umas considerações finais.

    (Adicionado: 4ªf Abr 01 2009 | Visitas: 64 | Colocação: 10.00 | Votos: 2) Avaliar
  • Alguns aspectos da didática e prática na virada do século

    Procura-se a delimitação de alguns aspectos da didática e da prática em um contexto econômico mundial vinculado aos problemas históricos e sócio-econômicos do Brasil como o centro de sérias discussões sobre o ensino brasileiro. Identifica-se a necessidade de desenvolver a competitividade da mão de obra nacional para fazer frente aos efeitos negativos da Globalização em países em vias de desenvolvimento e a preocupação de se aproximar os ideais didáticos do cotidiano das pessoas como agente promotor desta competitividade. O interesse do autor pela didática e da prática na formação universitária ocorreu por meio do contato deste com a vida acadêmica ao ingressar no curso de graduação, por ter vivido e acompanhado as transformações dos anos 80, 90 e do início deste século, além de sua experiência docente em cursos de três de graduação noturna. Também houve o interesse ao observar-se a mudança no mercado de trabalho durante a década de 90 que exigiu maior competitividade no perfil profissional por parte dos jovens ingressantes neste mercado e dos esforços do corpo docente em discutir e tentar propor alterações didáticas que atendam as demandas de mercado e as dificuldades em delinear e aplicar esta abordagem.

    (Adicionado: 2ªf Dez 29 2008 | Visitas: 66 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
  • Educação ideológica

    Para compreendermos o que é educação ideológica temos que, primeiramente, saber os significados das palavras: educação e ideologia. No dicionário da língua portuguesa educação significa: ato ou processo de educar (se), qualquer estágio desse processo, aplicação de métodos próprios para assegurar a formação e o desenvolvimento físico, intelectual e moral de um ser humano (pedagogia, didática e ensino). Conhecimento e desenvolvimento resultantes desse processo: preparo. Desenvolvimento metódico de uma faculdade, de um sentido, de um órgão. Conhecimento e observação dos costumes da vida social, civilidade, delicadeza, polidez e cortesia. Então, educação é um ato de aprendizagem formal e informal, que acontece de maneira didática e espontânea levando o indivíduo a uma percepção de memória e dos sentidos como: do paladar e do intestino. Etimologicamente, educação vem do latim educatonis que é "ação de criar, de nutrir, cultura ou cultivo" de algo que traduz delicadeza ou sapiência. Para o professor Paulo Freire (1983) "a educação é o fator mais importante para se alcançar à felicidade". Já para a professora Bárbara Freitas (1986) educação é uma filosofia de vida, uma concepção de sociedade concreta, que se dá através de instituições específicas como: família, comunidade, mídia e escola, que são as porta vozes de uma nova pedagogia pós-moderna... (Sólo en Portugués).

    (Adicionado: 3ªf Abr 12 2005 | Visitas: 372 | Colocação: 6.33 | Votos: 3) Avaliar
  • A Pós-Graduação da Faculdade de Medicina da UFMG

    A Pós-Graduação da Faculdade de Medicina da UFMG: Avaliação do Programa Teórico pelos Egressos. Breve historico da pos-graduacao na FMUFMG. Metodos para busca e atualizacao de enderecos. Instrumentos para a coleta de dados. Procedimentos para a coleta de dados. Analise dos dados. Aspectos eticos. Resultados e discussao características da populacao. Avaliacao de disciplinas. Esta pesquisa foi delineada para buscar informações complementares ao processo de avaliação dos cursos de pós-graduação da Faculdade de Medicina da Universidade de Minas Gerais. Questionários foram elaborados e encaminhados aos 399 egressos do período 1979-95. Um dos objetivos foi avaliar as disciplinas consideradas básicas para a formação pedagógica e de instrumentação em metodologia de pesquisa: Didática Médica, Epidemiologia Humana, Bioestatística, Metodologia Científica e Normalização Bibliográfica. A população que respondeu os questionários foi de 260 (65,8%). Cerca de 60% dos egressos avaliaram as disciplinas com o conteúdo "adequado", carga horária "suficiente", didática entre "ótima e boa", recursos audiovisuais entre "excelentes e satisfatórios"e aproveitamento "suficiente". Os dados remetem a uma reavaliação das disciplinas.

    (Adicionado: 6ªf Set 07 2007 | Visitas: 220 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
  • Educação, ensino e instrução: o que significam estas palavras

    Definição de palavras, termos, categorias e objeto de estudo. Problemas da terminologia em Didática. O que é Educação num contexto didático e num contexto Pedagógico?. O que é Instrução?. O Ensino como objeto de estudo da didática.

    (Adicionado: 3ªf Abr 21 2009 | Visitas: 55 | Colocação: 10.00 | Votos: 4) Avaliar
  • Professor completo: possível?

    As reflexões deste artigo dizem respeito à pessoa do professor e a algumas qualidades que fazem deste profissional uma pessoa idealisticamente perfeita. Estas qualidades são descritas como os saberes (o conhecimento), os fazeres (a prática) e os pensares (a reflexão e a pesquisa) alavras-chave: Professor, Didática, Conhecimento, Prática, Reflexão. Um artigo de Daniela Pinto, escrito em uma das edições da Revista Universitária, motivou-me a pensar na figura ideal de um professor. (Em formato PDF)

    (Adicionado: 6ªf Fev 05 2010 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
  • Pedagogía dos comprimidos

    Para compreendermos o que é educação ideológica temos que, primeiramente, saber os significados das palavras: educação e ideologia. No dicionário da língua portuguesa educação significa: ato ou processo de educar (se), qualquer estágio desse processo, aplicação de métodos próprios para assegurar a formação e o desenvolvimento físico, intelectual e moral de um ser humano (pedagogia, didática e ensino). Conhecimento e desenvolvimento resultantes desse processo: preparo. Desenvolvimento metódico de uma faculdade, de um sentido, de um órgão. Conhecimento e observação dos costumes da vida social, civilidade, delicadeza, polidez e cortesia... (Sólo en Portugués).

    (Adicionado: 3ªf Mar 01 2005 | Visitas: 324 | Colocação: 9.00 | Votos: 2) Avaliar
  • O computador como agente modificador político social nas escolas de Maceió – AL

    Trabalho publicado nos Anais do VII Congresso Internacional LOGO e I Congresso de Informática Educativa do Mercosul. Porto Alegre/UFRGS, novembro 1995. A Informática Educativa na cidade de Maceió - AL começa a se desenvolver o seu campo de atuação. Junto ao Sistema Educacional do Município traz promessas de aprimoramento da didática bem como no estímulo à interação do sujeito perante ao conhecimento.O computador sendo usado como meio de ensino não o qualifica como máquina de ensinar, mas abre um questionamento sobre a sua utilidade no ensino-aprendizagem. A partir de referências teóricas e estudos de casos, feitos no desenvolvimento do trabalho, foram definidos o início de uma pesquisa mais aprofundada sobre o assunto nas escolas públicas e particulares que utilizam o programa LOGO.

    (Adicionado: 5ªf Abr 30 2009 | Visitas: 57 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
  • Currículo e movimentos sociais. Novas perspectivas à velhos desafios

    A educação ao longo da história da humanidade tem tido várias acepções, variando em suas concepções filosóficas e ideológicas, adquirindo ressonância diferenciada nos diversos contextos políticos, sociais, econômicos e culturais, daí decorre duas visões a cerca da educação, a funcional e a crítica. Tais perspectivas apresentam tendências pedagógicas, corporificando o fazer didático e sua expressão no currículo escolar, indicando as concepções político-ideológicas de quem ás planeja e executa. De modo que para a efetivação de uma pedagogia crítica da educação se assinala a necessidade de envolvimentos dos atores educativos com os movimentos da sociedade, sejam sociais, políticos e culturais. Numa visão funcional, a educação é vista como "a ação exercida pelas gerações mais antigas sobre os que ainda não estão prontos para a vida social". (DURKHEIM, 1967, p. 41). Nessa perspectiva a educação é denominada de formal e se insere em um contexto de uma prática institucionalizada, planejada, sistemática, objetivada a dar respostas científicas a determinados fenômenos sociais.Comenius (1592-1670) na obra "Didactica Magna" (1657), indica as bases para uma educação universal, a partir da didática vista como a "arte de ensinar tudo a todos. Atribui á educação um caráter de disciplina autônoma, cabendo-lhe a unidade entre engajamento social e consciência científica. Contudo, sua pedagogia é impregnada de uma forte conotação ético-religiosa para a formação do "homem virtuoso", indicando para isso a necessidade de professores dotados de um bom método de ensino. Assim, o sucesso escolar para Comenius, reside no "método único", chave metodológica da repetição. "Embora as escolas sejam diferentes, não se ensinam porém matérias diferentes, mas sempre as mesmas de maneira diversa, ou seja, todas aquelas coisas que podem tornar os homens realmente homens". (In. CAMBIO, 1999, 288). Isso significa que os conteúdos desconsideram os elementos diferenciadores de sua realidade e da estrutura escolar, estes devem ser repetidos com graduais e progressivos níveis de aprofundamento e reelaboração de acordo com o nível em que o aluno se encontra.

    (Adicionado: 2ªf Nov 10 2008 | Visitas: 76 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar

Home : Filosofia e Mitologia

  • O professor de Filosofia no Ensino Médio

    Abandonar concepções unilaterais de ensino e conceber que a filosofia apresenta uma especificidade inviolável são passos importantes a serem dados na tarefa de reflexão sobre o ensino da filosofia. É preciso elaborar estratégias didáticas que dêem conta de um ensino que compreenda: conceitos contemplados da história da filosofia, conceitos criados a partir de problemas e argumentos expressos mediante a conjunção história-problemas. Isso significa unir ensino como produto e como processo em uma terceira via didática. Apresentá-la é o que pretende este artigo: analisando os argumentos favoráveis e contrários às duas antagônicas tendências do ensino de filosofia, a histórico-teórica e a temático-problemática; identificando os elementos producentes, oriundos dos argumentos favoráveis, e contraproducentes, advindos dos argumentos contrários, a fim de rechaçar estes últimos e se apropriar dos primeiros à elaboração da terceira via; sintetizando o que de producente as tendências antitéticas apresentam; e associando a competência argumentativa ao que foi sintetizado como producente das tendências.

    (Adicionado: 5ªf Fev 04 2010 | Visitas: 0 | Colocação: 9.00 | Votos: 1) Avaliar

Home : Fisica

  • O ensino de física na terceira série do ensino fundamental energia elétrica

    O tema delimitado para este estudo foi o ensino da Física nas séries iniciais do ensino fundamental. O objetivo geral foi analisar qual a transposição didática adequada ao professor para o ensino de Física na terceira série do Ensino Fundamental, questão distribuída em dois caminhos de pesquisa: discutir sobre a questão do ensino e aprendizagem da Física no currículo brasileiro e apresentar, em sala de aula, para a terceira série do ensino fundamental, uma experiência prática sobre a energia elétrica e suas aplicações. A prática pedagógica do professor a deve estar plenamente relacionada com suas crenças acerca da natureza da Física e do fazer científico, bem como com suas concepções sobre ensino e aprendizagem, que estão diretamente ligadas às suas experiências como aluno e como professor.

    (Adicionado: 6ªf Ago 20 2010 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar

Home : Língua e Literatura

  • A leitura na sala de aula: uma proposta de trabalho com o gênero tira

    O presente trabalho está centrado na prática de leitura na sala de aula e tem por objetivo principal apresentar uma proposta de atividade com o gênero tira. Nessa pesquisa, buscamos apresentar estudos sobre o conceito de texto, dando ênfase ao gênero tira, evidenciando alguns aspectos linguísticos frequentemente encontrados nos textos. Também tratamos sobre o conceito de gênero textual e suas funções na sociedade que são de grande relevância, já que são responsáveis para a organização da vida em sociedade. Ainda, trazemos um breve conceito de leitura, enfatizando sua relevância e contribuições. Por fim, com a intenção de criar situações de aprendizagem para o desenvolvimento da competência leitora dos educandos, bem como propiciar meios para que o gênero tira seja introduzido e explorado no contexto escolar de forma eficaz, propomos uma sequência didática, na qual fazemos uso das teorias tratadas nesse trabalho objetivando trazer uma proposta diferente para se trabalhar tanto leitura, compreensão e interpretação, na prática pedagógica cotidiana.

    (Adicionado: 6ªf Jan 17 2014 | Visitas: 0 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
  • A Produção de Identidades Alfabetizandas Sul-Rio-Grandeses na Intersecção de Influências Européias e

    Neste trabalho, analiso a produtividade de livros destinados à alfabetização na construção de identidades alfabetizandas ao final do século XIX e nas três primeiras décadas do século XX, no Estado do Rio Grande do Sul, com a instalação da Primeira República no Brasil. Tendo por referência os Estudos Culturais, inicialmente apresento a Cartilha maternal, cujo método do autor João de Deus foi adotado oficialmente no nosso Estado através de contrafação produzida pela Editora Selbach da obra lusa. Em seguida, apresento o primeiro livro Queres ler?, obra didática adaptada de obra original uruguaia. Este primeiro livro passou a ser adotado na Instrução Pública ao final da Primeira República. Após, apresento a trajetória da arte da escrita através das discussões e orientações que circulavam à época quanto ao uso da escrita inclinada ou da escrita direita, visibilizando-as nas duas obras didáticas examinadas. Concluo observando que interpretações circulantes à época sobre métodos de ensino da leitura e da escrita e deslocamentos nessas significações podem ser reconhecidos nas obras didáticas examinadas, sendo que tais discursos e as identidades alfabetizandas que constituem são marcados por uma interpretação moderna da infância, da leitura e da escrita.

    (Adicionado: 2ªf Out 27 2008 | Visitas: 99 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar

Home : Politica

  • Representação e Cooptação Politica no Brasil

    O tema deste número trata das relações que se estabeleceram, no decurso da história política brasileira, entre o Estado e a sociedade. Os trabalhos reunidos são o resultado de uma experiência didática realizada com alunos curso de mestrado em Ciência Política e Sociologia do IUPERJ, em 1969, a orientação de Simon Schwartzman. As incursões de sociólogos e cientistas políticos na seara da historiografia trazem consigo todos os inconvenientes e vantagens próprios deste tipo de transgressão. Leigo, o cientista social ignora muitas vezes autores consagrados, toma fontes secundárias por primárias, deixa de considerar teses, teorias e proposições freqüentes na literatura que não domina totalmente. Talvez por isto mesmo, entretanto estes parvenus podem as vezes propor novas interpretações, chamar a atenção para aspectos ignorados, fazer conexões entre fatos isolados ou, simplesmente, trazer a um novo contexto de discussão temas e proposições até então limitados ao especialista. Não há dúvida de que estes trabalhos padecem daqueles defeitos, mas é possível que tenham, também, algumas dessas qualidades.

    (Adicionado: 3ªf Nov 07 2006 | Visitas: 163 | Colocação: 0.00 | Votos: 0) Avaliar
30 trabalhos com a palavra "didatica"
Páginas: 1 2 [>>]