Avaliação da técnica de flotação por ar dissolvido (FAD) no tratamento de efluentes gerados em uma oficina de equipamentos móveis de uma empresa mineradora

 

A oficina de equipamentos móveis da Empresa X gera cerca de 0,6 m3/h de efluentes na atividade de lavação dos equipamentos móveis e peças automotivas.

Este efluente é tratado em um tanque separador de água e óleo (SAOL) localizado próximo à oficina, dentro da própria Empresa. A água tratada no SAOL é reutilizada no processo industrial e o resíduo retido nos filtros do tanque é encaminhado a uma empresa credenciada ao tratamento e destinação final do mesmo. A fim de avaliar a aplicação do sistema de Flotação por Ar Dissolvido (FAD) no tratamento deste efluente, o mesmo foi caracterizado e foram realizados 10 experimentos com 1 litro de efluente bruto em cada, em bancada na Empresa X com os mesmos princípios de funcionamento de uma flotação em escala industrial. Nestes experimentos, exceto no Experimento 1, foram utilizados em diferentes quantidades, reagentes floculantes e/ou coagulantes necessários ao processo de flotação. Após a realização de todos os testes na FAD, o Experimento 4, 7 e 10, foram os escolhidos para serem analisados quimicamente em um laboratório, por terem os melhores resultados visualmente avaliados em termos de clarificação. Após as análises laboratoriais, o Experimento 10, onde foi utilizado 10 mg/L de floculante e 150 mg/L de coagulante simultaneamente no processo de FAD, conduziu aos melhores resultados, em termos da maior eficiência na remoção dos poluentes amostrados. Quando comparados os parâmetros encontrados no Experimento 10 com os parâmetros caracterizados no efluente bruto, foi observada a remoção de 49% de condutividade elétrica, 71% de DBO, 87% de óleos e graxas, 73% de sólidos totais e 88% de turbidez. Os resultados indicaram que a Flotação por Ar Dissolvido constitui em um sistema eficaz de tratamento de efluentes, removendo consideravelmente a quantidade dos elementos nocivos ao meio ambiente, que foram objetos deste estudo. Concluiu-se que a FAD é eficiente para o tratamento de efluentes gerados pela atividade de uma oficina de equipamentos móveis, podendo o efluente tratado, ser reutilizado pela própria oficina geradora do efluente bruto, na atividade de lavação primária (sólidos grosseiros) dos equipamentos, diminuindo assim, consideravelmente o uso de água limpa proveniente de um corpo hídrico próximo.

 



(Ver trabalho completo)

 

Paulo de Tarso Gonçalves Nolli 
nolli.paulo[arroba]gmail.com

 
As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.