Programa ambiente de paz: Uma avaliação de sua implementação na zona norte de Juiz de Fora e suas perspectivas de ampliação no município

 

O propósito desta pesquisa foi avaliar a implementação do “Programa Ambiente de Paz” na zona norte da cidade de Juiz de Fora, seus primeiros impactos nos índices de criminalidade violenta e na percepção da sensação de segurança das comunidades abrangidas pelo programa. A implementação de projetos que atuem em rede com outras frentes de apoio à comunidade, maximizando a aproximação do policial na comunidade, tornou-se atualmente ponto central para a Polícia Militar de Minas Gerais, haja vista que o modelo de policiamento tradicional, com o foco na reação, não favorece a promoção da sensação de segurança para a comunidade, sendo que o modelo preventivo, além de reduzir o medo do crime, proporciona o alcance de melhores resultados operacionais. Neste aspecto, a polícia de proximidade e o trabalho em rede, hoje conhecido por network organizacional, traduzem-se em um caminho sem volta, com vistas à valorização da prevenção criminal, por tudo aquilo que representam para a sedimentação de um ambiente seguro e harmônico. Trata-se de uma pesquisa de campo do tipo descritiva, com aplicação de questionários. Levantou-se também, através de instrumentos de coletas de dados, os indicadores de crimes violentos e de apreensão de armas de fogo, pelo período de um ano, comparando-se os resultados pelo período de um ano anterior à implementação das bases com o período de um ano, após a sua implementação. Destaca-se nesta pesquisa, que a prevenção é o caminho mais adequado para a redução de crimes, bem como observou-se que o policiamento direcionado a setores bem definidos, com a participação da comunidade e de outros órgãos de apoio a sociedade, promovem uma significativa maximização na percepção da sensação de segurança das pessoas. Conclui-se, portanto, com base nas pesquisas realizadas, que a união de esforços em prol do bem estar coletivo, através de um modelo de emprego do policiamento voltado para ações preventivas e participativas, é capaz de impactar nos índices criminais e consequentemente, na melhoria da qualidade de vida de uma comunidade. Este trabalho pode ter aplicabilidade como modelo para redução da criminalidade e diminuição da cultura do medo e insegurança nas comunidades.

Palavras-chave: Network organizacional, trabalho em rede, participação comunitária, setorização do policiamento e prevenção da criminalidade.

 



(Ver trabalho completo)

 

Jean Amaral
capitaes.amaral1[arroba]gmail.com

 
As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.