A revolução copernicana na obra crítica da razão pura de Immanuel Kant

 

A revolução copernicana de Immanuel Kant é um marco na filosofia moderna, sobretudo na teoria do conhecimento. Tal revolução é uma resposta ao antagonismo presente nas proposições elaboradas pelos racionalistas, que são analíticas a priori, e nas elaboradas pelos empiristas, sintéticas a posteriori. Com o juízo sintético a priori, Kant desloca o sujeito da periferia do conhecimento para colocá-lo em seu lugar: o centro. É esse deslocamento que o filósofo denominará de revolução copernicana que permitiu o nascimento das ciências e os seus fundamentos.

 



(Ver trabalho completo)

 

Anderson Rodrigo
ghigo.medievo[arroba]hotmail.com

 
As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.