Tebas – Vida e atuação na São Paulo colonial

 

O mais afamado oficial de cantaria de pedra que atuou na cidade de S. Paulo no período colonial foi o mulato então conhecido pelo codinome Tebas.

Artífices mulatos existiram inúmeros no Brasil Colonial: Minas, Rio, Bahia, Pernambuco, tiveram os seus mais lídimos representantes, razão porque ganharam merecidamente um destaque expressivo na literatura histórica brasileira. Esses mulatos deram muito o que falar e, alguns, deixaram vestígios materiais de suas passagens pela história. Na música, por exemplo, a quantidade de mulatos instrumentistas e cantores que atuavam também no teatro como atores foi muito grande nas cidades mineiras e baianas. Na escultura, o seu representante máximo foi como sabemos o genial Aleijadinho. E na pintura, o seu maior representante em São Paulo, o também mulato Padre Jesuíno do Monte Carmelo. A Arte foi, estou convencido disso, o meio de afirmação para inúmeros deles, virtuosos ou não.

Mas ainda resta muito por conhecer acerca deles; e para que isso se possa realizar é preciso também entender melhor o mundo em que viveram e as limitações que se lhes impunham a vida social de então, especialmente o viver sob o escravismo e a estratificação social do Antigo Regime – condicionantes estruturais das sociedades criadas no mundo colonial português – e, em meio a eles, os profissionais urbanos, tanto dos Ofícios mecânicos, como das Artes e, com eles as organizações corporativistas transladadas para aqui. Essas associações chegaram a ser vigorosas nas cidades nordestinas (Salvador, Recife, Olinda) e mineiras, especialmente no século XVIII.

 



(Ver trabalho completo)

 

Carlos Gutierrez Cerqueira 
carlosgutierrezcerqueira[arroba]gmail.com.br

 
As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.