Teorias que desfavorecem/favorecem o desenvolvimento: reflexão aos métodos de ensino

 

O seguinte trabalho aborda a contradição entre a quantidade e a qualidade em relação ao direito a escola, onde deve ser considerado que as instituições públicas escolares brasileiras têm adquirido métodos de ensino não satisfatórios e ineficazes para a educação escolar. A educação escolar atualmente se resume em um perfil dualista, que na perspectiva de Libâneo (2010), escolas destinadas aos “ricos” possuem métodos de ensino assentado na aquisição de conhecimento, na aprendizagem e na tecnologia, aos “pobres”, escolas do acolhimento e integração social que consequentemente trazem grande diferença no rendimento da relação ensino-aprendizagem. Além disso, métodos de ensino como as escolas tradicionais, ainda existentes no país, trazem reflexões diante temas muito discutidos, como a permanência dos alunos no âmbito escolar, uma vez que, é movida pelo conteúdo e reprime o aluno. Este trabalho objetiva apresentar algumas reflexões para invalidar a problemática apresentada, tendo como base o campo da Psicologia da Educação, colaborando para um melhor funcionamento da educação escolar e desenvolvimento perante seu objeto. Dessa forma discutiremos a atuação dos sujeitos (aluno e professor) nos processos ensino-aprendizagem, sendo de suma importância os fundamentos da teoria histórico – cultural como meio de melhor firmar o verdadeiro objetivo da educação: o de humanizar o individuo e proporcionar a ele possibilidades de escolha.

 



(Ver trabalho completo)

 

Rayane Castro Tavares 
rayane.ct[arroba]hotmail.com

 
As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.