O uso indiscriminado de produtos piolhicidas nas instituições escolares

 

É uma pesquisa descritiva de cunho qualitativa de corte transversal com coleta de dados primários, focada na técnica aplicada pelos trabalhadores da educação acerca da pediculose, particularidades do grupo de professores atuantes nas salas de aulas do ensino fundamental. A infestação por piolho da cabeça (Pediculus capitis) é conhecida como pediculose e manifesta-se, principalmente em crianças de idade escolar. A infestação do piolho inibe o rendimento escolar e diminui a sua autoestima.

A pesquisa objetivou identificar e analisar conhecimentos e práticas dos professores acerca da pediculose a fim de organizar e planejar ações educativas voltadas à promoção em saúde, buscar métodos para prevenção e combater o uso indiscriminado de produtos piolhicidas nas instituições escolares. Após um levantamento bibliográfico, foi elaborado um questionário com 06 questões abertas sobre a temática estudada. Este questionário foi aplicado a uma amostra de 10% dos professores de um único turno do Ensino Fundamental na Escola Municipal Dona Lúcia Dias, Município de Mateus Lemes - MG. Com base nas respostas do questionário aplicado constatamos que os professores avisam aos pais e os orientam quando há alunos com piolho. Foram planejadas algumas dicas para conscientização, prevenção e tratamento, com intuito de auxiliar nas atividades desenvolvidas com os alunos. Visto que os professores apresentaram interesse em implementar o trabalho na escola.

Palavras-chave: “Crianças, Escola, Infestação, Pediculose, Professores”.

Estudo de revisão bibliográfica, sobre a pediculose. A pesquisa teve o foco dirigido para os conhecimentos e práticas dos trabalhadores da educação acerca da conscientização prevenção e tratamento da pediculose.

Objetivando investigar como organizar e planejar ações educativas voltadas à promoção do cuidado em saúde, como prevenir a infestação da pediculose; como combater o uso indiscriminado de produtos piolhicidas nas instituições escolares.

A infestação do piolho da cabeça (pediculus capitis), também conhecida como pediculose, é um problema crônico na população mundial, agredindo, especialmente crianças em idade escolar inibindo o aproveitamento na escola devido a redução da autoestima, e afetando suas atividades diárias.

No Brasil segundo Borges e Mendes, (2002) constatou-se que nos estudantes da 1ª a 4ª série do Ensino Fundamental o piolho se tornou um amplo problema de saúde pública. Na escola de Nível Fundamental muita atividades e brincadeiras são desenvolvidas em grupos beneficiando a difusão pelo contato direto entre os educandos.

 



(Ver trabalho completo)

 

Maria de Fátima Barboza Fisiofatima
mariadefb56[arroba]hotmail.com

 
As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.