Avaliação de desempenho, rendimento de carcaça e qualidade da carne do peito em frangos de linhagens



(de conformação versus convencionais)

1. Resumo

O trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar o efeito de diferentes linhagens (conformação versus convencionais) sobre o desempenho, rendimento de carcaça e partes, medidas físicas (espessura, largura e comprimento do filé do peito) e qualidade da carne do peito (perda de peso por cozimento, maciez e pH) em frangos de corte com 35, 42 e 49 dias. Foram utilizados 2400 pintos de um dia, distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado em fatorial 5x2, com cinco linhagens (conformação A, B e C ; e convencionais D e E) e dois sexos, com quatro repetições de 60 aves cada. O crescimento das aves foi diferente, havendo linhagens com maior crescimento tanto entre as de conformação quanto entre as convencionais. As linhagens apresentaram desempenho diferenciado para ganho de peso, consumo de ração e conversão alimentar. Os animais de algumas linhagens de conformação apresentaram desempenho superior às convencionais, mas o oposto também foi verificado. O rendimento de carcaça diferiu aos 35 dias, com as linhagens de conformação apresentando os maiores rendimentos. O rendimento de pernas e carne de pernas foi semelhante ou melhor nas linhagens convencionais e os maiores rendimentos de peito e carne de peito ocorreram nas linhagens de conformação. A gordura abdominal diferiu aos 42 dias somente entre as linhagens de conformação. A espessura, largura e comprimento dos filés do peito também foram diferentes, com as linhagens de conformação apresentando valores semelhantes entre si e superiores aos das linhagens convencionais. Não houve diferenças nos parâmetros de qualidade da carne. O sexo das aves teve influência tanto no desempenho quanto no rendimento de carcaça e partes, porém não afetou a qualidade da carne do peito.

Palavras-chave: desempenho, frangos de corte, linhagens, qualidade da carne, rendimento de carcaça

2. Abstract

The objective of this work was to evaluate the effect of different commercial strain (conformation versus conventional) on performance, carcass yield and parts, physical determinations (thickness, width and length of breast fillet) and breast meat quality (weight loss for cooking, shear force and pH) in broilers with 35, 42 and 49 days of age. Two thousand and four hundred day-old chicks were assigned to a randomized 5x2 factorial design, with five strains (conformation: A, B and C; and conventional D and E) and two sex, with four replicates of 60 birds each. The birds growth rate was different. Some strains showed higher growth rate among the conformation strains, as well as among the conventional ones. Strains also showed different performance for weight gain, feed intake and feed:gain ratio. Among the conformation strains, there was a strain that showed higher performance than the conventional ones, but the opposite was also verified. Carcass yield was affected at 35 days, and conformation strains presented the highest yield. Leg and leg meat yield were similar or better in the conventional strain, even so the highest breast and breast meat yield was observed for the conformation strain. Abdominal fat differed to 42 days but, only among onformation strain. Thickness, width and length of breast fillet were also different, and the conformation strain showed similar values to each other and superior than the conventional strain. There were no differences for meat quality. Sex of the birds affected the performance and carcass yield and parts, but did not affect the breast meat quality.

Key Words: broilers, carcass yield, performance, quality meat, strain

3. Introdução

No passado, o mercado mundial era dominado por linhagens clássicas (convencionais), que apresentavam bons resultados de ganho de peso e conversão alimentar, sendo dada pouca importância à conformação do frango. Atualmente, as linhagens clássicas estão desaparecendo rapidamente e perdendo importância a cada dia. A pressão de seleção cada vez maior para alto rendimento de carcaça e partes faz com que a indústria tenha a sua disposição aves cada vez mais específicas. Com isso, a indústria de processamento tende a valorizar um peito mais longo e mais uniforme em espessura muscular, para adaptar-se às novas exigências dos processos culinários, o que se deve ao melhor aproveitamento nos cortes específicos, diminuindo sobras e retalhos. Outro benefício é o cozimento e/ou fritura uniforme dos filés utilizados por empresas produtoras de alimentos semi-prontos (Bakker, 1999).

Atualmente, a produção de frangos de corte adotou critérios importantes, como rendimento de carcaça, produção de carne de peito e de pernas e qualidade da carcaça e da carne. A importância dessas características varia de acordo com a empresa, o tipo de produto comercializado e o mercado ao qual o produto se destina.

Embora praticamente todas as linhagens existentes hoje no mercado sejam de alto rendimento, existem diferenças entre as mesmas, pois o resultado final depende da pressão de seleção aplicada no programa de formação da linhagem. Assim, o rendimento de carcaça e das partes varia dentro de uma mesma linhagem, conforme a idade e o peso de abate. Dessa forma, uma avaliação correta do rendimento é fundamental, a fim de evitar tomadas de decisão equivocadas, o que certamente afetará a rentabilidade da empresa (Mendes, 2001).

Segundo Castillo (2001), a qualidade da carcaça e da carne de frangos é cada vez mais exigida, devido a uma série de mudanças no hábito de consumo, como cortes e produtos desossados de carne que estão sendo mais procurados para o processamento, crescimento do consumo de produtos de preparo rápido, bem como maior participação da mulher no mercado de trabalho.

Assim, com a comercialização de cortes e de produtos desossados, muitos dos defeitos na carne se tornaram aparentes ocasionando a rejeição dos mesmos. Da mesma forma, as características sensoriais de cada corte, como aparência e maciez puderam ser melhor percebidas e reconhecidas pelo consumidor (Beraquet, 1999).

O presente trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar desempenho, rendimento de carcaça e partes, parâmetros físicos e características da qualidade da carne do peito de frangos de corte de diferentes linhagens comerciais convencionais e de conformação em diferentes idades de abate.


Página seguinte 


As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.