Alcoolismo na juventude do bairro da Fátima Suburbano

Enviado por Mario Zaldivar


  1. Resumo
  2. Introdução
  3. Objectivos
  4. Desenho Metodológico
  5. Descrição dos métodos
  6. Principais variáveis de medição da resposta
  7. Conclusão
  8. Referencias Bibliográficas
  9. Anexo

Resumo

Antes da situação de que existe um incremento da quantidade de pessoas que ingerem bebidas alcoólicas no bairro da Fátima pertencentes a província do Huambo, surgi-o a necessidade de determinar quais são os principias aspectos a modificar para melhorar a qualidade de vida destas pessoas que padecem dessa enfermidade. Se realizara uma investigação para implementar uma estratégia de intervenção para modificar os estilos de vida pouco saudáveis em pessoas com consumo inadequado de álcool, em Dezembro de 2011 a Maio de 2012. Os resultados obtidos permitiram caracterizar as diferentes pessoas em relação com as ocasiões em que ingerem bebidas alcoólicas e propor a implantação de uma estratégia para melhorar a qualidade de vida das mesmas.

Uma vez concluída esta investigação servira de ponto da partida para investigações temáticas similares.

Introdução

O presente trabalho insere-se no âmbito da disciplina de fontes de informação sociológica e consiste em realizar uma busca documental e bibliográfica sobre o alcoolismo no bairro da Fátima suburbano. O objectivo geral que lhe subjaz é a avaliação do peso ecológico do álcool nos problemas globais de hoje em dia.

Pela importância que assume em diversas esferas da vida social escolhemos o tema sobre o alcoolismo como tema do presente trabalho. Procuramos desenvolver este trabalho partindo de uma abordagem à evolução do consumo de álcool ao longo dos tempos.

O trabalho que nos propõe apresentar pretende, com a humildade necessária, contribuir para uma melhor compreensão do acto de beber e das repercussões que desse acto derivam.

O álcool, do árabe alkuhi (essência ou espírito) é a droga mais consumida no mundo. Sua utilização pelo homem, é absorvido pelo organismo e difundido por 80% do corpo. Distinguiram-se duas categorias de consumidores, aqueles que bebem dentro das normas sócias de responsabilidades e os que, infelizmente perdem o controlo e se convertem em bêbedos irresponsáveis.

Considera-se o aviso do álcool quando uma pessoa utiliza mesmo que não constantemente, álcool em quantidade suficiente para causar problemas de saúde ou outra espécie, como brigas e acidentes automobilístico. Mesmo sem ser dependente do álcool, uma pessoa que utiliza o álcool mesmo sem moderação pode ter complicações tão ou mais serias que os alcoólatras.

Grande parte dos acidentes de trabalho e dos desastres de viação podem encontrar a sua origem nos hábitos alcoólicas dos seus agentes ou das suas vítimas. A falta de atenção a pouca destreza, a temeridade doentia, a defeituosa percepção do ambiente exterior ou a sua alteração ilusória ou alucinatória fazem que o alcoólico se engane nas suas ocupações, tome decisões precipitadas, se desoriente com facilidade no local em que se encontre. Sabemos que um grande número de acidentes de trabalho se deve aos hábitos alcoólicos dos empregados.

Em diversos factores como fisiológicas, psicológicas e genéticas, o alcoolismo caracteriza-se por uma dependência emocional e as vezes físicas do álcool.

O alcoólico pertence a qualquer extracto socioeconómico, raça e sexo, e embora afecta mais aos homens e mulheres e os jovens.

Na África 49,2% da população maior de 15-20 anos consome bebidas alcoólicas, com um índice de prevalência de alcoolismo entre 7-10%, um dos mais baixos na América Latina, com predomínio em idades compreendidas entre os 15-44 anos. Destaca-se que nos últimos 15 anos o consumo aumentou notavelmente no nosso país que o 90,4% da população inicia a ingestão do tóxico antes de 25 anos e que a maioria dos bebedores problemáticos se encontra entre 25-42 anos. Calcula-se que o alcoolismo pode iniciar até 40% nos ganhos dos serviços de urgência e que o 2% de quão doentes ingressam nos serviços médicos hospitalares sofrem de uma enfermidade causada ou agravada pelo abuso de álcool.

Na província do Huambo, nos últimos anos a problemática do alcoolismo se foi incrementando e a nossa província não escapa a esta realidade. Dados estatísticos mostram que na área do bairro da Fátima se encontra entre os bairros que cada ano incrementa o número de consumidores de bebidas alcoólicas o qual está idêntico como um dos principais problemas que uma grave ameaça ao bem-estar e à vida da nossa comunidade.


Página seguinte 


As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.