Atuação fisioterapêutica no puerpério



  1. Resumo
  2. Introdução
  3. Revisão da literatura
  4. Conclusão
  5. Bibliografia

Resumo:

A pesquisa exploratória de tipo bibliográfica objetivou relatar os procedimentos cinesioterapeuticos aplicados no puerpério, tem como prioridade a atuação, o esclarecimento e orientação de gestantes e puerperais a fim de minimizar os efeitos indesejáveis das alterações fisiológicas, tanto na gestação quanto no momento do parto e no puerpério. A cinesioterapia do assoalho pélvico compreende na realização dos exercícios de Kegel que objetiva trabalhar a musculatura perineal para o tratamento da hipotonia do assoalho pélvico, o exercício do metabolismo para estimulação da irrigação sanguínea, o exercício do assoalho pélvico para evitar complicações da incontinência urinária, os cones vaginais para resistência e feedback sensorial nos músculos do assoalho pélvico, exercícios corretivos para diástase dos retos abdominais com intuito de suporte a região do abdome e a respiração para reeducação diafragmática.

Palavras chave: Puerpério, anatomia do assoalho pélvico, cinesioterapia, Fortalecimento muscular.

Abstract: The kind of exploratory research aimed to report the literature kinesiotherapeutic procedures applied in the postpartum period, has prioritized the action, clarification and guidance to pregnant and postpartum in order to minimize the undesirable effects of physiological changes, both during pregnancy and at delivery and puerperium. The pelvic floor exercises include the achievement of Kegel exercises work which aims at the perineal muscles in the treatment of hypotonia of the pelvic floor exercise metabolism to stimulation of blood flow, pelvic floor exercise to prevent complications of urinary incontinence, the vaginal cones for strength and sensory feedback in the pelvic floor muscles, corrective exercises for diastasis of rectus abdominis in order to support the abdomen and diaphragmatic breathing for reeducation.

Keywords: Puerperium, anatomy of the pelvic floor exercise, muscle strengthening.

INTRODUÇAO

O puerpério é o período do ciclo gravídico-puerperal em que as modificações locais e sistêmicas impostas pela gestação ao organismo materno retornam ao estado pré-gravídico, sendo considerado de maior risco para complicações. Classicamente, o puerpério instala-se imediatamente após a expulsão total da placenta e das membranas ovulares (MATTOS; FRIGINI; 2008) e pode ser dividido em três estágios, sendo este, pós-parto imediato que corresponde ao período do 1º ao 10º dia, pós-parto tardio que corresponde do 11º dia ao 45º dia e pós-parto remoto que prossegue além do 45º dia ou até que se retorne às condições pré-gravídicas. Há consenso quanto ao início do puerpério, havendo divergências, no entanto, quanto ao seu término (JUSTI; BRAZ, 2002)

No pós-parto imediato domina a crise genital; prevalecem os fenômenos catabólicos e involutivos das estruturas hipertróficas ou hiperplasiadas durante a gravidez. Ocorrem as mais dramáticas alterações fisiológicas, assim como o surgimento de complicações. Já o pós-parto tardio é o período em que todas as funções começam a ser influenciadas pela lactação. E no pós-parto remoto é um período com duração imprecisa, já que nas mulheres que não amamenta ele é breve (BELEZA; CARVALHO, 2009).

Segundo Mesquita, Machado, Andrade (1999), durante a gestação, o estiramento da musculatura abdominal é indispensável para permitir o crescimento uterino, ocorrendo, portanto, uma separação dos feixes dos músculos retos abdominais, há uma anteversão pélvica acompanhada ou não de uma hiperlordose lombar. Na maioria das gestantes há uma tendência de horizontalização do osso sacro. Essas alterações determinarão uma mudança do ângulo de inserção dos músculos abdominais e pélvicos, resultando numa distensão excessiva dos mesmos, com conseqüente prejuízo do vetor de força destes músculos, com uma diminuição na força de contração.

A fisioterapia aplicada à obstetrícia tem como prioridade a atuação, o esclarecimento e orientação de gestantes e puerperais a fim de minimizar os efeitos indesejáveis das alterações fisiológicas, tanto na gestação quanto no momento do parto e no puerpério (JUSTI; BRAZ, 2002).

A pesquisa exploratória do tipo bibliográfica objetiva relatar os procedimentos cinesioterapêuticos aplicados no puerpério. O estudo justifica-se por explicitar a intervenção fisioterapeutica que tem como metas: as alterações hemodinâmicas, reeducação do estiramento da musculatura abdominal, reeducação da função respiratória, restabelecer a função intesticial, reeducação do diafragma e da musculatura do assoalho pélvico com a fisioterapia no puerpério. Neste Sentido, o estudo prioriza fornecer esclarecimentos e orientações para gestantes e puérperas.

REVISAO DA LITERATURA


Página seguinte 


As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.