A Contribuição das Práticas Pedagógicas Inovadoras na Formação do Autor Cidadão



  1. Resumo
  2. Introdução
  3. Referencia Bibliográfica

Resumo

O Projeto Alegria acontece no Colégio Estadual Coronel Pilar com os alunos da Classe Especial, os inclusos e as suas turmas na Cidade de Santa Maria, RS, Brasil desde 2002. Quando inicia o trabalho na escola com a Metodologia Recreação e Cidadania e aprimora-se gradativamente. Na atualidade visa contribuir para desenvolver uma Educação Social de Qualidade, numa Cidade Educativa capaz de instigar pessoas a Inclusão Escolar e Social numa Cultura de Paz. O Projeto segue a Filosofia Educacional recomendada pela UNESCO para o Século XXI, através da educação, da ciência e da cultura. Deste modo a educação deve acontecer durante a vida e não apenas na escola, estendendo-se a todas as organizações para que favoreçam oportunidades de humanização e emancipação as pessoas. Justifica-se devido à necessidade em trabalhar a inclusão escolar e social de forma saudável, em função dos preconceitos e da depredação que vem ocorrendo na escola. O Projeto favorece o desenvolvimento da Aprendizagem e da Cidadania Pró-ativa aos alunos com autonomia e criatividade. Minimiza a violência, despertando por meio da arte e da sistematização os saberes, os princípios e os valores para a ética. De forma lúdica e recreativa desenvolve a consciência plena da cidadania pró-ativa quando estimula e motiva os alunos a participar associando teoria e prática. Oportuniza vivenciar a democracia e a formação do autor por meio das práticas pedagógicas inovadoras, para isto utiliza a Metodologia Recreação e Cidadania e a Educação Fiscal, como estratégias. Para humanizar e a emancipar as pessoas de forma alternativa e interativa com bons resultados. Instiga a sociedade a conhecer o paradigma inclusivo que se instala no mundo.

Palavras chaves: Metodologia Recreação e Cidadania; Inclusão Escolar e Social.

Introdução

O Projeto Alegria acontece no Colégio Estadual Coronel Pilar com os alunos inclusos e suas turmas na Cidade de Santa Maria, RS, Brasil desde 2002. Quando inicia o trabalho na escola com a Metodologia Recreação e Cidadania e aprimora-se. Na atualidade visa contribuir para desenvolver uma Educação Social de Qualidade, uma Cidade Educativa capaz de instigar pessoas a Inclusão Escolar e Social numa Cultura de Paz. O Projeto Alegria segue a Filosofia Educacional recomendada pela UNESCO para o Século XXI. Onde o processo educacional acontece durante a vida e não apenas na escola, estendendo-se a todas as organizações para que favoreçam novas oportunidades de humanização e emancipação as pessoas envolvidas.

Nesta perspectiva é preciso resgatar um pouco da origem e da organização das sociedades humanas. "A organização das sociedades humanas foi impregnada, a partir de meados do século XVII, pelo modelo de estado que alcançou seu apogeu no século XIX." (SEITENFUS, 2008, p. 25) Apesar do seu declínio, no século XXI ainda constitui-se como um modelo exclusivo de organização voltada aos seres humanos, envolta pela complexidade (Morin, 2001) e pela diversidade. No intuito de superar as barreiras que envolvem os múltiplos aspectos e interesse, "os estados decidiram criar novas instituições decorrentes dos liames permanentes que surgem entre eles e que fossem capazes de levar adiante ações de interesse comum." (SEITENFUS, 2008, p. 25) Sendo este um fenômeno que se encontra além do estado, pois até o surgimento das instituições internacionais, havia apenas a clássica comunidade de Direito Internacional que se encarregava de reunir as instituições nacionais.

Os conflitos estimularam os acordos internacionais que oportunizam as negociações bilatérias ou multilaterais estimulando os estados a dialogar e consulta-se para solucionar os problemas comuns. Neste contexto marcado pela diversidade de interesses, as cidades e os países precisam ampliar as possibilidades de aprendizagem dentro e fora da escola, para que os alunos adquiram informações, conhecimentos e obtenham os recursos necessários para ter saúde e uma vida longa com dignidade. A escola como um espaço de interação tem oferecido eventos diversificados e condições a este processo, valorizado a liberdade, a criatividade, a capacidade de produzir, a dignidade pessoal e o respeito aos Direitos Humanos.

Neste contexto surge o Projeto Alegria, que tem como Objetivo Geral favorecer o desenvolvimento da Aprendizagem e da Cidadania Pró-ativa nos alunos por meio da arte da sistematização para que conquistem a autonomia com criatividade. Para alcançar este objetivo desperta por meio dos saberes, princípios e valores para a ética; desenvolve a consciência plena da cidadania pró-ativa ao estimular e motivar os alunos, associando a teoria e a prática; oportuniza vivenciar a democracia por meio das práticas pedagógicas inovadoras. Assim, utiliza a Metodologia Recreação e Cidadania e a Educação Fiscal como estratégias para favorecer a humanização e emancipação dos alunos e da comunidade de forma alternativa e interativa. Ao participar de eventos diversificados oportuniza a sociedade conhecer e conviver com o novo paradigma inclusivo, educacional e socioeconômico que se instala no mundo.


Página seguinte 


As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.