Educação e meio ambiente



  1. Introdução
  2. A educação ambiental
  3. Conclusão
  4. Bibliografia
  5. Anexo

Introdução

Entende-se por educação ambiental os processos por meio dos quais o indivíduo e a colectividade constroem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente, assim como para o bem comum do povo, essencial sadia a qualidade de vida e sua sustentabilidade.

A educação ambiental

A educação ambiental é a acção educativa permanente pela qual a comunidade educativa tem a tomada de consciência de sua realidade global, todo o tipo relações que os homens estabelecem entre si e com a natureza dos problemas derivados das relações e suas causas profundas. Ela desenvolve, mediante uma mediante uma prática que vincula o educando com a comunidade valores e atitudes que promovem um comportamento dirigido para transformação superadora dessa realidade tanto em seus aspectos naturais como sócias, desenvolvendo no educando as habilidades e atitudes necessárias para essa transformação.

A educação ambiental é uma novidade da educação, já praticadas o por alguns países, foi proposta em 1999 no Brasil, tem o objectivo de disseminar o conhecimento sobre o ambiente. Sua principal função é conscientizar a preservação do meio ambiente e a sua preservação utilização sustentável. Pode ser incluída como disciplina.

É uma metodologia de análise que surge a partir do crescente interesse do homem em assuntos como o ambiente, devido as grandes catástrofes naturais que tem assolado o mundo nas últimas décadas.

A educação ambiental tornou-se lei em 27 de Abril de 1999. A lei número 9.795 – LEI da EDUCAÇAO AMBIENTAL, no seu 2º artigo afirma: « a educação ambiental é um componente essencial e permanente da educação nacional, devendo estar presente de forma articulada, em todos os níveis e modalidades processo educativo, em carácter formal e não formal».

A educação ambiental tenta despertar em todos a consciência, que faz com que se sentisse sempre o centro de todo, esquecendo a importância da natureza, da qual é parte integrante.

Desde muito cedo na história humana para sobrevier em sociedade, todos os indivíduos precisam conhecer o seu ambiente. O inicio da civilização coincidiu com o uso do fogo e outros instrumentos para modificar o ambiente, devido aos avanços tecnológicos, esquecendo que sua dependência a natureza continua. A humanidade chegou a uma encruzilhada que exige examinar-se para tentar achar novos rumos; reflectindo sobre a cultura, as crenças, valores e conhecimentos em que seguram baseia o comportamento quotidiano, assim como sobre o paradigma antropológico - social que persiste em nossas acções, no qual a educação tem um enorme peso.

Deste modo, a educação deve se orientar de forma decisiva para formar as gerações actuais, não somente para aceitar a incerteza e o futuro, mas para gerar um pensamento

Complexo e aberto às indeterminações, mudanças e as possibilidades de construir e reconstruir em um processo contínuo de novas leituras e interpretações.

A educação ambiental aponta para propostas pedagógicas centradas na

conscientização, mudança de comportamento conduz ao desenvolvimento de competências, capacidade de avaliação e participação dos educandos.

No artigo 10º da lei nº 9795, de 27 de Abril de 1999 diz que : " O processo que se busca para despertar a preocupação individual e colectiva para questão ambiental, garantindo o acesso a informação em linguagem adequada, contribuindo para o desenvolvimento de uma consciência critica e estimulando as questões ambientais e sociais".

  • - A relação entre educação e o meio ambiente

A educação assume um papel cada vez mais desafiador buscando com emergência novos saberes para apreender processos sociais complexos e riscos ambientais que se intensificam. A ambientalização do conhecimento terá mais condições de ocorrer na medida em que se promova uma reestruturação de conteúdos, em função da dinâmica da sua própria complexidade ambiental, em todas as suas manifestações: sociais, económicas, políticas e culturais.

1.2- Os parâmetros curriculares nacionais (PCN)

Os parâmetros curriculares nacionais (PCN), sugerem que o tema meio ambiente seja de cunho transversal.

Os problemas causados pelo aquecimento global obrigaram o mundo a reflectir sobre a necessidade de impulsionar a educação ambiental. O cenário é muito preocupante e deve ser levado a sério, pois as consequências vão atingir a todos sem distinção.

Trata – se de processo pedagógico participativo permanente para incutir uma consciência critica sobre a problemática ambiental, estendendo a sociedade a capacidade de captar a génese e a evolução de problemas ambientais.


Página seguinte 


As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.