A educação em angola, principais modelos educativos usados em tecnologias

Enviado por Arnaldo Faustino


  1. Resumo
  2. Introdução
  3. Alcance da política nacional de informação em Angola
  4. Conclusão
  5. Recomendações
  6. Referencias bibliográficas

A educação em angola, principais modelos educativos usados em tecnologias de informação cientificas, o papel do professor e do estudante com a introdução das TICS.

Resumo

As Tecnologias de informação são ferramentas indispensáveis no mundo em que vivemos, com elas se pretende ressaltar a importância de adotar uma postura crítica face á enorme quantidade de informação que nos chegam através das novas tecnologias. Esta atitude permitirá avançar para uma sociedade de conhecimento da chamada sociedade de informação em que estamos integrados. Sendo a educação o eixo vertebrado que vai permitir o dito trânsito. Assim mesmo se destaca o papel tão importante que joga a escola e o professorado. Uma educação superior flexível, em que as TIC tenham um papel fundamental no processo de ensino e aprendizagem. Devem garantir que os estudantes alcancem seus interesses em um ambiente aberto, democrático e participativo com um marcado sentido humanista e ético.

Palavras chave: Educação, Flexibilidade, Modelo, Informação e Tecnologia.

Introdução

A sociedade da Informação se sustenta pelo facto da informação ser um recurso produtivo, mas, chamado a revolucionar a forma de produzir, comunicar-se, educar-se e recrear-se da sociedade, que determina a competitividade das economias e segundo os peritos, está revolucionando as teorias de desenvolvimento econômico existentes até ao momento. Para estabelecer uma estratégia para a introdução das TIC no ensino é necessário conhecer as vantagens que nos reportam estas tecnologias no processo de ensino e aprendizagem, quais são os problemas mais comuns que se apresentam neste processo de introdução e os róis que desempenharão os professores e os estudantes. Atendendo MARQUES (1996) em seu artigo denominado "Vantagens e inconvenientes do uso de Internet em educação". Leva-nos a refletir mais em atenção ao futuro das novas gerações, transmitindo-lhes de forma clara e sem reservas, estas vantagens quando são exploradas em atenção ao crescimento e desenvolvimento da cultura acadêmica das sociedades, sem nunca ofuscar as desvantagens que estes meios podem causar as populações, se não forem seminariadas a tempo exato de como conviver com os produtos que muitas vezes são expostos na internet, para tal, é necessário à intervenção dos governos em estabelecer regras de consumo principalmente em escolas básicas e universitárias em todo país, evitando desta forma os grandes desvios dos homens que o país necessita para o seu crescimento e desenvolvimento.

Os domínios das TIC, em especial como usuários, devem possuir habilidades no uso dos computadores e dos programas mais usuais como editores de textos e tabuladores. Em muitas ocasiões os estudantes se convertem em uma provocação para os professores, pois possuem mais habilidades frente ao ordenador. Estas habilidades podem ser adquiridas de diversas formas e em diversos cenários que vão desde as escolas privadas até as famílias, os círculos de amigos, etc. Uma educação superior flexível, em que as TIC tenham um papel fundamental no processo de ensino e aprendizagem, deve garantir que os estudantes obtenham seus interesses em um ambiente aberto, flexível, democrático e participativo com marcas no sentido humanista e ético. O professor Salina nos define que "um sistema de educação flexível deve-lhe assegurar aos estudantes"". (Salina, 1996)

Deve garantir aos estudantes o acesso a uma variedade de recursos de informação incluindo bibliotecas, apoios informáticos, programas de software, pacotes multimídia, peritos em conteúdo e outros sistemas de comunicação. O estudante deve manipular ativamente a informação, ser capaz de organizar informação de distintas maneiras, elaborar estruturas cognitivas mais complexas que a simples resposta a te-las previamente desenhadas. Em definitiva, possuir destrezas para usar as ferramentas de informação e poder acessar às mesmas, ao mesmo tempo em que participa da atualização dos materiais.

Ela se apresenta como o instrumento potenciador das mudanças econômicas, sociais e culturais que deverá levar-se a cabo se queremos enfrentar os processos de interdependência que caracterizam o século XXI. Para obtê-lo, se deve sustentar em quatro princípios básicos que são: aprender a aprender, aprender a fazer, aprender a viver juntos e aprender a ser. Este processo deve garantir-se durante toda a vida, quer dizer, os sistemas educativos devem ser o suficientemente flexíveis que permitam às pessoas ir a


Página seguinte 


As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.