A ética nos negócios e os impactos financeiros



  1. Resumo
  2. Introdução
  3. Ética
  4. Conduta ética no Brasil
  5. Ética nas empresas
  6. Impactos financeiros
  7. Métodos de prevenção
  8. Conclusão
  9. Referências bibliográficas
  10. Anexos

O mundo é perigoso não por causa daqueles que fazem o mal, mas por causa daqueles que vêem e deixam o mal ser feito.

Albert Einstein

RESUMO

Este estudo tem como objetivo principal explorar os aspectos relacionados à conduta ética nos negócios e seus impactos financeiros no âmbito interno das organizações brasileiras, tendo como objetivo específico a indicação de métodos preventivos e a viabilidade e eficácia desses métodos. A bibliografia consultada foi suficiente para o entendimento do conceito de ética e possibilitou estabelecer a estreita relação entre a evolução das empresas, a evolução dos seres humanos, dos valores e do pensamento ético. No contexto brasileiro, foi demonstrado que costumes semeados desde a época de seu descobrimento trouxeram a falta de valores éticos aos dias atuais e isso causa impacto direto nas empresas, que são compostas de indivíduos. Ainda, os relatórios estatísticos comprovaram que os impactos financeiros são extremamente negativos, estimando-se que aproximadamente 6% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro seja desembolsado pelas empresas em função do desvio de conduta. A partir deste raciocínio, com o objetivo de encontrar soluções que minimizem esses efeitos foi preciso entender os tipos de desvio de conduta, o perfil dos que o desempenham, as ocasiões e meios em que ocorrem. Assim, foi possível identificar instrumentos direcionados a prevenção de delitos corporativos, como a auditoria e a criação de códigos de conduta, e confirmar que estes não eliminam a possibilidade de ocorrência, mas podem inibir e evitar o mau comportamento de funcionários, e no momento em que as empresas se vêem dispostas a empregá-los, estes são considerados eficazes para minimizar os efeitos financeiros causados pela falta de ética nos negócios.

Palavras chave: Ética; código de ética; desvio de conduta; fraude; prevenção; auditoria.

ABSTRACT

This study has the main purpose of exploring the aspects related to ethical behavior and its financial impacts inside the Brazilian corporations, having as a specific purpose the indication of preventive methods and the feasibility and effectiveness of these methods. The consulted bibliography makes possible the understanding of ethics concept and set the close connection between companies, human being, moral values and ethical thinking evolution. In the Brazilian context the study shows that the behavior cultivated since the discovery age brought the lack of ethical values to the current days and this has a direct reflect in the companies, which are composed by individuals. Still, the statistic reports prove that the financial impacts are absolutely negative, supposing that 6% of the Brazilian Gross Domestic Product (GDP) is spent by the companies due to their employees" misbehavior. By this reasoning, with the aim of finding solutions that can reduce these impacts, it was necessary to understand the kinds of misconduct, the profile of who performs it and the occasions and ways in which it occurs. From then on, it was possible to identify instruments directed to the prevention of corporative faults, as audit and a code of conduct implementation, and confirm that they do not eliminate the possibility of this to take place, but these methods can prevent and repress the professional misconduct. At the moment companies are disposed to employ then, they are considered effective tools to reduce the financial impacts derived from the lack of business ethics.

Index-terms: Ethics; code of conduct; misconduct; fraud; prevention; auditing.

INTRODUÇAO

Com o crescimento da sociedade fundamentada na cultura capitalista, muitos valores antigamente cultivados foram deixados para trás, dando lugar a novas orientações, baseadas na rivalidade e na busca pela vantagem pessoal. Hoje em dia é difícil afirmar com precisão que uma determinada pessoa (física ou jurídica) seja verdadeiramente ética, pois muitas ostentam uma fachada, que não corresponde à sua realidade.

Assim, acredita-se que o termo "ética nos negócios" seja uma grande contradição, já que o objetivo único de um negócio é o lucro e tudo se justifica em função desse fim, ou seja, oligopólios, acordos secretos, corrupção ativa e passiva, assédio moral, entre outros, são considerados meios para se chegar ao resultado final. No entanto, é importante considerar a possibilidade de que esses mesmos meios também possam acarretar em redução do lucro e prejudicar os resultados, podendo até causar falência.

É importante lembrar que uma empresa é composta por funcionários e sua postura é um reflexo da conduta dos que a compõe, portanto, há uma relação direta entre ambas as atitudes, e assim apresentam-se as seguintes problemáticas: é possível que o comportamento antiético de profissionais influencie significativamente nas finanças de uma organização? Se isso é fato, de que instrumentos as empresas podem dispor para minimizar esses impactos? Uma vez em posse desses instrumentos, as empresas estariam dispostas a aplicá-los?


Página seguinte 


As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.