A interação família/escola e sua influência no cognitivo-emocional da criança entre 5 a 7 anos



  1. Resumo
  2. Introdução
  3. A família e escola- em busca do papel perdido
  4. Aprendizagem- interação familia/escola
  5. Considerações finais
  6. Referências

RESUMO:

Este artigo se propõe a discutir a questão da interação família/escola na alfabetização da criança em idade de 5 a 7 anos. Algumas crianças são rotuladas ou prejudicadas com um pseudo-diagnóstico de dificuldades ou distúrbios de aprendizagem, o que lhes impede de alcançar êxito no processo ensino aprendizagem, sem levar em conta as influências dentro do relacionamento familiar e social. O artigo em questão tem por objetivo identificar se o contexto interativo familiar pode influenciar na aprendizagem e desenvolvimento cognitivo e emocional da criança na idade de 5 a 7 anos; destacar a importância da atuação família-escola para o sucesso de aprendizagem da criança; definir desenvolvimento cognitivo e inteligência emocional; apresentar possíveis intervenções por parte da supervisão escolar, de forma a aliviar as tensões da criança em meio a conflitos familiares e sociais. Para realizar este estudo optou-se por uma pesquisa bibliográfica, a qual evidencia que algumas crianças são prejudicadas na escola, porque não conseguem reagir aos conflitos externos e acabam repetindo na escola o comportamento que apresentam em casa, como uma forma de chamarem atenção para si. Conclui-se que se a escola e a família atentarem para os fatos e dados em função do aluno então se poderá falar em parceria que dá certo.

Palavras chave: Alfabetização; Interação Família/Escola.

Abstract: This article aims to discuss the issue of interaction between family / school literacy of children aged 5-7 years. Some children are harmed or labeled with a diagnosis of pseudo-problems or learning disorders, which prevents them from achieving success in the learning process, without taking into account the influences within the family and social relationship. The article aims to identify the family context and their implications can affect learning and cognitive and emotional development of children age 5-7 years, highlighting the importance of family-school activities for the successful learning of the child; defining cognitive development and emotional intelligence, to discuss possible interventions by the school supervision in order to relieve the stresses of child in the midst of family and social conflicts. Such research shows that some children are hurt in school because they can not react to external conflicts and end up repeating the behavior that the school have at home, as a way to call attention to themselves. It follows that if the school families and attend to the facts and data depending on the student, then you can talk in a partnership that works.

Keywords: Literacy, Family Interaction / School.

1 INTRODUÇAO

O artigo em questão trata da atuação da família no processo de aprendizagem cognitivo-emocional da criança em inicio de alfabetização, ou seja, nos seus primeiros contatos com a leitura, escrita e prática do raciocínio, tanto quanto o saber se comportar em um ambiente diferente do familiar, com cobranças de normas e horários.

No tópico 1, pretende-se abordar a questão dos papéis exercidos pela família e escola; funções estas que se confundem, dependendo do situação conflituosa que se apresenta, passando os pais a cobrar aprendizado e a escola a ensinar valores morais e respeito.

A seção 2 questiona sobre a aprendizagem e como a escola pode trabalhar com a família de forma interativa a fim de alcançar o aprendiz e o objetivo do processo de aprendizagem: o aluno e sua própria construção do conhecimento. Pontua-se também que somente uma estrutura familiar saudável não é garantia de sucesso em todas as áreas da aprendizagem, uma vez que esta depende também de outros fatores alheios aos familiares, daí a necessidade da educação a "seis mãos", aconselhada por (TIBA, 2006).

A justificativa deste trabalho é a relevância do tema no processo ensino aprendizagem, a dificuldade dos professores no ensino e aceitação por parte de familiares pelo desconhecimento do que realmente esteja acontecendo com a criança.

O objetivo geral do presente artigo é identificar se o contexto familiar e suas implicações podem influenciar positiva ou negativamente na aprendizagem e desenvolvimento cognitivo e emocional da criança em idade pré-escolar; tendo como objetivos específicos: destacar a importância da atuação família-escola para o sucesso de aprendizagem da criança; definir desenvolvimento cognitivo e inteligência emocional; apresentar possíveis intervenções por parte da escola em parceria com a família, de forma a aliviar as tensões da criança.

Para atingir esses objetivos o ponto de partida será a pesquisa bibliográfica, no estudo de autores que abordam o tema em questão.


Página seguinte 


As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.