Introdução à arqueologia bíblica



Partes: 1, 2, 3

  1. Introdução
  2. Metodologia arqueológica
  3. Personagens bíblicos
  4. Cidades bíblicas
  5. Achados especiais
  6. Histórias confirmadas
  7. Conclusão
  8. Referências

INTRODUÇAO

Por muitos séculos tudo o que se sabia de história antiga era o que a Bíblia dizia e mais aquilo que os gregos e romanos escreveram. De todos os historiadores da antiguidade, praticamente o único que se podia ler era Heródoto, pois os escritos cuneiformes dos assírios e babilônios e mais os hieróglifos egípcios ainda não tinham sido traduzidos. Na Idade Moderna com o surgimento do racionalismo, a Bíblia passou por duras críticas que tentavam ridicularizar as suas histórias, principalmente o Antigo Testamento. Mas chegando à Idade Contemporânea, uma nova ciência começou a florescer: A ARQUEOLOGIA.

Como a medicina separou-se da feitiçaria e como a astronomia separou-se da astrologia, assim convinha que esta nova ciência se separasse dos mitos e das ideias pré-concebidas que se tinha a respeito da Bíblia. Werner Keller, autor da consagrada obra "E a Bíblia tinha razão..." diz no prefácio do seu famoso livro: "O povo judeu escreveu sua história somente em relação a Jeová e sob a óptica de seus pecados e sua expiação. Mas esses acontecimentos são historicamente genuínos e tem se revelado de uma exatidão verdadeiramente espantosa."

O professor Jalmar Bowden da Faculdade de Teologia da Igreja Metodista do Brasil fez os seguintes comentários a respeito da importância e objetivos da ARQUEOLOGIA BÍBLICA: "A arqueologia é o estudo científico de coisas que esclarecem a vida humana do passado, especialmente de tempos pré-históricos. Diz-nos a Bíblia de como Deus se revelou aos homens no passado remoto e de como a religião verdadeira se desenvolveu entre os homens. A arqueologia, portanto, pode tornar mais compreensível o livro dos livros. A Arqueologia Bíblica é o ramo da Arqueologia Geral. É o estudo científico das coisas do passado que podem, direta ou indiretamente, facilitar o estudo e compreensão da Bíblia."

Monografias.com

Monografias.com

A Arqueologia Bíblica trouxe mais respeito para com a Bíblia, hoje em dia nenhuma pessoa realmente culta e inteligente seria capaz de chamar de lendas as histórias bíblicas. Recentemente, em 1992, um dos maiores arqueólogos da atualidade da França esteve no Brasil e em entrevista ao importante jornal O Estado de São Paulo declarou em uma matéria de uma página inteira dizendo que tinha convicção que Moisés atravessou o Mar Vermelho com todo o povo de Israel. O Dr. Joachim Reberk da Alemanha também declarou:

"Desde as gerações, a Bíblia está sendo testado pela ciência crítica e, sem dúvida. Ela pode se gabar de ser uma das obras mais divulgadas, mais vendidas, bem como, de longe, melhor e mais profundamente pesquisada da literatura universal [...] Quanto a isto, cabe rebater um mau costume dos nossos dias, recentemente manifestado na qualificação depreciativa da Bíblia, considerando-a menos que um livro de história." (Reberck)

I – METODOLOGIA ARQUEOLÓGICA

Cada ciência ela tem o seu método de pesquisa. A metodologia científica difere de um ramo para outro. Assim quando estudamos física, estudamos baseado em fatos que podem ser repetidos continuamente. Já não é o caso da parapsicologia, pois as forças paranormais não se manifestam a qualquer hora, ela é mais espontânea. A Arqueologia também tem seus próprios métodos utilizados no estudo e nas pesquisas. 1 – ARQUITETURA

A ciência que mais contribuiu para o resgate da história é a arqueologia e um dos meios pela qual a arqueologia investiga é a arquitetura. O estilo de construção de cada povo era diferente, e a Arqueologia define o que caracteriza as diversas formas arquitetônicas que houve na história.

EGITO 

Os principais pontos turísticos do Egito são as milenares pirâmides, além dos templos e palácios que existem até hoje, cuja origem remonta há milênios atrás. Existem dezenas e dezenas de pirâmides no Egito que eram túmulos aos faraós. Entretanto, as três maiores não têm origem humana, mas em uma força sobrenatural, paranormal e satânica. Muitos são os pesquisadores das pirâmides que chegam a esta conclusão: As três grandes pirâmides se tratam de uma arquitetura sobre-humana.

É cada vez maior o numero de esotéricos que recorrem as "forças das pirâmides". Estas pirâmides foram construídas com poder e orientação de Satanás. Talvez para representar os túmulos do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Pois que veículo da Idade Antiga transportaria blocos de 80 a 100 toneladas? Que tipo de serra elétrica ou raio laser os antigos possuíam para cortar e lapidar centenas de blocos gigantes e deixa-las lisas como a face de uma lamina de barbear? Com que material os antigos cortaram a pedra durita, o mineral mais duro do mundo? Com cobre?

Partes: 1, 2, 3

Página seguinte 


As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.