Levantamento da anemia infecciosa equina no município de Urupá – rono período de 2001 a 2014



  1. Resumo
  2. Introdução
  3. Objetivos gerais
  4. Revisão da literatura
  5. Material e métodos
  6. Resultados e discussões
  7. Considerações finais
  8. Referências
  9. Anexos

RESUMO:

A Anemia Infecciosa Equina (AIE) é uma doença transmissível e incurável, que acomete os equídeos, causando febre, anemia, entre outros sinais clínicos. Causada por um vírus da família Retroviridae. Cosmopolita, especialmente em regiões quentes e úmidas. Vários trabalhos indicam a presença da AIE em todas as regiões do País com prevalências variadas. A partir de 2001 a Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (IDARON) passou a executar ações para o controle e a prevenção da AIE. O objetivo deste trabalho foi realizar um levantamento e avaliar a frequência de casos positivos de anemia infecciosa equina no Município de Urupá, no período de 2001 a 2014, através de série histórica de dados fornecidos pelo Serviço Veterinário Oficial em Rondônia, comparar com os dados da Regional que abrange a Unidade Local de Sanidade Animal e Vegetal – ULSAV de Urupá e as médias históricas do Estado de Rondônia. No período compreendido entre 2001 e 2014 foram realizados 1.555 exames, dos quais 46 resultaram em positivos, ou seja, uma frequência de 2,97% de animais positivos nos últimos 14 anos. Com ocorrência anual variada, apresentando três períodos distintos em relação a exames de AIE, um primeiro (2001 a 2005) caracterizado por uma fiscalização mais branda, o segundo (2006 a 2012) por um aumento na fiscalização e um terceiro (2013 a 2014) por um aumento nos custos dos exames, devido à exigência do exame de Mormo. Sendo a AIE presente em todas as regiões do Estado, é essencial a promoção de políticas sanitárias de combate às doenças, garantindo a prosperidade da equideocultura brasileira.

Palavras-chave:Anemia Infecciosa, Equino, Frequência, Urupá.

SURVEY OF EQUINE INFECTIOUS ANEMIA IN URUPÁ – ROFROMPERIOD 2001 TO 2014

COIMBRA, Elton Gomes. SURVEY OF EQUINE INFECTIOUS ANEMIA IN URUPÁ-RO FROM PERIOD 2001 TO 2014. 2015. 38f. Monografia (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Luterana do Brasil/Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná (CEULJI/ULBRA), Ji-Paraná/RO, 2015.

ABSTRACT: Equine Infectious Anemia (EIA) is a transmissible and incurable disease. EIA affects animals causing fever, anemia, and other symptoms. It is caused by a virus of the family Retroviridae. Cosmopolitan, especially in hot and wet regions. Several studies indicate the presence of EIA in all regions of the country with varying prevalence. From 2001, the Defense Agency Agrosilvopastoril Health State of Rondônia (IDARON) started promoting actions for controlling and preventing this disease. The aim of this study is conducting a survey and evaluate the frequency of positive cases of equine infectious anemia in Urupá from 2001 to 2014 using historical series of data provided by the official veterinary service in Rondônia and compare with the Regional data covering the Local Unit of Animal and Plant Health-ULSAV of Urupá, and historical averages State of Rondônia. In the period between 2001 and 2014 were performed 1.555 tests, 46 of which have been positive, it is equivalent to 2.97% of animals diagnosed as reactive for the last 14 years. With annual occurrence varied, showing three distinct periods in relation to EIA tests, the first (2001 to 2005) characterized by a more lenient oversight, the second (2006 to 2012) by an increase in surveillance and a third (2013 to 2014) by an increase in the cost of the tests, due to exam requirement of Glanders. As the EIA is present in all regions of the State is essential promoting health policies to combat diseases, ensuring the prosperity of the Brazilian equideocultura.

Keyword: Infectious Anemia, Equine, Frequency, Urupá.

LISTA DE ABREVIATURAS

IBGE- Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

MAPA- Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento.

GIDSA-Gerência de Inspeção e Defesa Sanitária Animal.

AIE-Anemia Infecciosa Equina.

PNSE-Plano Nacional de Sanidade Equina.

IDGA-Imunodifusão no Gel de Agarose.

ULSAV-Unidade Local de Sanidade Animal e Vegetal.

OMS-Organização Mundial da Saúde.

VAIE-Vírus da Anemia Infecciosa Equina.

DNA- Ácido Desoxirribonucléico.

USDA- Departamento de Agricultura dos Estados Unidos.


Página seguinte 


As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.