Neosporose bovina e seu impacto na reprodução de bovinos



  1. Resumo
  2. Introdução
  3. Revisão de literatura
  4. Conclusão
  5. Referências bibliográficas

"O Homem é do tamanho do seu sonho".

(Fernando Pessoa)

Resumo

A Neosporose tem sido considerada nos últimos anos como causadora de abortos em bovinos e bubalinos de todo o mundo. O agente causador e um parasito coccídio formador de cistos denominado como Neosporacaninum. Desde a sua primeira descoberta, a infecção tem sido diagnosticada não só em ruminantes domésticos, mais também em diversas outras espécies, em diversos países, ocasionando perdas na produtividade e trazendo diretamente prejuízos na pecuária leiteira e de corte. O cão é o hospedeiro definitivo e também intermediário, disseminando a doença através de suas fezes (transmissão horizontal), forma de transmissão pouco frequente, sendo que a maioria das contaminações e infecções por Neosporaocorre de forma vertical, através da transmissão congênita, neste caso as bezerras nascem infectadas, albergam o parasita e transmitem a doença para os filhos durante a gestação.O investimento no diagnóstico e controle da doença pode resultar no aumentoda rentabilidadedo rebanho, principalmente através da diminuição do número de abortos e fetos mal formados. Este estudo teve como objetivo descrever a biologia, epidemiologia, importância e controle da neosporose através de estudo bibliográfico.

Palavras-chaves: abortamento, bovinos, neosporacaninum, protozoário.

Introdução

A neosporose é causada pela infecção porNeosporacaninum, protozoário da família Sarcocystidae, descrito pela primeira vez e divulgado em 1988, onde, até então, era confundido frequentemente com Toxoplasma gondii, devido sua semelhança, com ciclo de vida heteróxeno, em que seu estágio sexual ocorre no intestino do hospedeiro definitivo, podendo ser transmitido por meio das fezes e permanecendo no hospedeiro intermediário na forma de cistos(ANDREOTTI, 2001).

Especialmente os bovinos são hospedeiros intermediários e os cães e canídeos silvestres são os hospedeiros definitivos, funcionandotambém como hospedeiros intermediários, além disso, a neosporosejá foiencontradaem outras espécies de animais (BIRCHARD e SHERDING, 2008).

É um parasita intracelular obrigatório, que tem sua importância por causar abortamento em bovinos, redução na produção leiteira das vacas contaminadas, assim como causar doença neuromuscular em cães (LINDSAY et al., 1999).

Em decorrência de o cão ser considerado hospedeiro definitivo e da estreita convivência com o homem, a neosporosedeve ser tratada como uma questão de saúde publica, devido ao risco de infecção humana em casos de imunodepressão, onde a vulnerabilidade é aumentada (ANDREOTTI, 2001).

A infecção dos cães ocorre ou pela ingestão de carne contaminada com cistos contendo bradizoítos ou por transmissão transplacentária, completando o ciclo biológico no intestino e excretandooócitos nas fezes, os quais se tornam infectantes no ambiente dentro de 24h após a excreção (BIRCHARD e SHERDING, 2008).

A neosporose tem ampla distribuição nos continentes, sendo referida como principal causador de abortos nos bovinos da América do Norte, Nova Zelândia, Argentina, Brasil, Canadá, Alemanha e Espanha(FORTES, 2004).

O primeiro relato no Brasil de Neosporacaninumfoi realizado em 1999, em fetos abortados, assim como também o levantamento sorológico de bovinos e cães de diferentes estados. Onde aocorrência de anticorpos anti – N. caninum nos rebanhos brasileiros pode ser considerada significativa, com níveis iguais ou até superiores aos encontrados por pesquisadores de outros países (GONDIM e SARTOR, 1997; BELO et al., 1999) .

O abortamento em bovinos, como resultado da neosporose, é responsável pelos grandes prejuízos econômicos. Onde estudos realizados na Califórnia apontam que 42,5% dos abortamentos foram atribuídos ao N.caninum, estimando um dano em torno de US$ 35 milhões, apenasna pecuária leiteira (ANDERSON et al., 1991). Já na indústria da carne no Texas o prejuízo estimado e entre US$15 e US$24 milhões anuais, em decorrência de abortamento e natimortos determinados por N. caninum(LINDSAY, 1998).

No Brasil não há estimativas de custos, porém, pelas taxas deinfecção já constatadas no território, acredita-se que estes ultrapassem a de outras enfermidades abortivas como a brucelose e leptospirose.Na literatura encontramos uma enorme variação nas taxas de infecção nos rebanhos, sendo que este fato está correlacionado a região, raça, aptidão e manejo a que estão submetidos, como também a procedência da amostra e a técnica de detecçãoutilizada (SARTOR et al., 2003).

Em decorrência dos prejuízos causados pela doença, o objetivo deste estudo foi descrever a biologia, epidemiologia, importância e controle da neosporose através de levantamento bibliográficovisando chamar a atenção para essa doença que é pouco divulgada ou tratada dentro do sistema de produção, e que pode gerar grandes prejuízos não só econômico para osistema mais também podendo funcionar como zoonose.

Revisão de literatura


Página seguinte 


As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.