Palavra Cantada: A música brasileira como ferramenta pedagógica para interpretação e produção textual no ciclo II do ensino fundamental. Um ensaio sobre a apropriação da leitura e da escrita.



  1. Resumo
  2. Introdução
  3. Metodologia
  4. Interpretação e produção textual na vida cotidiana
  5. Alfabetismo e analfabetismo funcional no Brasil
  6. Expectativas de aprendizagem em Língua Portuguesa - 6º ao 9º ano
  7. O que nos diz Aristóteles?
  8. Música, alimento da alma e da mente
  9. Música do Brasil e a Educação
  10. Música brasileira e interpretação textual
  11. A música brasileira e produção textual
  12. Colocando a tese em prática
  13. Considerações Finais
  14. Referências
  15. Anexos

Resumo

Alfabetização não é apenas representação e decodificação de códigos lingüísticos; em seu sentindo amplo, alfabetização é a capacidade de interpretar, compreender, criticar, resignificar e produzir conhecimento. No Brasil de hoje é notória a dificuldade de grande número de pessoas – entre estes estudantes de nível superior – em produzir e interpretar textos orais e escritos; essa dificuldade pode ser associada a diferentes fatores, entretanto, a ausência do contato prazeroso com materiais escritos contribui significativamente para este déficit educacional. O intuito deste trabalho é comprovar, a partir de pesquisas de campo e bibliografias, que Platão tinha razão ao afirmar que a música é "o instrumento educacional mais potente que qualquer outro".

Utilizando a música como ferramenta pedagógica para a interpretação e a produção textual no ciclo II do ensino fundamental, comprovaremos que a música brasileira é um instrumento motivador e facilitador no processo de apropriação da leitura e da escrita, devido ao rico acervo textual inserido no contexto da sonoridade rítmica brasileira, às suas particularidades regionais, dialéticas e temporais.

Resumen

Alfabetización, no es apenas representación y decodificación de códigos linguísticos, en su sentido amplio, alfabetización es la capacidad de interpretar, comprender, criticar, resignificar y producir conocimiento; en el Brasil de hoy es notoria la dificultad de un gran número de personas, entre estas estudiantes de un nivel superior, en producir e  interpretar textos orales y escritos; esa dificultad puede ser asociada a diferentes factores, entre tanto, la ausencia del contacto placentero con materiales escritos contribuye significativamente para este deficit educacional. El instinto de este trabajo es comprobar, a partir de investigar de campo y bibliografías, que Platón tenga razón al firmar que la música es "el instrumento educacional más potente que cualquier otro".

Utilizando la música como herramienta pedagógica para la interpretación y la producción textual en el ciclo ll del enseño fundamental, comprobaremos que la música brasileira es un instrumento motivador y facilicitador en el proceso de apropiación de la lectura e de la escritura debido al rico texto inserido en el contexto de la sonoridad ritmica brasileira, a las popularidades regionales, dialécticas y temporales.

Introdução

É notória a dificuldade de grande número de alunos do ensino fundamental II, médio e até mesmo superior em interpretar textos escritos, bem como em produzi-los; essa dificuldade pode ser associada a diferentes fatores, entretanto a ausência de contato prazeroso com materiais escritos contribui significativamente para este déficit educacional.

A alfabetização não se restringe a representação e decodificação de códigos lingüísticos; ser alfabetizado plenamente é possuir a capacidade de interpretar, compreender, criticar, resignificar e produzir conhecimento. Mas para que é necessário saber tudo isso hoje? Procuramos responder essa pergunta analisando o mercado de trabalho e, com o intuito de modificar essa realidade de alfabetização – ou analfabetismo – funcional, este trabalho tem o objetivo de criar uma sugestão de solução ao processo de apropriação da leitura e da escrita, proporcionando prazer em aprender. Partindo do pronunciamento de Platão afirmando que a música "é o instrumento educacional mais potente do que qualquer outro", focamos nossos estudos nos efeitos da música no cérebro e no corpo humano, comprovando que as harmonias dos ritmos e a melodias influenciam no comportamento humano, motivando e contribuindo para a concentração.

A partir das evidências dos efeitos da música no organismo, passamos a estudar a música brasileira, sua riqueza de acervo rítmico e textual. A música brasileira é a língua portuguesa escrita (letra) e falada (canto), com raízes e temas intrínsecos ao cotidiano e a maneira de ver e sentir a vida. Acreditamos assim que trabalhos focados em análises e interpretações de letras de musicas brasileiras serão de grande valia para o processo de ensino-aprendizagem de interpretação e construção textual, como poderá ser observado no decorrer deste trabalho.


Página seguinte 


As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.