Estudo das plantas arbóreas e ornamentais das praças públicas de Lagoa Seca-PB



  1. Introdução
  2. Justificativa
  3. Objetivos
  4. Revisão bibliográfica
  5. Material e método
  6. Resultados e discussão
  7. Conclusão
  8. Referências bibliográficas

Lagoa Seca sua origem é permeada por várias versões, a mais precisa é atribuída à existência de um engenho com essa denominação, de propriedade do Coronel Vila Seca. Como homenagem ao Coronel surgiu o nome da cidade. Estando situada na região do Agreste e Brejo Paraibano, de clima tropical úmido, é conhecida por suas tradições turísticas, por exemplo, a imagem da Virgem dos Pobres está situada na entrada da cidade, para onde convergem, em romaria, inúmeros fiéis aos domingos e dias santificados. Sendo também de grande importância suas famosas casas de shows, a Vila do Forró e o Vale do Jatobá. O desenvolvimento deste trabalho teve objetivo de constatar o número existente da flora encontrada nas praças públicas, identificando e qualificando as plantas arbóreas e ornamentais. As visitas in loco fora feitas no período 3 meses, utilizando blocos para anotações do nome vulgar, do número de vegetais presentes, em seguida através de livros de Botânica e internet, constatou-se o nome científico, família, características e a origem do vegetal, podendo, desta forma, saber e identificar o número de espécies nativas e exóticas; fez-se registros fotográficos de algumas espécies. Durante o levantamento, percebeu-se uma grande freqüência das famílias: Caesalpinaceae e Palmae. Verificou-se também as espécies herbáceas, arbustivas e arbóreas, no qual constatou-se as 13 famílias existente no mesmo. Durante as visitas rotineiras percebeu-se que as praças de Lagoa Seca-PB, além de embelezarem a cidade, contribuem para um clima mais agradável, diminui a poluição e participam do equilíbrio ecológico, favorecendo uma melhoria na qualidade de vida da comunidade.

Palavras chave: 1. Plantas Arbóreas 2. Plantas Ornamentais 3. Praças.

LISTAS DE SIGLAS

  • IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

1. INTRODUÇÃO

Segundo estimativa do IBGE (2006) mais de 25.997 habitantes reside no município de Lagoa Seca; com área de 109.34 km² e uma densidade demográfica 237,8 habitantes por km².

Localizada a 129 km de João Pessoa, na região do Agreste e Brejo Paraibano. Seu clima é o tropical úmido, com a temperatura média anual em torno de 22 graus centígrados, sendo a mínima 18º C e a máxima 33ºC.

A cidade é limitada pelos os municípios de C. Grande, Maçarandubas, Matinhas, São Sebastião de Lagoa de Rosa, Montadas, Puxinanã, e Esperança.

Para obtenção dos dados, foram realizadas visitas rotineiras nas praças públicas de Lagoa Seca - PB com o objetivo de classificar quantificar as espécies encontradas.

Posteriormente, teve início a fase da revisão bibliográfica no qual se obteve as características de cada espécie. Com o final de todo esse processo, ficou constatado que de todas as espécies estudadas, há uma predominância da família Rutaceae em relação às demais família.

Constatou-se também, que a maior parte dessas espécies é de origem exótica.

A criação de grandes parques e praças pública em áreas urbanas são umas formas simples e prática de se resolver muitas questões dentro de uma cidade. Estas áreas além de resolver o problema da poluição do ar, amenizam a poluição sonora, absorvem os raios solares, fornece sombra, oxigena o ar e refresca o ambiente, baixando a temperatura, atuando como microclima. Além de nos proporcionar todos esses benefícios, não podemos deixar de mencionar o efeito estético e paisagístico, como também, podemos falar em lazer, passeios, diversão, distração ao fixar o seu olhar na beleza exuberante de uma planta ornamental.

Com a preocupação de informar a comunidade científica e saber quais são os vegetais encontrados como também suas principais características, surgiu o interesse e curiosidade de realizar esta pesquisa nas praças pública.

A realização deste trabalho é de grande importância para os interessados em Botânica, uma vez que este estudo diagnosticou a flora presente neste local específico.

2. JUSTIFICATIVA

As áreas verdes de Lagoa Seca são importantes em vários aspectos para a cidade, proporcionando uma melhor qualidade de vida para comunidade. Nestas áreas encontrão as mais formas vegetativas de origem nativas e exóticas.

Este estudo é de grande importância para a comunidade científica e os interessados em Botânica e no paisagismo de praças públicas. Até o presente não temos trabalhos com relação ao levantamento das espécies arbóreas, herbáceas e arbustivas com fins ornamentais nos logradouros de Lagoa Seca-PB.

3. OBJETIVOS

3.1. Geral

    • Identificar a distribuição das espécies vegetais utilizadas na arborização e ornamentação das praças públicas da cidade de Lagoa Seca-PB.

3.2. Específicos

    • Inventariar as plantas que constituem as praças da cidade de Lagoa Seca-PB;
    • Determinar as famílias e a origem de cada espécie, componentes dos logradouros;
    • Caracterizar as espécies utilizadas na arborização e ornamentação das praças da cidade;
    • Determinar o número de praças existentes na cidade.

Página seguinte 


As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.