A história oral na pesquisa social sobre espaço urbano

 

Este texto apresenta algumas reflexões sobre o uso da metodologia denominada de História Oral em pesquisas no campo das ciências humanas. A metodologia da História Oral tem-se espraiado por diversas disciplinas e entre pesquisadores de origens diversas, ao mesmo tempo o seu uso tem provocado simpatias e adversidades. Os autores do presente texto buscam demonstrar que os indivíduos tomados como fonte original de informação junto às lutas sociais por moradia popular, a partir de sua prática social, alçam a condição de sujeitos sociais uma vez que contribuem para a produção da História e do espaço urbano. Na ampla tarefa das ciências sociais, cabe-lhe atribuir que trate os indivíduos como capazes de serem construtores e partícipes da História. Esta é uma tarefa científica, política e educativa de quem assim procede optando pelo uso da História Oral. Deve ficar claro que aqui nos atemos ao emprego da metodologia e não à apresentação dos resultados de uma pesquisa.

PALAVRAS-CHAVE: história, memória, sujeitos sociais.

 



(Ver trabalho completo)

 

Elizabeth Fortunato, Aloísio Ruscheinsky
elizabeth.fortunato[arroba]ig.com.br

 
As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.