Declaração textual: um elemento linguístico-textual e discursivo estruturante dos gêneros notícia e reportagem



Partes: 1, 2, 3

  1. Resumo
  2. Introdução
  3. Fundamentação teórica
  4. As formas de declaração textual na folha de S.Paulo e em o estado de S. Paulo: descrição e análise de dados
  5. Conclusão
  6. Referências

As citações são uma poderosa estratégia para o jornalista evitar as restrições de parcialidade, ponto de vista, opiniões e crenças. Não podendo expressar o seu próprio ponto de vista, o redator seleciona pontos de vista de testemunhas, atores envolvidos e comentadores.

Francisco Alves Filho

RESUMO

A experiência do pesquisador como corretor de redações de um colégio particular do Estado de São Paulo permitiu observar, em textos noticiosos produzidos pelos alunos, duas inadequações linguístico-textuais. A primeira refere-se ao emprego da locução adverbial segundo; a segunda consiste na repetição excessiva do mesmo verbo dicendi. Constatou-se, nos materiais didáticos utilizados pela escola, a ausência de exercícios que focalizassem essas dificuldades, o que motivou a realização da pesquisa, visto que os resultados podem subsidiar a criação de material didático específico. Este estudo enfoca aspectos linguístico-textuais e, em certa medida, discursivos das formas de inserção de declarações obtidas pelo repórter a partir de fontes de informação. O objetivo geral é contribuir para a compreensão mais detalhada sobre o uso do recurso da declaração textual nos gêneros notícia e reportagem. Especificamente, objetiva-se fazer um levantamento das formas de apresentação da declaração textual em notícias e reportagens dos jornais Folha de S.Paulo e O Estado de S. Paulo e comentários sobre aspectos discursivos referentes às formas linguísticas utilizadas para relatar as declarações. A metodologia é qualitativa: primeiramente, descreve-se o corpus, composto de 20 textos publicados nesses jornais em uma semana de abril de 2014: 10 textos de cada jornal – 05 notícias e 05 reportagens; em seguida, procede-se à identificação e análise das formas de declaração textual presentes no corpus, bem como comentam-se alguns aspectos discursivos. A fundamentação baseia-se em estudos da Comunicação Social sobre os gêneros notícia e reportagem e em estudos linguísticos sobre os modos de citação das declarações das fontes jornalísticas. Assim, colaboram na fundamentação manuais de redação de jornais e revistas de grande circulação e linguistas que estudaram o assunto. Essa fundamentação indicou quatro formas de inserção das declarações textuais: com emprego de verbo dicendi; com locuções; ausência de introdutor explícito, devido ao emprego de introdutor no mesmo parágrafo; ausência de introdutor explícito em todo o parágrafo (seja por nominalização, seja por marcação apenas tipográfica). No corpus, identificou-se que a forma mais empregada é a com verbo dicendi, e a menos empregada é a com locuções. Observou-se, ainda, que os gêneros não apresentam sempre os mesmos verbos dicendi na introdução de declaração. Embora se empreguem muito mais frequentemente verbos mais básicos e mesmo "neutros", como "afirmar" e "dizer", ambos os gêneros apresentaram verbos interpretativos, que sustentam pressupostos e permitem inferências, como "acusar", "negar", "reagir". Os resultados desta pesquisa contribuem para a compreensão mais ampla acerca do emprego da declaração textual como um elemento estruturante dos gêneros discursivos notícia e reportagem e podem subsidiar a preparação de atividades específicas que focalizem a leitura e a produção escrita dos gêneros em questão, o que, certamente, contribui para a prática deste pesquisador como professor de Língua Portuguesa e de outros professores da mesma área que atuem no Ensino Médio.

PALAVRAS-CHAVE: Gênero discursivo. Notícia. Reportagem. Declaração textual. Leitura.

ABSTRACT

The experience of the researcher as a school essays" reviewer of a private school in the State of São Paulo allowed to observe two linguistic and textual inadequacies in news that were produced by students. The first refers to the use of the adverb segundo; the second is the excessive repetition of the same dicendi verb. Also, was verified a lack of exercises that focus on these difficulties in instructional materials used by the school, which led the research, since the results can support the creation of a specific courseware. This study focuses on linguistic-textual aspects and the discursive forms of insertion of declarations obtained by the reporter from information sources. The overall objective is to contribute to a more detailed understanding of resource usage of textual declaration in the genres: news and report. Specifically, the objective is to survey the forms of presentation of textual declaration on news and reports of the newspaper Folha de S.Paulo and O Estado de S. Paulo and commentary on discursive aspects related to linguistic forms used to report the declarations. The methodology is qualitative: first, describes the corpus, consisting of 20 articles published in these journal during a week in April 2014: 10 texts of each newspaper - 05 news and 05 reports; then proceeds to the identification and analysis of the forms of textual declaration of the corpus as well as commenting out some discursive aspects. The foundation is based on studies of Social Communication about news and reports genres and linguistic studies about quotation"s declaration of journalistic sources. Thus, this work is based on writing manuals of newspapers and magazines with wide circulation and linguists who have studied the subject. The theoretical bases indicated four ways of textual declarations: the usage of dicendi verb; with locutions; absence of explicit introducer due to the use of introducer in the same paragraph; absence of explicit introducer in an entire paragraph (by nominalization or only for typographic markup). In the corpus, it was identified that the most used form is the one with dicendi verb, and less used is the one with locutions. It was observed also that genres do not always have the same dicendi verbs in introducing declarations. Although it employed more often verbs and even more basic "neutral" as "afirmar" and "dizer", both genres showed interpretative verbs, which sustain assumptions and allow inferences as "acusar", "negar", "reagir". The results of this research contributes to the broader comprehension about the use of textual declaration as a structuring element of genres news and report and can support the preparation of specific activities that focus on reading and writing production of the genres news and report, which contributes certainly to the practice of this research as a Portuguese teacher and other teachers in the same area that are acting in high school. In future research, it is suggested the preparation of teaching materials that allow students to understand how it is used and the meaning"s effects produced by the use of linguistic-textual and discursive.

Partes: 1, 2, 3

Página seguinte 


As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.