Como ensinar e aprender bem na era da globalização em Angola?



  1. Resumo
  2. Introdução
  3. Conclusão
  4. Referências bibliográficas observadas durante a construção do trabalho

Resumo

´´ A humanidade está condicionada por uma geração de conhecimentos, juntamente com o processamento de informação e comunicação de símbolos, signos, códigos e outros, que determinam ritmos formativos que não podem ser enfrentados de forma tradicional (Lopez, 2009). Segundo Kinski, (2001) citado por Fins, J. (2008), na sala de aula tradicional o professor transmite o conteúdo de uma matéria de uma forma basicamente textual e linear e o aluno recebe esses conhecimentos sem interesse mais´´, in (Adelino Carlos Handa. Trabalho de Licenciatura em Física).

Desta feita, Paulo Freire (2009), apontou a urge de os professores, valerem-se sim de uma postura pronta a "adquirir ou criar a habilidade de responder a diferentes desafios com a mesma velocidade com que as coisas mudam. Esta é uma demanda fundamental da educação contemporânea" e que a Escola angolana em plena nossa era, deverá abraçar pois de contrário, sentir-se-à e sem dúvida, ficará ultrapassada no tempo e espaço inegavelmente. Como ensinar e aprender bem em Angola na era da globalização? é a grande, profunda, compexa, actual e actuante pergunta a vir a ser respondida ou seja, tentando responder neste pequeno trabalho. O certo é que e sem muito esforço se pode apurar que, a Educação não evoluiu no compasso dos tempos e, hoje mais que nunca, necessita de uma mudança radical para assimilar e incorporar as tecnologias de ponta e as novas formas de apreender a realidade, peculiarmente em Angola – nas nossas Escolas, Escola de Angola. Muitos são os desafios entre eles, como educar também em valores o homem nas nossas Escolas angolanas em pleno globo onde a interação é quase como que uma obrigação necessária?o papel do Professor no ensino de valores e resgate dos mesmos em Angola tal como tanto se advoga hoje, dissociando este desafio da chamada ´´Globalização ou Mundialização (Belarmino V.,2010), onde os médias unem nações, reduzem distâncias. O aluno ou estudante do nosso tempo, passa horas e horas, todos os dias, sob a influência dos chamados MCS o que implica por parte do Professor, uma presença constante e conhecimento sobre tal realidade tecnológica para de modo sábio, adequar sua orientação e pôr cobro ao que não convém desenvolver como conhecimento útil à sociedade. A missão da Escola, é preparar o aluno para a vida e para a sociedade. A partir do instante que a Escola actual assumir seu verdadeiro e legítimo papel de mediadora entre a influência que a cultura da comunicação exerce sobre os alunos e os preceitos da cultura académica, reflectidos em seus programas educativos, os M.C.S se tornarão fontes de indubitável riqueza, passíveis de serem integrados e utilizados nas aulas com sentimento inovador e criativo.

Palavras – chave: TIC, Globalização, Ensino-Aprendizagem.

Introdução

Se a Escola é uma preparação para a vida, seus conteúdos devem estar de acordo com os conteúdos da vida´´ (ADLUNDALA, 2015).

O desafio de percorrermos a coragem de reflectirmos no tema ´´Como ensinar e aprender bem em Angola na era da globalização´´, é de grande responsabilidade e para o autor, um grande desafio científico em termos de exercitação do conhecimento, pois, mais busca e enquadramento o mesmo exigirá sendo que, a perspectiva e sempre é de com o nosso pouco saber, poder responder as grandes inquietudes humanas decorrentes do existir - existência humana. Nas fontes bibliográficas sobretudo a escrita, mormente e no contexto angolano, residi e residiu a nossa grande dificuldade e fonte também de alguma nossa limitação, confirmada a mesma, quando pormenorizadamente vier a ser desfolhado e ou lido este pequeno-grande trabalho. Em honra ao querer saber e saber cada vez mais e bem, aliada esta, a natureza? valorativa exercício mental, todo esforço foi empreendido e muita energia solta para que de facto, o fim fosse o que temos agora-conjunto de pensamentos coerentes, ideias sistematizadas etc, visível e também desfolhável em papel, dando nome ao que ousamos designar, ´´trabalho, trabalho científico´´ no caso. Temos então, neste pequeno-grande trabalho, uma abordagem muito mais geral sobre o grande fenómeno ´´Globalização´´ presente e inseparável nos dias que correm, aliado e ou vinculado este, a grande arte responsabilidade fundamental não só mas e sobretudo da Escola hoje ou seja, o ´´Ensino´´, ensinar aprendizagens (conhecimentos) em Angola, numa obediência escrupulosa as designadas regras de elaboração de trabalho científico, socorrendo-nos como fomos obviamente também, em alguns pensamentos de pensadores modernos e não só, que sobre o assunto debruçaram-se com algum rigor e sucesso reconhecidamente hoje e por hoje.


Página seguinte 


As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.