O que é a igreja católica romana?



Partes: 1, 2, 3, 4

  1. Introdução
  2. Cronologia da paganização do catolicismo
  3. Biografia dos papas
  4. História do catolicismo
  5. As cruzadas
  6. As encíclicas
  7. Concílios católicos
  8. O estado pontifício católico
  9. Cronologia dos papas
  10. Tradições católicas
  11. Sucessão apostólica
  12. Batismo
  13. Mariolatria
  14. Imagens sagradas
  15. Purgatório
  16. Confissão auricular
  17. Hierarquia católica
  18. Mosteiros e abadias
  19. Relíquias
  20. A missa
  21. Celibato
  22. Eucaristia
  23. A bíblia
  24. Oração pelos mortos
  25. A igreja católica na escatologia
  26. Conclusão
  27. Bibliografia

INTRODUÇAO

A partir destas letras, o leitor começará a conhecer melhor a história da Igreja Católica Apostólica Romana e como ela se posiciona diante da Bíblia e dos seus ensinos. Em se tratando de uma religião com tantos adeptos, ela é a maior facção do cristianismo, ainda figura como a seita religiosa que possui o maior número de fiéis, contando com os que se dizem católicos não praticantes. Muitos se dizem católicos, mas desconhecem a história desta gigantesca instituição.

Em muitas partes do mundo ainda existem pessoas que acreditam na santidade do "santo padre", mas neste estudo traremos a memória o que a história diz sobre a vida desregrada de muitos que se intitulavam de "Vossa Santidade". Este livro não foi escrito para atacar a biografia de papas e vigários católicos, até porque mau caráter tem em toda religião. Os alvos de nossas reflexões serão as doutrinas, crenças, práticas e ritos católicos. O autor foi batizado e criado na doutrina católica, até que conheceu os grupos evangélicos e abandonou o catolicismo.

Entre os assuntos que abordaremos, vamos mostrar dados estatísticos sobre os números de papas, as doutrinas anti-bíblicas que ela foi acolhendo com o tempo, a história do catolicismo, uma passeada pelos palácios e templos católicos.

I – CRONOLOGIA DA PAGANIZAÇAO DO CATOLICISMO

Apesar dos romanistas dizerem que a Igreja Católica Romana fora fundada pelo Senhor Jesus Cristo, a maioria dos historiadores e teólogos acredita que a formação da igreja católica se deu lentamente, isto é, desde que surgiu Zeferino, bispo de Roma, que começou um movimento herético contra a divindade de Cristo, até o fortalecimento do papado por Gregório I (590-604). Aqui citaremos uma lista das heresias que se foram introduzindo dentro da igreja com o passar dos anos.

HERESIAS E PAGANISMO

33-196 d.C. – Período de pureza doutrinária, e luta contra as heresias gnósticas.

199 d.C. – Calixto I tenta impor o título de bispo dos bispos ao chefe da igreja da cidade de Roma e recebe críticas do teólogo contemporâneo, Tertuliano.

254 d.C. – Estevão I tenta se intrometer nos problemas das igrejas do Norte da África e é reprimido por Cipriano, bispo de Cartago.

260 d.C. – Os ministros começam a ser chamados de sacerdotes.

270 d.C. – Antônio no Egito deixa seus bens materiais para viver retirado do mundo, a "moda pega". Alastra-se pela palestina, Europa e Ásia a construção de mosteiros.

343 d.C. – Concílio dos bispos ocidentais, em Sárdica, reconhece a autoridade do bispo romano.

370 d.C. – Após o cristianismo se torna a religião do Estado, os pagãos, principalmente os praticantes da religião pagã romana e grega, ingressam na igreja em massa, trazendo costumes e práticas que foram se acomodando no seio do cristianismo, tais como: culto aos santos, recepcionado por Basílio de Cesaréia, e Gregório de Nazianzo. Surgem os incensários e altares como parte do culto cristão.

Partes: 1, 2, 3, 4

Página seguinte 


As opiniões expressas em todos os documentos publicados aqui neste site são de responsabilidade exclusiva dos autores e não de Monografias.com. O objetivo de Monografias.com é disponibilizar o conhecimento para toda a sua comunidade. É de responsabilidade de cada leitor o eventual uso que venha a fazer desta informação. Em qualquer caso é obrigatória a citação bibliográfica completa, incluindo o autor e o site Monografias.com.